Ver Feed RSS

BLOG DO Administrador Linux

Manual de instalação de servidor de hospedagem dedicado profissional

Avalie este Post de Blog
Olá pessoal!
Neste post eu venho explicando e ensinando um pouco de como funciona e como instalar um servidor dedicado de Hospedagem profissional.

Bom vamos imaginar primeiro o ambiente neh!
Digamos que eu tenha 3 tipos de clientes.
vamos chama-los de:
Cliente1, Cliente2 e Cliente3...
O Cliente1 é uma empresa de grande porte que tem um e-commerce rodando em Java e banco em Postgresql.
O Cliente2 é uma empresa de medio porte com um website rodando em PHP e banco Mysql.
O Cliente3 é um webdesigner que um monte de sites simples para seus clientes apenas para visualizar fotos e outras coisas mais, usando HTML no máximo PHP com banco em Mysql.
--------------------------------------------------------------------------------------------------

Bom já temos a estrutura de clientes, agora vamos montar nossa estrutura física.
Vamos imaginar que tenhamos 2 Links, 1 de 10Mgs da embratel e outro de 4 Mgs da OI para Backup.

Teremos 4 servidores OK, vamos chamar de SRVFIRE, SRVCL1, SRVCL2 e SRVCL3.
O SRVFIRE é como o nome sugere um Firewall e tambem Gateway da rede... Nesse post nao vou abordar esse tipo de servidor, mas prometo que irei fazer um a respeito, é só continuar acompanhando os POSTs.

O SRVCL1 é um servidor Intel Xeon 2.2 com 8Gb de memo e HD 1TB... Nesse servidor ficará hospedado somente o site e banco de dados do CLIENTE1. Pois o Cliente1 necessita de um desempenho muito robusto. As empresas estão cobrando por ai uns R$ 650,00 por esse tipo de servidor, sendo que com a configuração um pouco abaixo desse que estamos comentando, um desse aki vc consegue algo em torno de 1400,00 a 1600,00.

O SRVCL2 é um servidor Intel Xeon 3.2 com 32Gb de Memo e 6 Hds de 1Tb... Nesse servidor ficará hospedados os do tipo Clientes2... São empresas ou pessoas que precisam de servidores avançados e dedicados. Nesse servidor instalaremos o Xen, Virtual Box ou Vmware e emularemos outros sistemas Ok... Acredito que já entenderam a intenção nesse aki... imagine que com essas configurações aki que consiga por para rodar até uns 30 Clientes. Imagine cobrar 200 Reais por cada umm.. isso daria pelos meus cálculos: R$ 6.000 por mês já imaginou ? caraks heim. rss

O SRVCL3 é um servidor Intel Xeon 2.2 Com 8Gb de memo e 2 Hds de 1TB. Nesse servidor ficará hospedado os Clientes3... São Empresas, Pessoas que querem Hospedar paginas simples em Html, PHP para Blogs, PortFolio e outras coisas simples. Nesse servidor poderíamos por com tranqüilidade uns 70 a 100 clientes, já vi pessoas dizerem que colocaram mais de 300, eu particularmente não faria isso. rs
Imagine que você cobre uns R$ 25,00 por mês de 70 clientes. Dá R$ 1750,00

Bom finalizando o lance desses clientes ai...
Por mes vc ganhando 1400,00 do Cliente1 + 6 Mil dos Clientes2 + 1750,00 dos Clientes3... Por mes vc tem: R$ 9150,00... Isso apenas com 3 Servidores... imagine uma Locaweb da vida ou uma UolHost. Caraca heim... Claro que vc tem q tirar o valor dos funcionarios, Link , Luz..
-----------------------------------------------------------------------------------------------

Vou só fazer um simples comentario sobre o Gateway da rede....
Imagine que voce tenha nos seus links 10 IPs validos cada um... como fazer para conseguir ter 101 clientes ??? que foi o numero de clientes que deu acima...
bom imagine que para o SRVCL1 eu dedique 2IPs 1 da conexão de 10mgs e outro da conexão de 4Mgs.
Para o SRVCL2 eu dedico 2 IPs da mesma forma que foi feito no SRVCL1...
E no SRVCL3 da mesma forma feita nos outros servidores.
Bom no SRVCL1 é facil entender como funciona, mas nos outros 2 ? dividindo o mesmo IP para varios clientes ?
Bom vou explicar, mas essa é outra coisa que vcs podem ter certeza que vou fazer um tutorialzinho tb. vlw..

Bom todos os IPs passam pelo Nosso SRVFIRE, ele recebe as requisições vindas da internet e repassa para cada Servidor Exato, agora como ele faz isso ??? simples com essa regrinha basica..

