Ver Feed RSS

edmarmega

Proposta de abertura de empresa scm

Avalie este Post de Blog
PROPOSTA DE ABERTURA DE EMPRESA SCM


Abertura de uma empresa de Telecomunicação ex: NovaEra Telecom

Tira SCM em nome desta nova empresa.

Contratar Link em nome desta nova empresa, assim como fazem as associações.

Sistema de cobrança unificado, todas as (sócios) empresas filiadas teriam suas cobranças feitas por esta empresa.

Contrato, seria feito o contrato entre esta empresa e o cliente final.

Poderia ser feito compras de equipamentos em quantidades grandes com preços baixos.

Esta empresa por sua vez após retirar a despesas administrativas de cobrança, 0800, link, porcentagem da empresa referente a pesquisas e caixa, pagamento dos impostos, e despesas cabíveis que caberia a cada filiado, tendo o liquido repassado para o mesmo.


O que fica para o Filiado:

Direito de atender a cidade onde esta situado. (apenas um por município)

Busca de novos clientes, instalação, manutenção, e todo serviço inloco.

Direito de participar de cursos palestras workshops, organizados pela empresa.

Poder colocar a cabeça no travesseiro e dormir sem o medo da ANATEL, jogar todo seu investimento fora.

E outros mais que não vejo a necessidade de citar pois vocês mesmos podem faze-los.

De sua sugestão, este é apenas um sonho quase projeto piloto.

Agradeço desde já a atenção dos amigos que se prestaram a ler.
Categorias
Não Categorizado

Comentários

  1. Avatar de MediaFlex
    Deixa eu ver se entendi, você esta oferecendo seus serviços?
  2. Avatar de edmarmega
    Citação Postado originalmente por MediaFlex
    Deixa eu ver se entendi, você esta oferecendo seus serviços?
    Ola amigo na verdade não eu ofereço uma solução para pequenos provedores assim como o meu, que tenho apenas 60 clientes, e perco a cada dia mais clientes devido ao preço cobrado pelos concorrentes, que colocam um adsl e puxam para 18 casas ou mais, sem suporte, sem despesas, sem funcionarios, sem alvara, ou seja sem nada, que nos provedores temos que pagar, e ainda temos que mal dormir a noite com medo de que a Anatel venha e lacre nosso ganha pão.
    E sem falar que com essa empresa deixariamos de ser simples péquenos, e sim uma empresa grnade que pode dar melhor atendimento que as teles, pq nos somos do povo, e conhecemos nossos clientes de comprimenta-los na rua quando passam por nos, uma empresa como essa seria uma empresa na qual aposto que politicos investiriam verbas para fazer a tal falada inclusão digital, pq eles sabem que nos pequenos somos quem vai trazer votos para os mesmos.
    Essa é minha sugestão, dei a minha cara a tapa de sugerir, agora quero sugestões e interessados. seja bem vindo se tiver interesse.
  3. Avatar de edmarmega
  4. Avatar de MediaFlex
    Caro, Amigo é o seguinte: Tenho um pequeno provedor no interior de São Paulo, tenho uma empresa devidamente constituída, para fins de 6110-8/03 SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA – SCM, 6190-6/01 PROVEDORES DE ACESSO ÀS REDES DE COMUNICAÇÕES, como também tenho 0800, link dedicado, suporte online, torre com projeto de um engenheiro e liberada o uso pela prefeitura e outros itens, já com a solicitação do projeto junto a Anatel. Portanto o que vejo é o baixo valor cobrado para liberar um provedor, pois em minha cidade o dia que Anatel vier será um verdadeiro “Deus nós Acudam”, pois o que tem de provedor de fundo de quintal, esta fora do comum, e outra coisa também grandes e médios provedores em minha cidade com apenas contrato de gaveta Chamados de “parcerias” que não são legitimados pela Anatel, mas vem fazendo o papel do eu acredito ter, de um lado os pequenos provedores, de outro a Anatel, que por falta de fiscalizações vem deixando correr estas mentiras e falsidade e dificultando o trabalho de quem quer realmente trabalhar na legalidade, não por falta de recursos para obiter a licença e sim em relação a deslealdade dos provedores de fundo de quintal que usa ADSL e faz 20 links de 29,90. Não vou negar procurei sim, ter uma parceria no inicio, mas tiveram a cara de pau de pedir 1.800,00 Reais por mês, isso é um absurdo. Sou a favor do preço da licença ser de 20 mil ou até mais, pois assim fica apenas quem realmente tem interesse em qualidade e não AVENTUREIROS e OPORTUNISTAS.
  5. Avatar de lfaria
    Mediaflex,

    Não adianta aumentar ou dificultar a legalização dos provedores "piratas", só vai aumentar essa "pirataria".

