Ver Feed RSS

Tecnologia de Redes, Mobilidade e Inovação

OpenCola, o Refrigente Open Source

Avalie este Post de Blog
Não é brincadeira. Começou como uma estratégia para promover o movimento Open Source e acabou ganhando forma real. OpenCola é um refrigerante de cola (tipo Coca-Cola ou Pepsi) que tem fórmula aberta publicada dentro da Licença GNU.

O que começou como uma estratégia promocional virou produto e hoje existe uma empresa no Canadá que produz, engarrafa e vende. Será que o Open Source vai ameaçar a Coca-Cola?

Tem uma página do Wikipedia em português sobre o assunto:

http://pt.wikipedia.org/wiki/OpenCola

Mas a página completa é a em inglês:

http://en.wikipedia.org/wiki/OpenCola_(drink)
Categorias
Não Categorizado

Comentários

  1. Avatar de Pirigoso
    hehe muito legal!
  2. Avatar de
    Mais verifica que significar GLP , 1- GLP não podera vender , 2- qualquer projeto que você coloque alguma coisa GLP todo sistema fica GLP tera que disponibilizar free para quem pedir , VoÇe acha que o linux queria distribuir de graça seu sistema ??? Empresa grandes ficarão sabendo que ele desenvolveu seu sistema em editor glp com isso GLP no sistema dele, o TIU bill deve ter pulado 10 metro de altura :)

    Como vovo dizia , Quando esmola e demais o santo desconfia...
  3. Avatar de mlrodrig
    Citação Postado originalmente por espiculo
    Mais verifica que significar GLP , 1- GLP não podera vender , 2- qualquer projeto que você coloque alguma coisa GLP todo sistema fica GLP tera que disponibilizar free para quem pedir , VoÇe acha que o linux queria distribuir de graça seu sistema ??? Empresa grandes ficarão sabendo que ele desenvolveu seu sistema em editor glp com isso GLP no sistema dele, o TIU bill deve ter pulado 10 metro de altura

    Como vovo dizia , Quando esmola e demais o santo desconfia...
    O GLP não proíbe a venda. O GLP proíbe que se proíba a distribuição.
    Se eu pegar uma cópia de algo sobre GLP e vender por R$ 1.000,00, ótimo, sorte minha. Mas não posso proibir esse comprador de distribuir cópias gratuitamentes para quem ele quiser (ou vender cópias por R$ 999,00, por exemplo).

    Não sei se entendi quando você pergunta: "Você acha que o linux queria distribuir de graça seu sistema?". Mas a resposta direta a essa pergunta, da forma como você fez é: sim, o Linus (criador do kernel original do Linux) queria distribuir de graça o sistema dele.

    Se alguma empresa realiza algum desenvolvimento utilizando ferramentas GLP, nada mais justo que o resultado seja um produto GLP.
  4. Avatar de Magnun
    Só uma dúvida... Vocês estão falando em GLP pra la e GLP pra cá.... Será que vocês não queriam dizer GPL??

    Na verdade o mais correto é a GNU GPL (GNU General Public License) ou a GPL, que traduzindo seria a Licença Pública Geral. Mais informações aqui: GNU General Public License - Wikipédia, a enciclopédia livre


    Se for a GPL a quem vocês se referiam os dois cometeram alguns erros:

    1. Como o mlrodrig citou, a GPL não firma que a distribuição deve ser de graça. A GPL garante sim que, se você "adquirir" um programa GPL, você deve ter a liberdade de executar o programa com qualquer propósito, a liberade de de acesso ao código fonte e a liberdade de alterá-lo conforme sua necessidade.
    2. Agora, se vc usa "ferramentas GPL" seus resultados não necessáriamente deve ser GPL. Por exemplo, se eu uso um editor de texto livre, meu texto não precisa ser GPL. Mas se eu estou desenvolvendo um projeto e utilizo um trecho de código GPL, todo meu projeto deve ser GPL.


