• Usuários Ainda são Negligentes em Relação à Segurança

    A Siber Systems realizou uma pesquisa envolvendo mais de 700 adultos nos Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha e outros países, que mostra um significativo descompasso entre a maneira como os indivíduos percebem a segurança on-line e as medidas que eles estão dispostos a tomar para proteger suas informações pessoais. Entre as principais conclusões da pesquisa, 60% dos entrevistados acreditam que as empresas on-line são bastante descuidadas com a segurança das informações de seus clientes pessoais.

    A rede social Facebook, de acordo com o estudo realizado, é de longe o site menos confiável entre os destinos online mais populares, com 57% de todos os entrevistados colocando o o site no topo da sua lista de classificação relacionado à confiabilidade. Além disso, quase um terço (31%) dos entrevistados não confiam em serviços baseados em nuvem que as empresas adotam, com a intenção de manter seus dados pessoais seguros.


    Além disso, muitas pessoas relatam experiências de ter uma conta pessoal online violada por ações cibercriminosas; quase 30% sofreram esta experiência com pelo menos uma conta; desses, 53% tiveram problemas de violação relacionada a seu e-mail pessoal, 23% tiveram o mesmo problema referente a uma conta de compras online,
    e 29%, sofreram com violação de dados de sua conta em alguma rede social. No entanto, tais atitudes negativas e dificuldades, para muitos, não se traduzem em práticas de segurança melhoradas. Daqueles indivíduos que admitiram ter sua conta invadida, 79,2% continuaram a usar o site vinculado à conta.

    Entre todos os entrevistados, as práticas de segurança são muitas vezes negligentes; um em cada três entrevistados utiliza a mesma senhas para o trabalho e contas pessoais. As mulheres, de acordo com os resultados, são duas vezes mais propensas a usar uma palavra ou detalhe em sua senha (que é considerado pessoal para elas), como o nome de solteira de sua mãe.

    Enquanto muitos sites comerciais estão considerando práticas de login mais seguras para proteger os usuários, a pesquisa indica um número significativo de pessoas que acharia essas práticas onerosas. Por exemplo, se uma empresa introduziu duas etapas de verificação de login onde uma segunda senha é enviada para um certo número de telefone, 23% disseram que não têm tempo para passar por tal processo, e outros 13% responderam que isto seria muito complicado.


    Saiba Mais:

    [1] Net Security
    http://www.net-security.org/secworld.php?id=14118

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L