    É mais produtivo incentivar os diversos provedores a se legalizar e trabalhar corretos. Com isso se cria "massa crítica" e cultura de se trabalhar bem. Além disso todos, agora em maior número, vão querer eliminar os maus e cobrar uma fiscalização decente.

    Lauro Faria
    BDI BBS - Banco de Dados Integrado - Lan House, Mikrotik, Wordpress, Suporte, Atualidades e Blog.
  6. Avatar de pedrovigia
    acho a ideia do edmarmega muito boa ...
    Atualizado 23-04-2010 em 13:26 por pedrovigia (ortografia)
  7. Avatar de edmarmega
    Citação Postado originalmente por MediaFlex
    Caro, Amigo é o seguinte: Tenho um pequeno provedor no interior de São Paulo, tenho uma empresa devidamente constituída, para fins de 6110-8/03 SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA – SCM, 6190-6/01 PROVEDORES DE ACESSO ÀS REDES DE COMUNICAÇÕES, como também tenho 0800, link dedicado, suporte online, torre com projeto de um engenheiro e liberada o uso pela prefeitura e outros itens, já com a solicitação do projeto junto a Anatel. Portanto o que vejo é o baixo valor cobrado para liberar um provedor, pois em minha cidade o dia que Anatel vier será um verdadeiro “Deus nós Acudam”, pois o que tem de provedor de fundo de quintal, esta fora do comum, e outra coisa também grandes e médios provedores em minha cidade com apenas contrato de gaveta Chamados de “parcerias” que não são legitimados pela Anatel, mas vem fazendo o papel do eu acredito ter, de um lado os pequenos provedores, de outro a Anatel, que por falta de fiscalizações vem deixando correr estas mentiras e falsidade e dificultando o trabalho de quem quer realmente trabalhar na legalidade, não por falta de recursos para obiter a licença e sim em relação a deslealdade dos provedores de fundo de quintal que usa ADSL e faz 20 links de 29,90. Não vou negar procurei sim, ter uma parceria no inicio, mas tiveram a cara de pau de pedir 1.800,00 Reais por mês, isso é um absurdo. Sou a favor do preço da licença ser de 20 mil ou até mais, pois assim fica apenas quem realmente tem interesse em qualidade e não AVENTUREIROS e OPORTUNISTAS.
    Na verdade amigo isso de você querer que a licença custe de 20.000 ate mais , isso é porque vc ja tem a sua, então essa proposta não é de interesse seu, mas por outro lado se sai-se do papel, poderia sim te ajudar pois sua empresa poderia receber link a um custo ainda mais baixo do que vc paga, pois esta é uma das metas, pensa bem, nao atire pedras, no que você faz questão de não compreender.

    Digamos o senhor viria a fazer parte do grupo mesmo que não no SCM, de repente, isso impediria que outro de sua cidade fizesse parte, e ainda conseguiria reduzir seus gastos.

    Isso é uma proposta, para ser discutida e analisada, e agradeço a sua opinião, e quero faço questão que continue, pois não são apenas de elogios e idéias que saem as melhores coisas ou empreendimentos.

    Alias o senhor teria interesse em abrir as portas da sua empresa para investimento externo, outros provedores, nós pequenos?

    Alguem que possua SCM teria interesse nisso?

    Quantas das grandes empresas vocês conhecem que é de um pequeno grupo ou de uma pessoa, são poucas, pq? pq poucas pessoas tem a coragem de aceitar outras pessoas dentro de suas empresas, pq para não dizer esta empresa já não é só minha, pergunte aos seus funcionários o que eles achariam de ser sócios em sua empresa, eles trabalhariam com mais gosto, e mais vontade, por isso empresas como a Petrobrás possuem entre seus acionistas seus funcionários, e pessoas da sociedade, porque ao invés de vc brigar com seus concorrentes que não possuem SCM ai na sua cidade, vc nao puxa eles para seu lado, quantos clientes isso seria para sua empresa, quanto isso arrecadaria, e quanto isso, melhoraria sua infra e reduziria o nivel de ruido na spectro, se eu tivesse um concorrente com wi-fi na minha cidade eu o chamaria para ser sócio, e assim cresceriamos os dois, e não a Telecom que nos fornece link.