    Eu abordei a um tempo atrás esse assunto da GPL no meu blog em curso chamado Filosofia GNU. Vale a pena a leitura!

    Desculpa a intromissão, até mais...
  5. Avatar de mlrodrig
    Citação Postado originalmente por Magnun
    Só uma dúvida... Vocês estão falando em GLP pra la e GLP pra cá.... Será que vocês não queriam dizer GPL??

    Na verdade o mais correto é a GNU GPL (GNU General Public License) ou a GPL, que traduzindo seria a Licença Pública Geral. Mais informações aqui: GNU General Public License - Wikipédia, a enciclopédia livre
    Realmente não prestei atenção e troquei a sigla.

    Citação Postado originalmente por Magnun
    Se for a GPL a quem vocês se referiam os dois cometeram alguns erros:

    1. Como o mlrodrig citou, a GPL não firma que a distribuição deve ser de graça. A GPL garante sim que, se você "adquirir" um programa GPL, você deve ter a liberdade de executar o programa com qualquer propósito, a liberade de de acesso ao código fonte e a liberdade de alterá-lo conforme sua necessidade.
    1. A sua frase não ficou clara. Mas tenho a impressão que você, por alguma razão, está interpretando que eu, de alguma maneira, disse que a distribuição deveria ser de graça?

      Caso minha interpretação do seu texto esteja correta, como você pode chegar a essa conclusão se no texto afirmo que posso vender?

      Jamais disse que a distribuição deva ser de graça no GPL.

      Citação Postado originalmente por Magnun
    2. Agora, se vc usa "ferramentas GPL" seus resultados não necessáriamente deve ser GPL. Por exemplo, se eu uso um editor de texto livre, meu texto não precisa ser GPL. Mas se eu estou desenvolvendo um projeto e utilizo um trecho de código GPL, todo meu projeto deve ser GPL.
Citação Postado originalmente por Magnun
Nessa questão, do tipo "se uso um editor de texto GPL, o resultado tem que ser GPL". Existem, ao meu ver, três aspectos:

1- o texto GPL. Algo simples e curto. Como qualquer texto jurídico, deve ser interpretado perante as leis de cada país.
2- a interpretação que a comunidade open source dá ele
3- a interpretação que a Microsoft e outros dão a ele.

Para a comunidade Open Source, O GPL não obriga um texto criado em editor GPL seja GPL. Pela Microsoft essa interpretação é diferente.

Não quero entrar no aspecto que de quem está correto e de quem está errado, até porque quem decidiria isso seria um juiz frente as leis constitucionais de cada país. Também não quero entrar na discussão que qual motivação leva cada um dos lados a usar a interpretação.

Apenas quero deixar claro que isso não é um ponto pacífico e que está sujeito a discussão jurídica.

Por exemplo, se um cantor usa um site que usa Apache como servidor web para divulgar sua musica, essa música se torna obrigatoriamente Open Source? Segundo a comunidade Open Source não, mas segundo a Microsoft, o GPL não foi escrito corretamente e pode ser interpretado como sim.
  • Avatar de Magnun
    Também não quero entrar no mérito de quem está certo ou errado, até mesmo porque esse sempre vai ser um grande problema do direito!! É uma matéria puramente subjetiva e está sujeita ao "humor do dia" do Juiz

    Desculpa se minha frase estava mal escrita, mas o que quis dizer que sua afirmação está correta: a GPL não obriga ninguém pagar ou distribuir de graça, ela deixa isso à cargo do "criador do produto", neste caso uma distro.

    Quanto a questão do editor e do site do cantor, eu acredito que tudo isso seja jogada da Microsoft pra tentar fazer a GPL parecer uma "má licença" e derruba-la. A microsoft tem muito interesse em códigos GPL mas não pode utilizá-los para seus próprios fins enquanto não tornar a GPL inválida.

    Até mais...
  • Avatar de
    Você não pode vender so pode vender como sendo uma manutenção , tipo um prestação de serviço..

