Ver Feed RSS

acris

Leitura de páginas online

Avalie este Post de Blog
Parece besteira, mas para quem não tem experiência com computador, a leitura de páginas online é, de fato, uma complicação. A premissa "quanto mais simples, melhor" nem sempre é possível. Tomemos a própria Underlinux: como excluir menus, notícias recentes, notícias atuais, e até mesmo as propagandas da página? Todas as páginas de suporte que conheço sofrem dessa espécie de poluição visual, mas não são só elas: tome o jornal Estado de Minas, a página do UOL, a página do Skype... Até mesmo os blogs podem ser complicados, se você não têm experiência com a leitura de páginas online.
Você deve estar imaginando que sou louca: para quem usa computador, fala com os amigos pelo computador, lê notícias pelo computador, trabalha no computador, tudo isso é ridículo: claro que é fácil. Mas para quem está começando agora, não é. E as estatísticas mostram que, pra falar só do Brasil, a maioria da população é excluída digitalmente. Inclusive uma parcela importante de estudantes que entram na faculdade (e falo com conhecimento de causa).
Uma vez eu escrevi um tutorial de joomla, para dar aulas (http://www.textolivre.net/arquivo/Tu...nicioAulas.pdf). Coloquei o máximo de figuras e "clique aqui", mas também procurei descrever verbalmente o processo e as estratégias. Primeiro problema: os "clique aqui" não ensinam a ler a página. Segundo problema: as pessoas não leram o tutorial online, pelo menos a maioria, não. Acabei imprimindo (aiaiaiai a ecologia...) o tutorial de 10 páginas e fui explicando a cada um como funcionava.
Uma página online deveria ser intuitiva? Afe, que negócio é esse maluco de ser intuitivo uma tela de computador, você não escreve diretamente nela e fica "apertando botões" que, de fato, são só representações de botões (quem faz isso é o teclado e o mouse, diga-se de passagem). Parece com aquelas brincadeiras de criança em que um lápis é um sujeito e a namorada é um clips e a mãe uma borracha e a amiga o apontador... Como saber quem é quem se a criança não te diz? Não é intuitivo, mas você pode aprender, com uma certa observação.
Com certeza, o letramento verbal é essencial para o letramento digital, mas não é esse o nosso ponto, estamos falando de pessoas letradas que não têm experiência em computador.
E, afinal, como ensinar essa observação? Não tenho a resposta, mas posso garantir que há muita gente estudando esse problema.
Acho que a primeira cois é as pessoas entenderem que a internet é um vai e vêm de informações. Que o navegador é o balcão de negócios: ele envia o pedido e retorna a mercadoria. Mas para onde envia? Para um endereço, como o correio. Todos os navegadores que conheço escrevem esse endereço no topo da tela, mas eu não precisaria dizer isso, bastava dizer que para fazer um pedido eu uso um tipo de formulário (protocolo) que é o http. Onde ele estiver, está um endereço. Ok, isto é um exemplo. Mas fiz tudo por escrito. Se fosse mostrar com figuras, conseguiria fugir do "clique aqui" num tutorial? Talvez somente se fizéssemos filminhos ou tutoriais em flash, onde você fala essas coisas.
Documentação para leigos é fundamental para o sucesso do software livre. Páginas de fácil acesso também, pelo mesmo motivo. No entanto, quanto mais informação na página, mais difícil de alcançar uma simplicidade ideal.
Ok, não tenho respostas. Fiquemos com o desafio.
Categorias
Não Categorizado

Comentários


+ Enviar Comentário



Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L