Ver Feed RSS

Tecnologia de Redes, Mobilidade e Inovação

LTE e WiMAX (De Verdade)

Avaliação: 2 votos, 5,00 média.
Para quem ainda tem a ilusão de que o WiMAX é para pequenos ou médios, a má notícia é que ele foi feito para as grandes operadoras.

Os dois são protocolos para 4G. É o momento em que não teremos mais redes de dados nem voz separadas, será apenas uma rede IP utilizada para tudo.

WiMAX é a tacada dos fabricantes de tecnologia de dados para entrar na comunicação móvel/wireless

LTE é a tacada dos fabricantes de tecnologia de celular para entrar na comunicação de dados.

Simplifiquei um pouco, mas a grosso modo, é isso.

Os dois usam as mesmas tecnologias básicas, nenhum é tecnicamente melhor que o outro.

É como a briga que houve entre VHS e Betamax nos vídeos domésticos. Eram muito parecidos (dizem que o Betamax era melhor, até porque era menor a fita), mas na briga ficou o VHS (dizem que o Betamax não deu certo porque a Sony se recusou a fazer parceria com o mercado de vídeos pornográficos, com o Blue-Ray ela não fez o mesmo erro... mas isso é outra história).

Voltando ao assunto, LTE e WiMAX é uma briga como foi VHS e Betamax. Quem vai ganhar?

Na minha opinião, eu acho que o jogo acabou e o LTE ganhou. Existem poucos projetos de redes WiMAX no mundo. A maior, Clearwire no EUA, é praticamente fundeada pelo subsídio dos fabricantes WiMAX que querem ter um case. De resto, a vasta maioria dos projetos de redes 4G para 2010 são LTE.

Porque as operadoras estão indo para LTE? Porque os fabricante de LTE conhecem o mercado de operadoras. É mais fácil uma Vivo oferecer dados que a Embratel encontrar terreno para espalhar torres pelas cidades.

A Nokia já tinha dito que WiMAX era para nicho de mercado (depois voltou a atrás, disse que não era bem assim, que não ia apostar em ninguém ainda, mas ficou aquela sensação de resposta política), e agora com a aquisição da divisão móvel da Nortel, que investia em LTE, eu acho que foi mais uma pá de cal no enterro do WiMAX.

A não ser que o grupo WiMAX Fórum, que sempre teve a Intel como seu principal promotor, faça algo muito eficaz e muito rápido (fora ficar escrevendo press-release), ficou difícil.

Então, para quem quer se preparar para 2011, uma boa sugestão é estudar LTE.

Atualizado 28-06-2009 em 19:51 por mlrodrig

Categorias
Não Categorizado

Comentários

  1. Avatar de maycow ADSL
    Estudei um pouco sobre WiMax e vi que no aspecto topológico não tem muita diferença, nas questões de atendimento de potencia, distancia e interoperabildiade. Mas a minha duvida é a seguinte: Porque uma não aposta em projetos menores, mais soluvel entre quem quer montar seus pequenos provedores? É a desmistificação, assim como o Linux diferencia-se do Windows, e tecnicamente sabemos que os dois projetos sãos bons.

    Bom, essa é a minha duvida, e quem sabe uma dica..

    Valeu?
  2. Avatar de netuai
    Boa materia, gostei
  3. Avatar de UltraFox
    Já imaginava isso a muito tempo. Na verdade creio que varios queimaram o nome Wimax mesmo antes dele nascer. Compra um radio chiclete e vendia para o cliente como se fosse Wimax. Isso queima exatamente como o EDGE, GSM entre varios outros. Creio que todo Wireless seja bom ! porem sem interferencia e em uma rede dimensionada. Hoje temos links de altissima capacidade porem em P-to-P com frequencias compradas. De graça !!! Todo mundo tem. Até lembrei que depois dos telefones sem fio de 900Mhz os fabricantes descobriram que tinha muita reclamação mudaram para o 2,4Ghz que agora também esta poluido visitando uma feira em Brasilia adivinha o que eu Vi ??? Um telefone em 5,8Ghz !!! não tem geito TODO MUNDO vai ferrar com o 5.8Ghz e adivinha ! Lascou !!! Operadoras sempre vão investir em licenças proprias de frequencia !!!
  4. Avatar de Não Registrado
    porque nao deixar a 2.5 Ghz pra LTE e a 3.5 Ghz pra Wimax, e assim separar os blocos de frequencia e cobrar obrigações de Internet popular para os usuários nos 2 casos ??????
  5. Avatar de mlrodrig
    Citação Postado originalmente por Não Registrado
    porque nao deixar a 2.5 Ghz pra LTE e a 3.5 Ghz pra Wimax,
    Na verdade não é uma questão de qual freqüência. As duas tecnologias funcionam em uma vasta gama de freqüências. Mas por ser voltada para operadoras de celular, para LTE estarão disponíveis equipamentos nas freqüências de celular (por exemplo 1,9 Ghz) enquanto que o WiMAX está disponível em 2,5Ghz e 3,5Ghz.
    Assim o LTE não irá requerer leilão de freqüência, "basta" trocar os equipamentos. Digo "basta" porque tecnicamente é simples e sem burocracia, desde que você tenha alguns bilhões de reais para trocar as ERBs.