    Então eu posso pegar o jquery e sair vendendo ??!!! RES: claro que não amigo mesma coisa , so a manutenção referente os códigos,,,

    Pode verifica com qualquer advogado de licença , OBs: no brasil so existe 2 :D

    Abraços..
  • Avatar de
    Se você falar para o juiz que você vende programa glp ,

    Ele vai te responder , mais você pegou de graça como você esta vendendo um direto autoral que foi recebido pelo senhor de graça pela licença GLP,

    Vai esta Refrendido o direito proprietário do individuo de boa-fé que fez o sorce,

    Sem mais ...
  • Avatar de mlrodrig
    Citação Postado originalmente por espiculo
    Você não pode vender so pode vender como sendo uma manutenção , tipo um prestação de serviço..

    Então eu posso pegar o jquery e sair vendendo ??!!! RES: claro que não amigo mesma coisa , so a manutenção referente os códigos,,,

    Pode verifica com qualquer advogado de licença , OBs: no brasil so existe 2

    Abraços..
    Você pode vender o jQuery sim. Não existe nenhuma cláusula no GPL que proíba a venda ou a cobrança de um valor. No entanto ninguém pode proibir o comprador de re-distribuir para quem ele quiser, de graça por exemplo ou então cobrando também uma taxa.

    Isso inclusive está no FAQ do GPL, de uma olhada nestes dois itens específicos:
    Frequently Asked Questions about the GNU Licenses - GNU Project - Free Software Foundation (FSF)
    Frequently Asked Questions about the GNU Licenses - GNU Project - Free Software Foundation (FSF)

    Existe uma boa razão para não proibir a venda: permite com que seja criados modos de distribuição mais eficientes.

    Assim, se você quiser vender o jQuery, e conseguir um bom preço ótimo, sorte sua. Apenas não pode proibir esse software de ser redistribuído.
  • Avatar de mlrodrig
    Citação Postado originalmente por espiculo
    Se você falar para o juiz que você vende programa glp ,

    Ele vai te responder , mais você pegou de graça como você esta vendendo um direto autoral que foi recebido pelo senhor de graça pela licença GLP,

    Vai esta Refrendido o direito proprietário do individuo de boa-fé que fez o sorce,

    Sem mais ...
    Quem libera um software, independente qual seja, deve se preocupar com a maneira no qual irá distribuí-lo. Se escolher o GPL, deve estar ciente que poderão ganhar sim dinheiro com o trabalho.
    No entanto, como é sabido de todos, não é fácil ganhar dinheiro simplesmente vendendo um software GPL pelo fato dele poder ser redistribuído livremente.

    Se alguém deseja desenvolver algo e quer proibir completamente que alguém ganhe dinheiro com esse trabalho, deve buscar uma das várias outras formas de licenciamento. O próprio FSF indica a lista de licenças que são incompatíveis com GPL, algumas por essa razão:
    Various Licenses and Comments about Them - GNU Project - Free Software Foundation (FSF)
  • Avatar de
    Cara , TRabalho para petrobras .. tenho 8 anos nesse trabalho .. Já fim projetos em php, jquery , para ibm,petrobras, jotagas,limao ETC...

    SOU PROGRAMADOR ......

    EU SEI DISSO PELO POTIVO QUE FIZ PROJETO DO GOOGLE EM BH ,

    TIVE QUE CONTRATAR UM ADVOGADO DE LICENÇA PARA VERIFICAR.. TUDO SOBRE ISSO ..

    SE PODE VENDER PORQUE MICROSOFT NÃO USSA ??? PQ MAC NÃO USSA ?? PQ TODAS EMPRESA MULTINACIONAL NÃO ACEITA ??? NO BRASIL PAYPAL,UOL,LIMAO, NÃO ACEITA ???