    Até mais obrigado, continue dando sua opinião, ela é importante para mim.

    Tenha um bom dia.
  8. Avatar de edgardmi
    Olá, edmarmega!
    Eu tenho uma sugestão de onde voce pode buscar essa ajuda.
    Você já ouviu falar de crowdsourcing? É um conceito semelhante ao open source, pouca coisa muda. Visite o site www.crowdlabore.com.br.

    Espero ter dado alguma ajuda.
    Edgard A Michel - edgard@markethouse.com.br
  9. Avatar de MediaFlex
    Citação Postado originalmente por lfaria
    Mediaflex,

    Não adianta aumentar ou dificultar a legalização dos provedores "piratas", só vai aumentar essa "pirataria".

    É mais produtivo incentivar os diversos provedores a se legalizar e trabalhar corretos. Com isso se cria "massa crítica" e cultura de se trabalhar bem. Além disso todos, agora em maior número, vão querer eliminar os maus e cobrar uma fiscalização decente.

    Lauro Faria
    BDI BBS - Banco de Dados Integrado - Lan House, Mikrotik, Wordpress, Suporte, Atualidades e Blog.
    Lauro, o texto tem duplo sentido, desculpe, mas se você ler e interpretar como sindicalista, você verá farpas e não foi isso que tentei passar. O que quis dizer, embora de forma singela e precavida para não destratar injustamente pessoas de boas índoles como o nosso amigo que criou o post, propus uma idéia de debate rígido para homologações de provedores, por se tratar de uma coisa simples, não acredito em associações, sindicatos, e qualquer outra forma de ludibriar e enganar as pessoas com o intuito de ajudá-las, e promover o bem estar social e a integração dos menos favorecidos, isso é conversa fiada de políticos e falsários, ainda mais onde concentra volumes de dinheiros de terceiros na gestão de um grupo onde bem gerido é a salva guarda de muitos, quando mal geridos é a ruína de quem já tem tão pouco. Por saber que corruptos e corruptores andam as espreitas de coisas assim é que sou cético quanto as gestões destas associações e entidade filantrópicas, públicas, governamental, religiosa e empresarial, portanto, esta forma de gerar e administrar pequenos provedores e auxiliá-los é conto de vigário, não desmerecendo a idéia do criador do post e nem questionando a índole do mesmo. Pelo amor de Deus, não interprete mal, apenas estou falando da real situação brasileira onde qualquer forma de ajudar é uma forma de ganhar a credibilidade, e após isso, corromper o sistema.
    Quando referi a um valor mais alto foi com intuito de desestimular o crescimento desordenado de pequenos provedores sem ideal, apenas para prover adsl em um link wireless com equipamentos sem procedências, sem homologação juntos aos órgãos competentes, onde muitos até fabricam suas próprias antenas para fins de prover meias dúzias de gatos pingados e intitulam-se provedores, usam equipamentos de baixa qualidade, não se tem responsabilidade com o cliente, pois não são monitorados e nem cobrados pelas autoridades agindo impunemente, fazendo assim o crescimento da malha dos maus serviços e a crescente fama negativa das redes wireless. Do outro lado estamos nós, que temos vontade de crescer, criar nossos filhos, atender nossos clientes com responsabilidade, usar equipamento de ponta homologado com nota fiscal, pagar funcionários, ter equipamento de segurança do trabalho, trazer atualizações freqüentes para nossos backbone, disponibilizar pronto atendimento de fácil e ágio acesso a central de apoio técnico com 0800, suporte online e outros. Somos taxados de egoístas e centralizadores da tecnologia, empecilho de acesso democrático as redes sem fio, isso sem contar que quando uns e outros são presos, os primeiros da lista, causadores das denuncias sempre somos nós os culpados, os senhores feudais da tecnologia wireless, nunca são os vizinhos que vivem reclamando do serviço ruim, que vive caindo, etc. Temos de levar em conta que a Anatel não é um bicho de sete cabeças para quem quer trabalhar na honestidade e legalidade. Os valores podem ser divididos, os prazos é acessíveis, e o projeto é simples, pois é padrão para todos. Assim como a maioria que inicia neste ramo comecei com muito pouco, cerca de 8mil reais e mesmo assim perdi tempo com pessoas indignas e aproveitadoras da pouca instrução dos outros. Hoje não sou grande, minha clientela é pequena em vista de muitos, até mesmo na minha cidade sou o menor dos menores, não me preocupo com isso, apenas faço meu trabalho e vou levando pelos caminhos da honestidade, sem sair do conceito que é: Com isso que vou criar meus filhos.
    Espero que tenha entendido o que quis dizer, não sou a favor de associações e nem de parceria para administrar grupos de espécie alguma, nem na lavoura, nem na indústria, nem nos bairros, e nem muito menos em provedores.
    O caminho é um só para todos. Busquem o caminho da legalidade individualmente e parem de esperar por outros, pois este é sempre o principio da impunidade.
    Vou dar um pequeno exemplo do funcionamento deste tipo de coisa, não que a idéia não seja boa, mas na pratica é que são elas. Em Todos os países desenvolvidos os transportes de massa funcionam bem. Milhares de pessoas por acreditar no sistema, deixam os carros em casa e vão de metro, ônibus, para seus trabalhos, passeios, encontros e outros compromissos do dia a dia, isso lá onde as leis funcionam e a democracia é democracia, aqui onde nem o transporte de massa funciona por causas obvias de genes da corrupção e má administração, espera-se que estas associações funcionem, devemos ser práticos e honestos, se não com os outros (que é o caso de muitos), apenas com nós mesmos. O caminho é a legalidade, isso não resta dúvidas, apenas não devemos buscar remédios paliativos para uma coisa onde existe apenas uma fórmula de sucesso, e todos sabemos disto decór e salteado, como é e como funciona, mas por possuir os genes brasileiros, buscamos burlar o sistema e enrolar para não pagar o que será nossa salva guarda.
  10. Avatar de lfaria
    Seu texto está muito grande para ler no domingo. :-)

