Ver Feed RSS

Tecnologia de Redes, Mobilidade e Inovação

OpenCola, o Refrigente Open Source

Avalie este Post de Blog
Não é brincadeira. Começou como uma estratégia para promover o movimento Open Source e acabou ganhando forma real. OpenCola é um refrigerante de cola (tipo Coca-Cola ou Pepsi) que tem fórmula aberta publicada dentro da Licença GNU.

O que começou como uma estratégia promocional virou produto e hoje existe uma empresa no Canadá que produz, engarrafa e vende. Será que o Open Source vai ameaçar a Coca-Cola?

Tem uma página do Wikipedia em português sobre o assunto:

http://pt.wikipedia.org/wiki/OpenCola

Mas a página completa é a em inglês:

http://en.wikipedia.org/wiki/OpenCola_(drink)
Categorias
Não Categorizado

Comentários

Página 1 de 4 1234 ÚltimoÚltimo
  1. Avatar de Pirigoso
    hehe muito legal!
  2. Avatar de
    Mais verifica que significar GLP , 1- GLP não podera vender , 2- qualquer projeto que você coloque alguma coisa GLP todo sistema fica GLP tera que disponibilizar free para quem pedir , VoÇe acha que o linux queria distribuir de graça seu sistema ??? Empresa grandes ficarão sabendo que ele desenvolveu seu sistema em editor glp com isso GLP no sistema dele, o TIU bill deve ter pulado 10 metro de altura :)

    Como vovo dizia , Quando esmola e demais o santo desconfia...
  3. Avatar de mlrodrig
    Citação Postado originalmente por espiculo
    Mais verifica que significar GLP , 1- GLP não podera vender , 2- qualquer projeto que você coloque alguma coisa GLP todo sistema fica GLP tera que disponibilizar free para quem pedir , VoÇe acha que o linux queria distribuir de graça seu sistema ??? Empresa grandes ficarão sabendo que ele desenvolveu seu sistema em editor glp com isso GLP no sistema dele, o TIU bill deve ter pulado 10 metro de altura

    Como vovo dizia , Quando esmola e demais o santo desconfia...
    O GLP não proíbe a venda. O GLP proíbe que se proíba a distribuição.
    Se eu pegar uma cópia de algo sobre GLP e vender por R$ 1.000,00, ótimo, sorte minha. Mas não posso proibir esse comprador de distribuir cópias gratuitamentes para quem ele quiser (ou vender cópias por R$ 999,00, por exemplo).

    Não sei se entendi quando você pergunta: "Você acha que o linux queria distribuir de graça seu sistema?". Mas a resposta direta a essa pergunta, da forma como você fez é: sim, o Linus (criador do kernel original do Linux) queria distribuir de graça o sistema dele.

    Se alguma empresa realiza algum desenvolvimento utilizando ferramentas GLP, nada mais justo que o resultado seja um produto GLP.
  4. Avatar de Magnun
    Só uma dúvida... Vocês estão falando em GLP pra la e GLP pra cá.... Será que vocês não queriam dizer GPL??

    Na verdade o mais correto é a GNU GPL (GNU General Public License) ou a GPL, que traduzindo seria a Licença Pública Geral. Mais informações aqui: GNU General Public License - Wikipédia, a enciclopédia livre


    Se for a GPL a quem vocês se referiam os dois cometeram alguns erros:

    1. Como o mlrodrig citou, a GPL não firma que a distribuição deve ser de graça. A GPL garante sim que, se você "adquirir" um programa GPL, você deve ter a liberdade de executar o programa com qualquer propósito, a liberade de de acesso ao código fonte e a liberdade de alterá-lo conforme sua necessidade.
    2. Agora, se vc usa "ferramentas GPL" seus resultados não necessáriamente deve ser GPL. Por exemplo, se eu uso um editor de texto livre, meu texto não precisa ser GPL. Mas se eu estou desenvolvendo um projeto e utilizo um trecho de código GPL, todo meu projeto deve ser GPL.


    Eu abordei a um tempo atrás esse assunto da GPL no meu blog em curso chamado Filosofia GNU. Vale a pena a leitura!

    Desculpa a intromissão, até mais...
  5. Avatar de mlrodrig
    Citação Postado originalmente por Magnun
    Só uma dúvida... Vocês estão falando em GLP pra la e GLP pra cá.... Será que vocês não queriam dizer GPL??

    Na verdade o mais correto é a GNU GPL (GNU General Public License) ou a GPL, que traduzindo seria a Licença Pública Geral. Mais informações aqui: GNU General Public License - Wikipédia, a enciclopédia livre
    Realmente não prestei atenção e troquei a sigla.

    Citação Postado originalmente por Magnun
    Se for a GPL a quem vocês se referiam os dois cometeram alguns erros:

    1. Como o mlrodrig citou, a GPL não firma que a distribuição deve ser de graça. A GPL garante sim que, se você "adquirir" um programa GPL, você deve ter a liberdade de executar o programa com qualquer propósito, a liberade de de acesso ao código fonte e a liberdade de alterá-lo conforme sua necessidade.
    1. A sua frase não ficou clara. Mas tenho a impressão que você, por alguma razão, está interpretando que eu, de alguma maneira, disse que a distribuição deveria ser de graça?

      Caso minha interpretação do seu texto esteja correta, como você pode chegar a essa conclusão se no texto afirmo que posso vender?

      Jamais disse que a distribuição deva ser de graça no GPL.

      Citação Postado originalmente por Magnun
    2. Agora, se vc usa "ferramentas GPL" seus resultados não necessáriamente deve ser GPL. Por exemplo, se eu uso um editor de texto livre, meu texto não precisa ser GPL. Mas se eu estou desenvolvendo um projeto e utilizo um trecho de código GPL, todo meu projeto deve ser GPL.
Citação Postado originalmente por Magnun
Nessa questão, do tipo "se uso um editor de texto GPL, o resultado tem que ser GPL". Existem, ao meu ver, três aspectos:

1- o texto GPL. Algo simples e curto. Como qualquer texto jurídico, deve ser interpretado perante as leis de cada país.
2- a interpretação que a comunidade open source dá ele
3- a interpretação que a Microsoft e outros dão a ele.

Para a comunidade Open Source, O GPL não obriga um texto criado em editor GPL seja GPL. Pela Microsoft essa interpretação é diferente.

Não quero entrar no aspecto que de quem está correto e de quem está errado, até porque quem decidiria isso seria um juiz frente as leis constitucionais de cada país. Também não quero entrar na discussão que qual motivação leva cada um dos lados a usar a interpretação.

Apenas quero deixar claro que isso não é um ponto pacífico e que está sujeito a discussão jurídica.

Por exemplo, se um cantor usa um site que usa Apache como servidor web para divulgar sua musica, essa música se torna obrigatoriamente Open Source? Segundo a comunidade Open Source não, mas segundo a Microsoft, o GPL não foi escrito corretamente e pode ser interpretado como sim.
Página 1 de 4 1234 ÚltimoÚltimo

+ Enviar Comentário




Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L