    EXISTE DUAS LICENSA GLP,LGLP

    A LGLP VOCÊ NÃO PRECISA DISTRIBUIR SEU PROGRAMA DE GRAÇA , A GLP SE ALQUEM PEDIR VOCÊ E OBRIGADO A DISTRIBUIR DE GRAÇA ,MAIS SE ELE QUIZER PAGARA POBLEMA DELE , MAIS SE VOCÊ FAZER UM NOTA FISCAL DIZENDO QUE ELE PAGOU FOI O PROGRAMA , ELE PODERA IR EM UM ADVOGADO E PROCESSAR A EMPRESA POR DANOS DE VIOLACÃO DIREITO AUTORAL...





    ME EXPLICA ISSO ???

    SE QUIZER POSSO PASSA O TELEFONE DO ESCRITORIO DO GOOGLE EM BH E O TELEFONE DO ADVOGADO..

    E GNU NÃO E GLP ...

    TENHO O TELEFONE DO ESCRITORIO DA GNU ...SE QUIZER POSSO PASSAR , MAIS SO FALA INGLES..

    descupa to programando falei tudo em caps ,
  • Avatar de
    Entendeu ??? você pode vender seu programa ... coloca um preço ...

    Mais se chegar um individuo e pedir para você o sorce de todo o projeto , você tera que manda para ele de graça ´pelo motivo que você esta usando um script glp .. Entendeu ??

    Olha o skype .. Esta com processos que ate o ebay vendeu uma parte da bolsa do skype..

    [url=http://www.bestlinux.com.br/index.php/noticias/18/3956]Skype processada por violação da GPL[/url]

    TEve que disponibilizar seu programa de graça ate seu sorce.. Agora o povo sabe como funciona o sistema do skype,

    Você viu que skype alegou "Skype alegou que a GPL viola várias leis de concorrência alemãs e que é mesmo incompatível com a legislação deste país."

    Eu falava se liberasse o código o programa ia ficar vulnerável para ataques de hacker com certeza o juiz não ia liberar heheheh ..
  • Avatar de
    Aqui outra empresa , essa fez uma placa wireless para trasmição de tv e internet ,

    Também foi processados..
    [url=http://www.infowester.com/blog/pela-primeira-vez-empresa-e-processada-nos-eua-por-violar-gpl/]Blog InfoWester » Pela primeira vez, empresa é processada nos EUA por violar GPL[/url]

    Por isso que falo essa licença foi mau planejada todos acha que pode fazer tudo que quiser vender,modificar, etc

    Quando esmola e demais o santo desconfia lembra disso heheh

    Abraços amigo e boa sorte ..
  • Avatar de mlrodrig
    Citação Postado originalmente por espiculo
    Aqui outra empresa , essa fez uma placa wireless para trasmição de tv e internet ,

    Também foi processados..
    Blog InfoWester » Pela primeira vez, empresa é processada nos EUA por violar GPL

    Por isso que falo essa licença foi mau planejada todos acha que pode fazer tudo que quiser vender,modificar, etc

    Quando esmola e demais o santo desconfia lembra disso heheh

    Abraços amigo e boa sorte ..
    Esta empresa foi processada por não entregar o código fonte. Nesse mesmo post que você indicou, está escrito:

    "A Monsoon utiliza o BusyBox em seu aparelho HAVA, mas não cumpre um dos requisitos da licença: a de distribuir o código-fonte do projeto, para que outras pessoas ou entidades também possam utilizá-lo."

    Em resumo, ao contrário do que você comentou, vender pode, desde que se cumpra com as demais obrigações do GPL.
  • Avatar de mlrodrig
    Citação Postado originalmente por espiculo
    Entendeu ??? você pode vender seu programa ... coloca um preço ...

    Mais se chegar um individuo e pedir para você o sorce de todo o projeto , você tera que manda para ele de graça ´pelo motivo que você esta usando um script glp .. Entendeu ??
    Aqui você já está trocando tudo. Você iniciou a conversa de que não podia vender.


