• Usuários da Internet nos EUA são Negligentes Sobre Segurança On-line

    À medida em que a Internet se tornou uma parte onipresente da vida de todas as pessoas, os consumidores norte-americanos estão menos vigilantes sobre a proteção de sua segurança on-line, diz a Microsoft Computing Safety Index (MCSI). Lançado em 2011, o índice foi criado para acompanhar e avaliar os comportamentos de segurança online do consumidor, e medir a sua experiência online.


    No ano de 2012, o MCSi foi ampliado com uma pesquisa global, juntamente com a adição de um componente de pesquisa de computação móvel. Este ano ele incluiu 20 países, incluindo 60 por cento dos utilizadores da Internet 2.4b do globo. Além disso, o levantamento inclui mais de 20 passos que os consumidores podem seguir para ajudar a proteger-se online. Quanto mais passos forem seguidos, maior será sua pontuação na segurança online; 100 é a mais alta classificação possível nessa escala.

    As estatísticas deste ano são as seguintes: a maioria das pessoas entrevistadas, relatam não estar aproveitando as ferramentas básicas que poderiam protelar o problema; muitos relatam não ter um comportamentos de risco, mas acabam não tomando medidas preventivas para frustrar os riscos de engenharia social; e menos da metade estão tomando ações para se manter seguros.

    Olhando ano a ano, a pontuação deste ano indica um declínio no comportamento do consumidor, quando se trata de tomar medidas pró-ativas que ajudam a proteger a si mesmos online. Em comparação com 2012, os resultados deste ano foram ligeiramente baixos de um modo geral (36 em 2012 contra 34 em 2013), com uma desaceleração na implementação de proteções técnicas, como o uso de phishing e filtros de navegador da Web, e proteções de comportamento, como a criação de senhas únicas para cada conta.


    Saiba Mais:

    [1] Net Security http://www.net-security.org/secworld.php?id=15572

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L