    Infelizmente nossa história como país leva a essa conclusão, mas não devemos atrapalhar os acontecimentos só porque alguém vai se dar bem. Não concordo com isso, mas sempre lembro de uma passagem do Maluf, "eu roubo mas faço" (não sei porque associei a frase a ele). :-)

    Eu penso "culturalmente". Acho a legalização deve ser facilitada, menores custos e mais informações. O simples fato de se exigir um projeto, equipamentos homologados e uma empresa legalmente constituída, já força o provedor a trabalhar dentro das normas. Em vez de 1000 piratas com amplificadores, quem sabe 1000 provedores trabalhando dentro das normas e não atrapalhando. E se a informação e cultura forem bem trabalhadas, serão 1000 provedores a se fiscalizarem, uns aos outros, pois vai ser bem mais fácil a Anatel pegar e fiscalizar. É cultural.

    No mais é uma discussão extensa, remonta mais ou menos 500 anos...

    Lauro Faria
    Serviço de Comunicação Multimídia - Coletânea - BDI BBS
    (Minha tentativa de ajudar nesse processo)

    .
  11. Avatar de MediaFlex
    Citação Postado originalmente por lfaria
    Seu texto está muito grande para ler no domingo. :-)

    Infelizmente nossa história como país leva a essa conclusão, mas não devemos atrapalhar os acontecimentos só porque alguém vai se dar bem. Não concordo com isso, mas sempre lembro de uma passagem do Maluf, "eu roubo mas faço" (não sei porque associei a frase a ele). :-)

    Eu penso "culturalmente". Acho a legalização deve ser facilitada, menores custos e mais informações. O simples fato de se exigir um projeto, equipamentos homologados e uma empresa legalmente constituída, já força o provedor a trabalhar dentro das normas. Em vez de 1000 piratas com amplificadores, quem sabe 1000 provedores trabalhando dentro das normas e não atrapalhando. E se a informação e cultura forem bem trabalhadas, serão 1000 provedores a se fiscalizarem, uns aos outros, pois vai ser bem mais fácil a Anatel pegar e fiscalizar. É cultural.

    No mais é uma discussão extensa, remonta mais ou menos 500 anos...

    Lauro Faria
    Serviço de Comunicação Multimídia - Coletânea - BDI BBS
    (Minha tentativa de ajudar nesse processo)

    .


