• PageSpeed Chega ao NGINX

    O projeto PageSpeed do Google, que permite os websites terem uma considerável otimização de desempenho sem a intervenção manual dos administradores de sites, acaba de ser portado para o servidor web NGINX. O Google havia anunciado a liberação de uma versão Beta do ngx_pagespeed após três meses de testes em versão Alpha com "centenas de sites". Esse módulo é baseado no módulo mod_pagespeed do servidor de HTTP Apache, que foi lançado emNovembro de 2010, e efetua um grande número de otimizações on-the-fly nas páginas, permitindo que os sites seja carregados mais rapidamente.


    Os módulos do PageSpeed podem re-comprimir as imagens sempre que necessário, ampliando o tempo de cache para logos, minimizando os arquivos CSS e JavaScript, além de pinçar páginas geradas por CMS em sequência com "Make the Web Faster" Best Practices do Google. A faixa abrangendo mais de 40 filtros otimizados já está disponível para os usuários do servidor web NGINX e, de acordo com os participantes da versão Alpha, conseguiram presenciar a redução de 75 por cento no tamanho das páginas, e em alguns casos um ganho de 50 por cento na renderização correspondente.

    O ngx_pagespeed está sob a licença Apache 2.0 e hospedado no GitHub. Atualmente apenas os sistemas Linux, incluindo Red Hat, CentOS, Fedora, Debian e Ubuntu, são suportados.

    Saiba Mais:

    - Heise Online: PageSpeed arrives on NGINX to boost web speeds (em Inglês)

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L