Código:
iptables -t nat -A PREROUTING -p tcp -d site.com.br --dport 80 -j DNAT –to IP_do_Servidor:80
só para ficar mais claro...

vamos imaginar 3 sites em 3 servidores diferentes usando o mesmo IP válido:
Código:
iptables -t nat -A PREROUTING -p tcp -d site1.com.br --dport 80 -j DNAT –to 10.10.10.21:80
 
iptables -t nat -A PREROUTING -p tcp -d site2.com.br --dport 80 -j DNAT –to 10.10.10.22:80
 
iptables -t nat -A PREROUTING -p tcp -d site3.com.br --dport 80 -j DNAT –to 10.10.10.23:80
Acho que deu para entender agora... Mas tambem deve ter essa configuração feita no APACHE o famoso Virtual Host.


Nesse Tutorial eu nao estou abordando nenhum programa controlador de Hospedagem, quem sabe mais a frente eu faça...
Agora sim vamos iniciar, me desculpem eu sei q falo muito mesmo. rsssss



Serviços a serem Instalados :

Apache ( servidor Web)
Ruby ( aplicativos Ruby )
Postgresql (Banco de Dados
Mysql ( Banco de Dados )
Jre ( Servidor de execução Java )
jboss ( Servidor de aplicativo Java )



1) Instalando o Apache2



1.1) Digite os seguintes comandos:

Código:
apt-get install apache2
apt-get install perl
1.2) Criando Subdomínios:
Sabe quando você entra num site e esse site tem um subdomínio.
Vou dar um exemplo mais especifico.
Vamos chamá-lo de www.site.com.br, digamos que você clique no link de vendas e o link redirecione para: http://vendas.site.com.br ou http://comercial.site.com.br.

Para isso o segredo é simples, vamos criar um virtual host.
Editando o arquivo httpd.conf e acrescentando ao final do arquivo os seguintes parâmetros.

<virtualhost www.vendas.site.com.br="">
</virtualhost>
Código:
<virtualhost www.vendas.site.com.br=""></virtualhost>ServerAdmin admin@siste.com.br
ServerName www.vendas.site.com.br
DocumentRoot /home/site/subdominios/vendas/
ScriptAlias /cgi-bin/ "/home/site/subdominios/vendas/cgi-bin/"
ErrorLog logs/vendas.site-error_log
TransferLog logs/vendas.site-access_log
Options Indexes SymLinksIfOwnerMatch
<virtualhost www.vendas.site.com.br="">
</virtualhost>



2) Postgresql

2.1) Instalando o Postgresql

Código:
#apt-get install postgresql
#apt-get install phpphadmin
2.2) Abra o arquivo /etc/phpphadmin/config.ini.php
Edite as seguintes linhas:

Código:
$conf['servers'][0]['host'] = 'localhost'; # Valor alterado para 'localhost'
$conf['servers'][0]['defaultdb'] = 'postgres'; # Valor alterado para 'postgres'
$conf['extra_login_security'] = false; # Valor alterado para "false"
2.3) Agora vamos criar um usuário no Postgresql, esse usuário será o usuário do cliente.

Código:
#Su postgres
$Createuser –P usuário
2.4) Agora edite o arquivo /etc/postgresql/versão_ex: ( 8.3 ) /main/postgresql.conf
Na linha:
Listen_addresses = ‘localhost’
Deixe-a assim:
Listen_addresses = ‘*’


2.5) Agora edite o arquivo /etc/postgresql/8.1/main/pg_hba.conf

Nas linhas:
#"local" is for Unix domain socket connections only
local all all ident sameuser

Comente ("#") "local all all ident sameuser", assim:
"local" is for Unix domain socket connections
#local all all ident sameuser

E, em:
# IPv4 local connections:
host all all 127.0.0.1/32 md5
Deixe:
# IPv4 local connections:
host all all 0.0.0.0/0 md5

2.6) edite o arquivo: /etc/phppgadmin/apache.conf

Altere a linha:
deny from all
Para:
allow from all



3) INSTALANDO O MYSQL


3.1) Digite os seguintes comandos:
Código:
#apt-get install mysql-server
Defina a senha do usuário root
Código:
#apt-get install phpmyadmin
Pronto... Foi muito dificil... rs




4) Instalando o Ruby



4.1) Digite os seguintes comandos:
Código:
#apt-get install ruby
#apt-get install ruby-gems
4.2) Caso o apt-get install ruby-gems nao funcione baixe o pacote e salve em /opt:
http://rubyforge.org/frs/download.ph...gems-0.9.4.tgz
agora execute os seguintes comandos:

Código:
#cd /opt
#tar –zxvf rubygems-0.9.4.tgz
#ruby setup.rb
5) Instalando o JRE



5.1) Faça download do java-jre mais atualizado no formato .bin no site:
Java SE Downloads - Sun Developer Network (SDN)
salve o arquivo em /opt
execute o comando:
Código:
#sh /opt/sun-java-jre.versao.bin
Foi criado uma pasta com o nome java-jre-versao, renomeie essa pasta para (java) apenas para facilitar sua indicação.

