Ver Feed RSS

Tecnologia de Redes, Mobilidade e Inovação

Você Já Verificou seu Backup Hoje?

Avalie este Post de Blog
Já é díficil de lembrarmos de fazer backup. As desculpas são muitas, mas as mais comuns são falta de tempo e o tempo longo que leva para fazer o backup.

Mas mesmo quem faz backup ainda não estão totalmente protegido.

Se você não faz backup dos seus arquivos, do seu servidor, das informações importantes da sua empresa, então para tudo, faça o backup e depois volte a ler esse texto.

No entanto, se você faz o backup regularmente e está com a consciência tranqüila, então este texto é para você.

A pergunta que eu quero te fazer é: você tem certeza que fez o backup direito? Quantas vezes você pegou o backup e fez um restore, completo, do zero, inclusive formatando a máquina?

Pois é, se você já não tem tempo para fazer o backup, quanto mais ficar testando.

No entanto de que vai servir todo o trabalho de backup se na hora que você precisar, descobrir que ele não está completo? E se faltar a tabela de indexação do banco de dados? Ou o arquivo de licença?

Ou ainda se você descobrir que tem os arquivos com a informação, mas não tem o programa acessar essa informação? Um amigo mantinha (na verdade mantem até hoje) um servidor de banco de dados MySQL com as informações da empresa. Já fazia vários anos que ele não atualizava a versão do MySQL (para que? Funcionava...). Até o dia que o servidor perdeu o disco.

Ai ele descobriu que ele não lembrava qual versão de MySQL ele havia utilizado. Por sorte o arquivo de backup informa internamente a versão (demorou um pouco até ele descobrir), mas surgiu outro problema: onde encontrar aquela versão tão antiga? Não havia mais aquela versão antiga no site da MySQL.org. E o arquivo de backup não rodava nas versões de MySQL mais novas. Levou horas para ele achar uma cópia perdida na Internet da versão que ele utilizava.

Assim, um backup não é apenas para desencargo de consciência, é algo que tem ser utilizável. Quando o computador ou o servidor morre e você precisa criar um novo, você vai necessitar de uma grande quantidade de informações, tais como:
  • os arquivos de backup das informações. Esta é a parte mais fácil.
  • as licenças de instalação dos softwares
  • as instruções de instalação. Você se lembra como instalar ou compilar?
  • os parâmetros de instalação. Quais os parâmetros você utilizou para instalar ou compilar da primeira vez?
  • os softwares de instalação (versões originais)


Tudo isso é mais fácil de conseguir e juntar antes do problema ocorrer. Sobre pressão, na hora que ocorrer o problema, é bem mais complicado conseguir todas essas informações.

Assim, além do seu backup semanal, pegue uma ou duas vezes por ano e faça o procedimento de recuperação. Documente todas as etapas, faça backup dos softwares e das licenças utilizadas.

Outro detalhe: espelhamento de servidor não conta como backup. Espelhamento de servidor ajuda a dar alta confiabilidade ao serviço, mas nem sempre é o suficiente.
As vezes uma informação corrompida em um servidor é espelhada no outro.
Outro problema de contar apenas com vários servidores é o caso de ataques por hackers: se um hacker encontrar uma falha em um servidor, muito provavelmente irá atacar os outros da mesma maneira.

Em resumo: backup é mais do que copiar os arquivos. Fazer um backup sério significa ter certeza que as informações estão realmente protegidas e que você tem tudo que precisa (se for necessário) para recuperar as informações e serviços.

Atualizado 11-07-2009 em 21:22 por mlrodrig

Categorias
Não Categorizado

Comentários

  1. Avatar de AdrianoVilleroy
    Parabéns. Sua matéria é muito interessante.

    Gostaria de contribuir com algumas dicas para os usuários que pretendem utilizar serviços de backup online de dados. Se este não é o espaço adequado por favor me desculpem.

    Bem, para início de conversa é bom lembrar que qualquer metodologia de backup é melhor que nenhuma! Sendo assim, faça o que fizer mas faça o backup de seus arquivos mais importantes.