    Citação Postado originalmente por espiculo
    Eu falava se liberasse o código o programa ia ficar vulnerável para ataques de hacker com certeza o juiz não ia liberar heheheh ..
    [/QUOTE]

    Não, não falou não. Você disse claramante o seguinte:

    "Mais verifica que significar GLP , 1- GLP não podera vender "

    Você não disse "pode vender mas tem que entregar o codigo fonte" ou "pode vender mas tem que seguir regras" ou "pode vender mas ai o código fica vulnerável a ataques". Você afirmou "não podera vender".

    Agora, complementando mais um pouco a sua afirmação, queria a opinião da comunidade Under-Linux: o que vocês acham da última frase dele "se liberasse o código o programa ia ficar vulnerável para ataques de hacker"? Sou só eu que não concordo? Eu não acho que liberar código fonte fica mais vulnerável a ataques, mas queria saber a opinião de mais gente.
    Atualizado 27-09-2009 em 07:37 por mlrodrig
  • Avatar de mlrodrig
    Citação Postado originalmente por espiculo
    SE PODE VENDER PORQUE MICROSOFT NÃO USSA ??? PQ MAC NÃO USSA ?? PQ TODAS EMPRESA MULTINACIONAL NÃO ACEITA ??? NO BRASIL PAYPAL,UOL,LIMAO, NÃO ACEITA ???
    A resposta para essa pergunta me parece simples: por que eles teriam que entregar o codigo fonte e não poderiam proibir a redistribuição.

    Citação Postado originalmente por espiculo
    EXISTE DUAS LICENSA GLP,LGLP
    Como o Magnum lembrou bem, não é GLP (GLP é sigla de gás liqüefeito de petróleo) é GPL.
    Quanto as licenças todos sabemos que existem várias licenças. O seu comentário inicial foi sobre a GPL.

    Citação Postado originalmente por espiculo
    A LGLP VOCÊ NÃO PRECISA DISTRIBUIR SEU PROGRAMA DE GRAÇA , A GLP SE ALQUEM PEDIR VOCÊ E OBRIGADO A DISTRIBUIR DE GRAÇA ,MAIS SE ELE QUIZER PAGARA POBLEMA DELE , MAIS SE VOCÊ FAZER UM NOTA FISCAL DIZENDO QUE ELE PAGOU FOI O PROGRAMA , ELE PODERA IR EM UM ADVOGADO E PROCESSAR A EMPRESA POR DANOS DE VIOLACÃO DIREITO AUTORAL...
    Rodamos, rodamos e voltamos ao mesmo ponto: você insiste que, de alguma maneira, existe algo de errado em vender um código GPL. Acho que já foi bem colocado acima esta questão, não vou insistir nesse tema.

    Citação Postado originalmente por espiculo
    E GNU NÃO E GLP ...
    Não sei se entendi a sua afirmação. Mas tirando do Wikipedia:
    GNU General Public License - Wikipédia, a enciclopédia livre

    Temos a seguinte frase:
    "GNU General Public License (Licença Pública Geral), GNU GPL ou simplesmente GPL, é a designação da licença para software livre idealizada por Richard Stallman no final da década de 1980, no âmbito do projecto GNU da Free Software Foundation (FSF)."

    Agora, se você está dizendo que GNU não é gás liqüefeito de petróleo, ai peço desculpas, pois entendi tudo errado então. Ai você estará certo, GNU não tem nada a ver com a indústria petrolífera.

    Citação Postado originalmente por espiculo
    descupa to programando falei tudo em caps ,
    [/QUOTE]

    Você programa tudo em caps??? Cuidado, a maioria das linguagens é case sensitive e as funções e bibliotecas são em minúsculas. A não que você esteja programando em BASIC ou PASCAL, ai tudo bem.
    Atualizado 27-09-2009 em 07:38 por mlrodrig
  • Avatar de
    Mais ai com você ira dar a noto fiscal para essa empresa ??? OU você não recolhe importo !!?? Fala que o programa não tem nota fiscal ??!!

    Mais se você quiser ai já e problema da empresa que ira vender seu programa ...