    Lauro, atrapalhar jamais, quem me conhece pessoalmente sabe que não meço esforços para ajudar outras pessoas, apenas não concordo com esta ironia, de que a solução está nos caminhos alternativos de associações, cooperativas e outros meio de sociedades baseadas no sistema de células.
    O progresso vem com sistema rígido e unificado de políticas enérgicas e acima de tudo estruturadas, sem essa de ter mil, ou dois mil homologados ao invés de mil piratas, eu vejo, que bom seria ter 3000 homologados e zero piratas, mas isso só ocorrerá através de política de conscientização e não esperar que fique crônico para se ter uma solução.
    Quando iniciei, já tinha um objetivo, que era ter uma empresa sólida e respeitada, pelo serviço prestado divididos em três fases:

    1º Na venda do produto com sistema de comodato sem multa de cancelamento do serviço, e sem fidelidade de 12 meses em um sistema pré-pago, onde o cliente se responsabiliza pela guarda e zelo dos aparelhos, onde caso aja qualquer ocorrência, fora da normalidade ele responsabiliza por reembolsar a empresa no valor de nota fiscal dos aparelhos a ele disposto em comodato.
    2º No período de implantação com explicações e configurações que certifiquem do bom uso dos serviços prestados, onde o pacote oferecido conta além do acesso a rede mundial de computadores, email personalizado de 5GB para cada cliente, antivírus em toda rede e outros serviços para a real comodidade dos clientes.
    3º O terceiro para mim é o principal chamado de “pós Venda”, onde o serviço de atendimento ao cliente é eficiente, as orientações são ágeis e a forma de tratamento dos atendentes é em linguagem simplificada de fácil entendimento, com isso diminuindo o tempo da solução de cada chamado. Isso é solução satisfatória em minutos.

    Você conhece quem tem vontade de crescer e ser um prestador de serviço referencial e não propagar e incentivar as criações de entidades de massa, com intuito de regularizar, estruturar sem a mínima objetividade, ou seja, criar mais polêmica onde já existem tantas.
    Devemos sim conscientizar para a regularidade, mas acima de tudo exigir formações e capacitações dos empreendedores e seus prestadores de serviço. Não adianta ter vontade e no ter capacidade, quando não se começa correto é o mesmo que fazer força contra o jeito.
    Pois bem, para não se tornar um debate enjoativo e sem fundamento, respeito sua opinião e parabenizo o criador deste post pela coragem em expressar suas idéias, tenha certeza que este é o caminho o diálogo e a discussão em busca de uma solução para os problemas crônicos dos piratas, que abrange não só os provedores de fundo de quintal como são conhecidos, como também os fornecedores de produtos vindo das fronteiras sem homologação, sem garantias, sem notas e prejudicando o mercado interno e facilitando a impunidade dos milhares conscientes proprietários destes provedores.

    Minha opinião é formada, mas respeito todas outras, afinal esta é a democracia, devemos ceder às adequações para formação Plurilateral das idéias, com um único objetivo, o bom aproveitamento das tecnologias para todos, na conformidade da constituição de um povo consciente, e seguro que o conhecimento é o caminho para o bem estar de todos.

    at. MediaFlex
  12. Avatar de edmarmega
    lfaria e MediaFlex, muito obrigado pelas respostas e e desejo que continuem e me ajudem a trazer mais gente para colaborar, pois só assim veremos quais são os reais interesses de cada um, provedores com SCM e sem SCM.

    Mais uma vez obrigado, continuem, gosto de saber a opinião de todos no ramo.
  13. Avatar de Jaiso
    Queira muito tbm ser Socio e tirar uma SCM ... Estou vendo as condiçoes ate o proximo semestre se Deus Quiser vou entrar em contato com a MEGALINK falam que e muito boa ...
  14. Avatar de edmarmega
    Pois é amigo, infelizmente nao pude esperar por montar essa cooperativa, e tive que tirar a minha na raça mesmo, por azar do destino um inutil da vida, me denunciou antes de obter minha outorga, e fui lacrado, voltei a ativa na semana da Pascoa, agora mes de Junho terei que pagar R$3.000,00 de SCM, mais R$3.010,80 de multa por ter ela, veja que merda.
    E por mal do luxo comecei um projeto de internet a cabo, so nao sei de onde irei tirar tanto dinheiro.
    att

+ Enviar Comentário



Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L