5.2) Depois adicione as seguintes strings no final do arquivo /etc/profile

Código:
export JAVA_HOME=/opt/java
export CLASSPATH=JAVA_HOME/lib:$CLASSPATH
export PATH=$JAVA_HOME/bin/:$PATH
export MANPATH=$JAVA_HOME/man:$MANPATH
6) Instalando o Jboss



6.1) Baixe o jboss e salve na pasta /opt
jboss.org: community driven
Descompacte o arquivo na pasta /opt e mude o nome da pasta para /opt/jboss

6.2) Adicione essas strings ao final do arquivo /etc/profile

Código:
JAVA_HOME="/usr/lib/jvm/java-1.5.0-sun-1.5.0.17"
JBOSS_HOME="/var/jboss" 
export JBOSS_HOME JAVA_HOME
6.3) Vamos só testar, se esta funcionando, execute o seguinte comando:
Código:
#sh /opt/jboos/bin/run.sh –b (ip_da_sua_maquina)
OBS: se o IP do servidor for: 10.10.10.20 o comando vai ficar assim:
Código:
#sh /op/jboos/bin/run.sh –b 10.10.10.20
OK…
Pronto para acessar e ve se esta funcionando acesse: http://ipdoservidor:8080

6.4) Colocando o jboos no init.d
Olha só não é tão complicado assim, eu já vi um tutorial na internet o cara começa a ensinar como instalar o jboos, quando chega nessa parte o cara cria um script maluco para fazer a inicialização, não sei se é pq ele se enrolou, ou talvez tenha uma boa explicação para isso... algumas pessoas se enrolam nessa parte, devo confessar a vocês que a primeira vez que fui fazer esse procedimento eu também me enrolei, foi na antiga empresa que eu trabalhava.
Vamos lá:
Copie o arquivo /opt/jboos/bin/jboss_init_hadhat.sh para /etc/init.d/
Agora abra o arquivo que vc colou e edite as seguintes linhas

Altere o caminho para o caminho do jboss ex: ( /opt/jboss )
JBOSS_HOME=${JBOSS_HOME:-"/usr/local/jboss"}

Altere o caminho para o caminho do java ex: (/opt/java)
JAVAPTH=${JAVAPTH:-"/usr/local/jdk/bin"}

Substitua o –c por –b (ip_da_maquina ) como fizemos acima…
JBOSSSH=${JBOSSSH:-"$JBOSS_HOME/bin/run.sh -c $JBOSS_CONF $JBOSS_BIND_ADDR"}

Pronto Reinicie a maquina e estara rodando o Jboss.


Vou postar isso porém eu não recomendo... ( como trocar a porta do jboos de 8080 para 80.
OBS: caso seja feito esse procedimento, lembre-se que você não poderá ter o apache rodando na maquina pq o apache usa a porta 80... da mesma forma se vc for usar a porta 8080 do jboos vc não poderá ter o dansguardian rodando na maquina OK>...

Para trocar a porta do jboos de 8080 para 80 basta editar o seguinte arquivo
/opt/jboss/server/web/deploy/jbossweb.sar/server.xml

Localizer a seguinte linha
<conector port="?8080?" address="" ...="">
Altere o 8080 para 80...
Pronto.</conector>

Atualizado 07-11-2009 em 01:51 por lovenique (correçao de alguns erros...)

Categorias
Artigos , Noticias , Dicas

Comentários

  1. Avatar de MarcusMaciel
    lovenique,

    fiz algumas alterações no seu texto. Porém para os proximos de uma olhada aqui Usando bbcodes no fórum
  2. Avatar de lovenique
    Citação Postado originalmente por MarcusMaciel
    lovenique,

    fiz algumas alterações no seu texto. Porém para os proximos de uma olhada aqui Usando bbcodes no fórum
    Obrigado pela dica Marcus.. e pela melhorada do visual aki do post.. nos somos Charas de sobrenome.. vlw..
  3. Avatar de Pirigoso
    cara acho que vc viajo um pouco no iptables nos redirecionamento, pra falar a verdade ta faltando a configuracao do bind neste seu how-to

    Critica contrutiva, sem treta!
  4. Avatar de lovenique
    Citação Postado originalmente por Pirigoso
    cara acho que vc viajo um pouco no iptables nos redirecionamento, pra falar a verdade ta faltando a configuracao do bind neste seu how-to

    Critica contrutiva, sem treta!
    Que bom amigo, criticas sempre são boas, sendo positivas ou negativas.
    Bom a regra do Iptables existe sim, fazer tipo um "virtual host" do apache, porém eu vou avaliar se essa regra tem algum erro... Melhor ainda, essa semana eu vou fazer uns testes para te dizer se funciona ou nao. OK.... caso nao funcione eu corrijo
  5. Avatar de thefox
    muito bom... parabéns, só falta coloca em pratica.

+ Enviar Comentário




Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L