    So isso... Para eu fica inviável vender programas GLP, Ninquem vai compra pelo motivo que você tera que ter o codigo-fonte para dowload no seu site, e todos os programa com o txt do GLP, Você vai vende o programa com um txt escrito que o programa e de graça ??!! Com isso a empresa perderia seus creditos ..

    E outra ta atrasado com BASIC e PASCAL isso e dos anos 90 ..

    E VISUAL BASIC E DA Microsoft , hehehe Você tem que pagar para programar....

    E outro fica muito ruin usas com mysql começa a trava , tem que também cobra o banco de dados [I]Oracle[/I]... heheh pagar para programa essa e boa :P

    ... e muito cpu para o servidor da back . Não tem iteração com java ...

    Nois temos programação propria ..... PARA EVITAR SQL INJETION , ACUNIX

    Que esta sendo a mais usada hoje . jsp ,java

    E outro você não saber que o jquery e dual-licença ???

    Deixa tudo isso para o juiz e melhor ...

    Abraços..
  • Avatar de
    Outra amigo, eu falei que não poderia vende a coca-cola, não programa Gpl ...

    odas as latinhas tem que ter o texto da gpl..

    Acho inviavel isso que estou falando , programas aparte ...
    Atualizado 27-09-2009 em 11:23 por espiculo
  • Avatar de leojaco25
    Senhores, o que eu entendi é que o projeto GPL, e não GLP, é aberto, e gratuito. Isso significa que o programa, software, não pode ser vendido. Para ser vendido, você deverá colocar algo como adicional, tipo mão-de-obra, mídia. Por exemplo, eu posso vender um DVD do linux, mas somente o DVD, e não o Linux. E posso instalar o linux, e cobrar, mas somente a mão-de-obra, configuração, treinamento, etc, mas não o Linux em si.

    Isso é o que eu entendi. Me corrigam se eu estiver errado.
    E, a propósito, eu não li a GNU GPL, mas um amigo meu leu, e foi ele quem me explicou. E acho que a lei brasileira não tem nada para tratar deste assunto. Existe a lei de direitos autorais, mas não de direitos livres. Então, como eu disse, você não pode cobrar o SO Linux, mas o que você colocar de valor agregado, como mídia, serviço prestado, etc, pode cobrar.

    Até mais,
    Jaco.
  • Avatar de mlrodrig
    Citação Postado originalmente por leojaco25
    Senhores, o que eu entendi é que o projeto GPL, e não GLP, é aberto, e gratuito. Isso significa que o programa, software, não pode ser vendido. Para ser vendido, você deverá colocar algo como adicional, tipo mão-de-obra, mídia. Por exemplo, eu posso vender um DVD do linux, mas somente o DVD, e não o Linux. E posso instalar o linux, e cobrar, mas somente a mão-de-obra, configuração, treinamento, etc, mas não o Linux em si.

    Isso é o que eu entendi. Me corrigam se eu estiver errado.
    E, a propósito, eu não li a GNU GPL, mas um amigo meu leu, e foi ele quem me explicou. E acho que a lei brasileira não tem nada para tratar deste assunto. Existe a lei de direitos autorais, mas não de direitos livres. Então, como eu disse, você não pode cobrar o SO Linux, mas o que você colocar de valor agregado, como mídia, serviço prestado, etc, pode cobrar.

    Até mais,
    Jaco.
    Pode vender um software GPL, está inclusive explícito no FAQ do GPL:
    Frequently Asked Questions about the GNU Licenses - GNU Project - Free Software Foundation (FSF)

    Vender você pode, mas não pode proibir quem comprou de distribuir livremente. Você não vê isso ocorrer regularmente porque raramente alguém vai comprar algo que pode fazer download livremente ou obter sem custo.

    Por isso é normal que todo e qualquer negócio baseado no fornecimento de produto GPL tenha um valor agregado (por exemplo, enviar um DVD com distribuição Linux para você não ter que gastar 3 dias de download). Mas isso ocorre por uma razão prática (não se paga pelo que se pode obter de graça) e não por uma restrição legal do GPL.

  • + Enviar Comentário



    Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L