    10 Dicas para escolher um serviço de Backup Online de Dados

    1) Teste o software

    Faça um backup e restaure seus arquivos. Muitos softwares são ótimos no momento do backup, mas geram inúmeros erros durante o processo de restauração. E afinal, o que lhe interessa mesmo é a restauração de seus arquivos! Pois, se não houvesse a probabilidade de um dia você precisar deles, também não haveria a necessidade de fazer backup. Não é mesmo?

    2) Teste os serviços de suporte do provedor de backup

    Se não houver atenção mínima inicial, você já pode imaginar que tipo de atenção receberá depois. Você tem que saber com que falar, e saber da disponibilidade do suporte técnico para um eventual momento de CAOS.

    3) Onde ficarão armazenados os seus dados?

    Seus arquivos estão armazenados em alguma “nuvem” cloud computing, ou você tem acesso direto ao servidor de backup?

    4) O provedor dos serviços faz backup dos servidores dele?

    Basicamente se você está confiando seus arquivos à uma empresa é importante saber se o provedor por sua vez também dispõe de backup próprio.

    5) Disaster Recovery

    Em caso de uma pane geral, será possível conseguir todos os seus arquivos através de uma mídia? Ou terás que baixá-los via Internet um a um? Verifique esta possibilidade tanto para efetuar uma restauração total emergencial, quanto para enviar seu backup inicial até o provedor de serviços sem ter que trafegar os dados durante várias semanas via Internet. Além disso, verifique se o provedor de backup possui um portal seguro para que você possa restaurar seus arquivos via WEB, a partir de qualquer lugar com conexão Internet (característica fundamental quando você está longe de casa).

    6) O software possui uma versão em Português para facilitar o seu gerenciamento?

    Se seu inglês está bem apurado, não terás problemas. Mas se existem alguma dificuldade em ler os manuais em inglês, ou caso necessites de suporte, será interessante saber se o provedor de backup fala seu idioma.

    7) O software é compatível com seu sistema operacional atual?

    Verifique a compatibilidade do software com seu sistema operacional antes de efetuar qualquer operação de compra.

    9) Limitações dos serviços. Esta é sem dúvidas uma das melhores dicas!

    O jargão norte-americano There's no free lunch!(não existe almoço grátis), é mais do que apropriado para refletirmos sobre as ofertas atuais dos serviços de backup on-line.

    Backup ILIMITADO

    A oferta de backup on-line de dados de tamanho ilimitado, é realmente neste momento da Internet o que chamamos de utopia de mercado. Pois os custos que envolvem este setor são basicamente os mesmos para qualquer empresa de soluções de backup: custo por tráfego no link do provedor de banda larga, custo do armazenamento físico dos dados em servidores próprios ou terceirizados, e ainda o custo de suporte/manutenção dos serviços. Afinal, você quer um ser humano na outra ponta do processo para ter certeza de um atendimento qualificado em uma emergência!

    Como em um buffet livre para o almoço, você pode comer o quanto conseguir. Esta é a lógica aplicada por de trás da oferta de armazenamento ILIMITADO. O limitador neste processo é a sua própria velocidade de conexão de internet. Na maioria dos casos a velocidade de Upload das conexões fornecidas pelos diversos provedores de banda larga no Brasil, é de aproximadamente 14,9% do total da velocidade de download. Desta forma, se você possui uma conexão de banda larga de 3 MB de download, poderá contar com uma velocidade aproximada de upload de 448 kbps(kilobits por segundo), ou uma taxa de transferência de 56 KB/s(kilobytes por segundo), onde 448 kbps ÷ 8 bits = 56 KB/s. Se levarmos em consideração que um pouco desta velocidade é usada nos protocolos, podemos contar mais precisamente com apenas 51.14 KB/s. Sendo, em um mês de 30 dias composto por 2.592.000 segundos, poderemos transferir um máximo aproximado de 126.41 GB, com a dada banda larga de 1MB.

    Identificamos algumas empresas de backup online ILIMITADO que possuem em suas cláusulas contratuais os dizeres, "limite ilimitado por cota de 100Gb”. Ora, senhores! É ou não ilimitado?

    Verificamos ainda uma pratica não divulgada por alguns prestadores de serviços de backup online, que regula internamente no servidor de backup as taxas máximas de conexão por usuário. Com esta prática você compra o ILIMITADO, mas não consegue usufruir do "ILIMITADO", pois suas rotinas de backup serão muito lentas.

