• Roubo de Dados Financeiros Lidera Lista de Ocorrências de Spam Malicioso

    A proporção de spam no tráfego de e-mail continua a cair - nos últimos três anos, a proporção de mensagens não solicitadas caiu 10,7 pontos percentuais. Parece que cada vez mais os anunciantes preferem os vários tipos de publicidade online legítimos que já estão disponíveis, e que geram maiores taxas de resposta a custos mais baixos do que o spam pode oferecer.



    Criminalização do Spam

    Em algumas categorias de spam, com referência à publicidade comercial, está havendo um gradual deslocamento por expedições criminosas, tais como mensagens de spam de publicidade de mercadorias ilegais ou até mesmo pornografia. Um exemplo típico é a categoria "Viagens e Turismo", que é utilizada para representar 5-10% de todo o tráfego de spam. De acordo com os especialistas, podem ser vistos inúmeros e-mails maliciosos explorando ativamente o tema mencionado.


    Falsas Mensagens de Fabricante de Antivírus

    É comum que os especialistas em segurança de TI passem a recomendar que os usuários atualizem, regularmente, suas soluções antivírus, e disso os cibercriminosos tentaram tirar proveito em 2013. Em e-mails que parecem ter sido enviados por fornecedores de antivírus bem conhecidos, como Kaspersky Lab, McAfee, ESET, Symantec, etc, os usuários foram orientados a atualizar seus sistemas imediatamente, usando um arquivo anexado. O anexo continha um cavalo de Tróia da família ZeuS / Zbot que é projetado para roubar dados confidenciais do usuário, contendo informações exclusivamente de ordem financeira.


    Gray "Mailings": Bypass nos Filtros de Spam

    Em uma tentativa de chegar a um número ainda maior de usuários, mas tendo cuidado com os filtros de spam que bloqueiam as mensagens indesejadas, os anunciantes estão recorrendo a artifícios. Parte de um envio em massa é endereçada aos assinantes que tenham concordado em receber anúncios, e parte é enviada para os endereços tirados de enormes bancos de dados que estas empresas tenham adquirido - a pessoas que nunca consentiu receber tais mensagens.

    Se as correspondências são bloqueadas por filtros de spam, os anunciantes em contato com o fornecedor de segurança tentam provar suas expedições são legítimas, mostrando os sites onde os usuários podem se inscrever e cancelar a qualquer momento o recebimento das mensagens. Isso representa um novo desafio para a indústria anti-spam e está levando ao desenvolvimento de novas tecnologias baseadas na reputação do remetente.


    Proveniência do Alto Volume de Spam

    O continente asiático foi responsável por 55,5 % do spam mundial em 2013 (um aumento de 5,3 pontos percentuais em comparação com 2012), seguido pela América do Norte, com 19 % (+ 3,2 pontos ). A participação do leste europeu quase duplicou em relação ao ano anterior, colocando a região em terceiro, com 13,3%.


    Saiba Mais:

    [1] Net Security http://www.net-security.org/malware_news.php?id=2686

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L