    Citação Postado originalmente por Não Registrado
    e assim separar os blocos de frequencia e cobrar obrigações de Internet popular para os usuários nos 2 casos ??????
    Quando você paga a conta de luz, você paga também pela luz dos "gatos" da favela, já que o ministério público não deixa as operadoras cortarem.

    Quando você paga a conta de água, você paga também pela água das favelas que não tem como pagar para estrutura de saneamento.

    Quando a empresa paga o vale-transporte dos funcionários, paga também a passagem dos idosos.

    Não sou contra os favelados nem os idosos. Mas isso é função do governo, que deveria dar aposentadoria digna aos idosos e infraestrutura aos carentes.

    Então, o governo cria esse absurdos que nada mais são do que impostos que vem escondidos nas contas que pagamos.

    Concordo que deve haver uma política forte de inclusão digital, pois isso abre a chance dessas pessoas, por conta própria (já que o governo não educa) aprenderem coisas novas. E não falo de programação PHP ou Java, falo de compreender o mundo, ver o que existe além do horizonte, quer seja uma receita, uma tecnologia ou uma vaga de emprego.

    Agora, colocar inclusão digital dentro de um leilão de licença, na minha opinião é mais uma tentativa de um governo incompetente de colocar mais impostos escondidos para cima da população (que normalmente quem paga mais imposto no Brasil são os pobres).

    Mas quem sou eu para dar opinião nesse assunto...
    Atualizado 29-06-2009 em 21:48 por mlrodrig
  6. Avatar de ynimigolord
    Muito bem posta sua opinião, pois o governo não tem interesse nenhum em educar, as pessoas carentes e sim fazer com que essas pessoas fiquem mais ignorantes, pois é um absurdo um pobre pagar o tanto de imposto que pagamos, pois esses impostos vêm das grandes empresas que tem grandes incentivos fiscais, sobrado para o povo pagar esses incentivos. Wimax e LTE são tecnologias muito boas mais que não serviram para a inclusão digital no nosso pais por causa dos impostos que cairão sobre os mesmo aparelhos vindo de fora, sendo assim pequenos empresários não poderão dar milhões ERBS. Para comprar uma quantia de cinqüenta reais mensais de serviço. Estamos assim por causa do nosso governo egoísta.

    Falows!!!!!!
  7. Avatar de aryribeiro
    nossa, eu aqui achando q a porcaria da tia ana iria autorizar e homologar equipamentos wi-max logo... pelo visto, como não ta rolando propinagem e mensalão para aprovação do wi-max, fiquemos com a droga do 2.4 poluído e 5.8 com pouco alcance em multiponto. fiquei doido quando disseram q o alcance do wi-max ia até 60km.... disseram até q era melhor q o 4G (lte)... agora essa história de sempre: lentidão no governo=falta de propina

    é osso!!!!

    tem algum sniper aí no fórum ???
    sem sim, pode se posicionar la em Brasília - DF ???
    pode acertar a cabeça dos chefões?
    e o lula? pode acertar ele naquele outro dedo que ele tem?
    :goodnight:
    :party:
  8. Avatar de Emersonb
    Um dos itens que irá realmente diferenciar entre as duas tecnologias não será somente o provimento de infra-estrutura como tantos alegam, mas também o mercado de CPE e dispositivos móveis disponíveis para comercialização. De nada adiantará acharmos que uma ou outra tecnologia será melhor para este ou aquele país/região se não estiverem disponíveis dispositivos capazes de realmente usufruir tudo que a tecnologia pode fornecer. O mesmo tende a acontecer com o Femto de outras limitações.

+ Enviar Comentário



Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L