    Apesar de parecerem vantajosas, algumas soluções não atendem às exigências mínimas de segurança, como a criptografia, que é fundamental para manter o sigilo do conteúdo de seus arquivos.

    10) Coerência

    Sim, você vai precisar ser muito coerente com sua necessidade e disponibilidade financeira na hora de escolher um serviço de armazenamento seguro de dados, ou backup online/backup offsite.

    a) Fazer negócios com uma empresa muito grande pode parecer vantajoso, mas você será mais um dentre os milhares de clientes. Então, quando você procurar por atendimento personalizado chegará até aquela famosa gravação telefônica: "sua ligação é muito importante para nós!". Ainda, se você pensa que alguém acompanhou seus logs da última rotina de backup...

    Dica: procure uma empresa que atenda suas reais necessidades, aos mesmo tempo comporte um canal exclusivo para o seu atendimento e não menos importante, CAIBA NO SEU ORÇAMENTO MENSAL.

    b) Investigue os serviços gratuitos ou ilimitados. Geralmente estes serviços não são desenhados para atendimento às empresas que necessitam de acompanhamento especializado, suporte técnico profissional e garantia de qualidade dos serviços prestados.

    d) Desconfie dos sites "clique aqui e proteja seus dados". Sim, os serviços de distribuição via Internet devem ser práticos. Mas, como algum serviço de backup online poderá proteger seus dados sem ao menos saber quais são suas necessidades? Você precisará trocar algumas informações básicas com seu provedor de backup, como por exemplo, a minuta do contrato de prestação de serviços de armazenamento de dados.


    Um forte Abraço,
    Adriano Villeroy
    [url=http://www.icombackup.com]iCOM Backup de Dados/Backup Online/Backup Offsite/Backup Remoto e Softwares[/url]
  2. Avatar de Gustavinho
    Parabens cara...muito bem lembrado este tipo de informação.
  3. Avatar de marzvix
    Uma dicazinha besta, mas que me pegou pelo pé um dia destes.

    Tenho um velho notebook que uso como server, ajustei e gastei um tempão para descobrir que um parâmetro de bios fazia o meu hd (com todos os backups) funcionar, pois eliminava o conflito de irq7 com o usb ohci 1.1... Hehe alguém ainda lembra destas coisas?

    Mas como eu tive que mudar o hd interno da máquina para redimensionamento, resetei o bios...
    Legal. Lembrei que tinha gasto umas boas horas testando e futucando os parâmetros e, fatalmente iria gastar outras horas refazer, pois quem é que fica anotando um monte de lenga-lenga? Simplesmente, se ajusta e esquece !

    Ok, mas não fui "burro", ao terminar de configurar aqueles parâmetros, pra lá de chatos, peguei o meu celular 2.0 mpixels (que não é grande coisa, acho que todo TI deve ter um com no mínimo 5.0 ou a velha maquina digital do vovô com 1.3) e tirei uma "fotinha" das telas.

    Fazer backup requer um pouco de inteligência e estratégia. A "fotinha" estava lá no meu stick e com copia no f-spot e nos intestinos do meu blog.

    Lembrar que as "maravilhas" inúteis dos celulares de hoje em dia, às vezes servem para fazer algo mais do que impressionar o chefe. (Hmm, isto requer um pouco de brain/RTFM tb, conheço muito "esperto" que tem grana pra comprar um smartphone e não sabe como ajustar o automático da camera digital.)

    PS: outra vez também o referido artefato estava à mão quando precisei de "xerox" de alguns documentos e de um quadro-branco numa apresentação. Just-in time gizmo !

    Muito bom seu artigo.
  4. Avatar de marcusGarcia
    Encontrei uma solução de backup online muito fácil...

    [url=http://www.pcseguro.com.br/backup/backup_online_ilimitado.html]Backup Online Ilimitado[/url]

    O problema é que é feito para usuários domésticos, isso é, eles não tem versões para empresas...

    Mas é legalzinho... funciona bem e é ilimitado (ou pelomenos falam que é).

    Valew..

    Marcus

+ Enviar Comentário




Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L