Ver Feed RSS

kaarl

Tudo conectado, com banda de ultra velocidade e IP válido. E agora?

Avalie este Post de Blog
A Era Gigabit e a INTERNET das coisas.

O futuro , já presente , são as altas capacidades de transmissão. A rede elétrica torna-se parceira da distribuição de última milha a transmissão de dados via TCP/IP. Com o fortalecimento do IPV6 e o gigantesco número de IP's que isto proporciona, não está longe o dia em que tudo terá um IP válido, externo.

A sua geladeira, é claro, não é a minha! E fabricante vai poder atualizar o firmware de todos os equipamentos , ou individualmente, pela posição real na rede que está assumindo pela alocação do endereço válido para a grande rede. E os hackers, certamente vão tentar estragar a carne do churrasco de muita gente,via acesso não autorizado.... Bem isto é uma visão (su) realista de algo que pode vir a se tornar realidade em curto espaço de tempo.

Até aí, desligando-se geladeira, a coisa passa. Mas quando for a vez dos marca-passos?? Bom, para que teu médico regule remotamente seus batimentos cardíacos teu marca-passo terá que estar acessível por meios válidos externos, o que o tornam vulnerável aos acessos não autorizados.
O período de agora até 2018 ou talvez 2020, vai marcar a era das ultra-velocidades. Provedor vai ter que oferecer muiiita banda para seus clientes.

Banda estará aí. Algumas operações entrando em todo o mundo, e, mais especificamente no Brasil, de Norte a Sul do pais, literalmente, isto acontece.

E para controlar, acessar , identificar posição na rede , o blocos de IPV6 vão se fazer mais e mais presentes, posto que com a virtual inexistência de novos IP's , obrigam-se todos a tornar realidade o IPV6 que nunca decolaria antes da escassez já imposta pelo "antigo" IPV4. A acomodação era tal, chegava a ser tanta, que fabricantes, entidades, administradores de sistema e redes se ocuparam bem mais do "bug do milênio", que afinal não passou de algo tão irrelevante que já está esquecido. Mas a escassez de IP's era algo real...

Pronto, em 2020, toda a banda que se queira, todo o endereçamento válido disponível , para alegria de todos, desde os administradores de câmeras remotas aos administradores de tarefas bem mais complexas.

Vamos então chegar a era da segurança em redes INTERNET, ou da insegurança, ou melhor dizendo, das duas vertentes da mesma moeda. Quem estará preparado para o "novo" admirável mundo novo terá que ter como norte a segurança, sob todos os aspectos.

Isto vai acontecer, nesta ordem, talvez um ano antes, talvez cinco depois, mas depois da fartura de banda , do IP válido para tudo o que se queira conectar começa, ou recomeça, a era da "proteção" ou " estamos reféns".

Não serão antivírus simplesmente, mas toda uma política de guarda e segurança de dados vitais, e isto inclui as fotos de nossos filhos, como também os protocolos de permissão ou não de acessos a portas, portões, geladeiras e corações, não os centros de paixão, membros para-artificiais e tudo o mais que de útil nos produzir a conectividade.

Em 1 de agosto de 2014, Carlos Martins,
PS. dia 3, domingo agora, meu pai completa 90 anos, e até hoje se e - me - pergunta quem é o dono da INTERNET.
Categorias
Artigos


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L