Ver Feed RSS

Tecnologia de Redes, Mobilidade e Inovação

Nova tecnologia permite transmissão de dados utilizando o campo magnético da Terra

Avalie este Post de Blog
---

São Paulo, 01 de Abril de 2012

O campo magnético da Terra é ainda um grande mistério. Artigos como este deixam claro que a origem exata do nosso campo magnético ainda é um mistério (segundo o próprio Albert Eistein dizia, um dos maiores mistérios que a ciência ainda não desvendou). Existe várias teorias, porém nenhuma explica exatamente o comportamento desse campo magnético nem porque ele varia com o tempo.

No entanto essa incerteza sobre a sua origem nunca foi impedimento para que os humanos usassem esse magnetismo em seu benefício. Desde as grandes navegações na idade média, por exemplo, se usam as bussulas como indicadores de direção.

Agora uma nova tecnologia busca criar uma combinação das redes sem fio (que usam ondas eletromagnéticas, porém de origem nas antenas) com o aproveitamento das onda magnéticas da Terra. A idéia é gerar pequenas flutuações no campo magnético da Terra, que possam ser detectas a grandes distâncias, independentemente dos obstáculos (afinal, o campo magnético da Terra cobre qualquer obstáculo, por maior que seja).

A idéia não é nova, já em 1930 Nikolas Tesla fez alguns experimentos com transmissão telegráfica via ondas magnéticas da Terra, porém as variações naturais do campo da Terra causavam interferência excessiva, impedindo o seu uso eficiente.

Com o advento de tecnologias de modulação OFDM (muito mais sensíveis e imunes à interferências) e o aumento massivo do poder de computação dos processadores agora é possível fazer um mix dessas tecnologias.

Em teoria será possível transmissão de até 1Gbs em distâncias maiores que 100Km, porém os primeiros produtos comerciais (que devem sair ainda este ano) devem ser limitados a taxas de 200Mbps e distâncias de 20Km por receio que essa tecnologia possa causar interferências em sistemas de navegação de aviões (que ainda utilizam bussulas para garantia de navegação). Com e tempo, e se a tecnologia se provar eficiente, devem surgir soluções comerciais de maior performance.

Para finalizar, se você é daquelas pessoas menos atentas, por favor só comente, repasse ou reposte este artigo apartir de amanhã, dia 02 de Abril.

Atualizado 01-04-2012 em 13:20 por mlrodrig

Categorias
Artigos

Comentários

Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
  1. Avatar de demattos
    Bom, como hj e dia da mentira vou seguir sua remendacao, rrrsrsrs, amanha volto a comentar rrsrsrs
  2. Avatar de deson00
    vi essa informação a 1 ano atraz por fonte nao confiavel resumindo alguem na rua... nao acreditei mas agora vejo o quanto estava errado.
    devemos acreditar nas pessoas pelo mais que nao pareça verdadeiro.
  3. Avatar de uesleycorrea
    Quase acreditei até ver a data da postagem... 1º de Abril?
  4. Avatar de saryshagan
    As vezes a realidade pode ser mais estranha que a ficção, certo? :D

    Vale lembrar que "Magnetismo" e "Eletricidade" são duas faces de uma mesma moeda. Pode até [ser|parecer] piada atualmente (nesta tua publicação de 1º de Abril), mas quem sabe um dia...

    Até porque, se já conseguem enviar e receber dados através de neutrinos (a segunda invenção mais surpreendente da humanidade, só perdendo para a máquina debulhadora de milho xDDD), o que mais faltam inventar?

    :P

    Ah! E, lembrem-se de acender uma vela para "São Tesla" todas as noites, OK!? Sem as invenções de Nikola Tesla, nossa sociedade atual não existiria...

    Por sinal, vejam alguns trabalhos em andamento na conversão de "campos magnéticos" para "informação digital" (e vice versa, no que se refere a transmissão de dados):

    - Magnetic Field to Digital Converter using PWM and TDC techniques
    - Wireless Inductive Transfer of Power and Data
    - Hidden Data Transmission by Controlling Electromagnetic Emanations of Computers
  5. Avatar de m4d3
    kkkkk
Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo

+ Enviar Comentário



Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L