Ver Feed RSS

Negócios & TI

Metodologias vs Serviços

Avalie este Post de Blog
Quem nunca se deparou com diferentes conceitos que prometem melhorar sua qualidade de delivery? Quão pronta está sua empresa para adotar um framework de TI?

Estas dúvidas são constantes nas mentes dos gestores de TI, e o importante na hora de escolher um framework é entender que o segredo está no timing da implementação. Um framework nada mais é que um conjunto de boas práticas e ferramentas desenhadas para maximizar fatores chave de um processo tais qual performance e qualidade.

Não se enganem, o caminho é longo e sinuoso, muitas vezes é preciso mudar a cultura da empresa --e consequentemente de seus empregados--, e é necessário que o processo seja bem planejado e até 'lento'. Dificilmente você ganha aceitação através de imposições ou embaralhando as práticas de seus recursos. Lembre-se, são eles que fazem a empresa funcionar, e qualquer mudança (boa ou ruim) é diretamente proporcional a seu nível de qualidade.

É de se esperar então, que qualquer ação seja bem planejada e implementada no momento adequado. Mas qual é o momento certo?
Existem alguns fatores a considerar:


  • Seu ambiente é estável?
  • Seu projeto/programa é novo?
  • Você está passando ou recentemente passou por mudanças?
  • Quão dependente seu processo é de terceiros?



  1. Se seu ambiente é --está-- estável (bem ou mau), então seu momento é oportuno para implementar políticas de melhoria.
  2. Se seu projeto/programa é novo. Você deve avaliar se possui dados suficientes para trabalhar com quaisquer prospectos de melhoria; Ou seja, você já tem dados concretos que possam te prover um comparativo válido para pensar em melhoras?
  3. Se você está passando ou passou recentemente por mudanças, é importante avaliar se o momento é oportuno para novos caminhos, sua empresa pode não estar estável o suficiente para lidar eficientemente com um processo redesenhado.
  4. Se parte de seu processo envolve terceiros, é imperativo que você tenha em mente que eles podem não estar de acordo com mudanças, e avaliar se a mudança em apenas parte de um todo é suficiente para suprir suas necessidades.


Uma vez certo de que o momento é oportuno, o gestor de TI deve selecionar qual framework lhe é mais adequado, e a partir dai passar para o planejamento. Lembre-se, falhar em se planejar é planejar-se a falhar!

ITIL, Lean, Six Sigma e COBIT (E até SOX -apesar de ser apenas uma série de regulamentos e padrões e não um framework em si-) são alguns dos frameworks mais bem difundidos na indústria de TI atual; Durante as próximas semanas irei publicar artigos referentes a cada uma delas, contendo uma visão geral para que vocês possam entendê-las melhor.

Atualizado 18-03-2010 em 17:45 por Fernando

Categorias
Negócios

Comentários


+ Enviar Comentário




Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L