Ver Feed RSS

Magal

Entenda as redes MESH

Avalie este Post de Blog

Entenda as redes MESH e seus produtos



Rede de dados orgânica onde cada rádio funciona com um “gateway” ao mesmo tempo que funciona como um “repetidor” contactando rádios próximos, e rodando algoritmos para encontrar o caminho mais eficiente para o ponto de acesso a Internet.

Cada novo rádio aumenta a cobertura da rede, e monta protocolo de roteamentos, permitindo que os pacotes de dados sejam encaminhados de forma eficiente entre os rádios até o “gateway” mais próximo.

Uma rede Mesh permite que vários usuários se conectem a Internet através de rádios Mesh vizinhos, com múltiplos saltos, transmitindo ou recebendo dados de rede.


Veja o artigo completo neste link: MESH


Créditos: Dinamic Wireless / Reginaldo Paes


Obs: NÃO tenho nenhum vínculo com a referida empresa. (Magal)

Atualizado 29-01-2009 em 23:56 por Magal

Categorias
Artigos

Comentários

Página 1 de 3 123 ÚltimoÚltimo
  1. Avatar de PEdroArthurJEdi
    Durante o Simpósio Brasileiro de Segurança da Informação e de Sistemas Computacionais, ocorreu um mini-curso sobre segurança em redes mesh. O link do resumo é .:: SBSeg´08 - Minicursos ::., porém o conteúdo completo, um total de 46 páginas, não está disponível para download. Mas acho que se mandarem um e-mail para a autora, ela pode enviar um cópia. Vale a pena!
  2. Avatar de Magal
    Eu tenho esse material que você citou, mas não posso publicar pois o mesmo é protegido por direitos autorais.
  3. Avatar de PEdroArthurJEdi
    Citação Postado originalmente por Magal
    Eu tenho esse material que você citou, mas não posso publicar pois o mesmo é protegido por direitos autorais.
    Por isso que também não publiquei...

    Mas é fogo, tem todos os artigos disponíveis, mas não o material dos mini-cursos...

    ps: você esteve lá?
  4. Avatar de 1929
    Então voces podem me tirar uma dúvida sobre o desempenho de uma rede mesh.
    Li em algum lugar, ( mas como sempre, não se acha quando precisa) que uma rede mesh para ser eficiente, precisaria ter vários pontos com links na internet.
    Assim, toda esta capacidade de escolher a mellhor rota nunca sobrecarregaria um único link.
    Teve um companheiro aqui do forum que andou fazendo alguns testes, mas notou que havia um estrangulamento de tráfego na chegada do link.
    O pessoal da Dynamic Wireless está trabalhando na divulgação do Gi-link mesh. E tem alguns outros que tem suporte para mesh, como é o caso do GTS.
    Mas parece que o mesh só é viável com rádios mais parrudos. É verdade?

    Ah! agora me lembrei onde li sobre a rede ter vários links com a net.. foi no site da Meraki.
    Qual a realidade e qual o futuro desta tecnologia para nós provedores? Pelo que entendi seria mais direcionada a redes corporativas, apesar de haver relatos de redes metropolitanas extensas.
  5. Avatar de PEdroArthurJEdi
    Citação Postado originalmente por 1929
    Então voces podem me tirar uma dúvida sobre o desempenho de uma rede mesh.
    Li em algum lugar, ( mas como sempre, não se acha quando precisa) que uma rede mesh para ser eficiente, precisaria ter vários pontos com links na internet.
    A eficiência de uma rede mesh se dá pela distribuição de seus elementos de enlace, de forma a tentar prover diferentes rotas para um mesmo nó. Por exemplo, o exercíto americano utiliza-se de redes mesh para passar informações por entre seus batalhões. Ou seja, eles acoplam dispositovos de radio frequencia em seus soldados e os mesmos atuam como repetidores do sinal. Então se um soldado pretende se comunicar com outro, mas esse segundo não está ao alcance, ele pode aproveitar um sinal intermediário de um colega e realizar a comunicação de forma transparente.

    Agora considere o caso de um provedor. Temos centenas de host e apenas uma saída. Todos os hosts estariam em busca de um mesmo nó. Ao contrário de uma rede convencional, não temos elementos centralizadores como AP e roteadores sem fio, portanto, os nós mais próximos seriam os que fariam o intermédio entre os nós mais distantes e o gateway.

    Tras vantagens. Tipo, se um nó cair, outro pode ser usado como uma nova rota.

    Acho que o caso de se ter apenas um nó para a saída do tráfego em uma rede mesh não seria tão diferente de apenas uma saída em um ambiente centralizado, com a pequena diferença que redes mesh são auto configuráveis.

    Citação Postado originalmente por 1929
    Assim, toda esta capacidade de escolher a mellhor rota nunca sobrecarregaria um único link.
    Algo que também pode ser conseguido dividindo sua rede de forma bem planejada.

    Citação Postado originalmente por 1929
    Teve um companheiro aqui do forum que andou fazendo alguns testes, mas notou que havia um estrangulamento de tráfego na chegada do link.
    O que ele fez? Colocou diversos host e só um servidor? O mesmo não aconteceria num ambiente centralizado?

    Citação Postado originalmente por 1929
    Mas parece que o mesh só é viável com rádios mais parrudos. É verdade?
    A sujeita do artigo que citei utilizava uma rede 802.11 para seus testes.

    Citação Postado originalmente por 1929
    Qual a realidade e qual o futuro desta tecnologia para nós provedores? Pelo que entendi seria mais direcionada a redes corporativas, apesar de haver relatos de redes metropolitanas extensas.
    As redes mesh trazem consigo algumas vantagens, como por exmplo o roteamento dinâmico. Numa rede centralizada, caso o AP pare de funcionar, toda a rede cai. Já num ambiente mesh, caminhos alternativos podem ser encontrados. Elas apresentam problemas quanto a padronização, segurança e vazão de dados*.

    Para provedores, é um caso a se pensar pois pode aumentar em muito a disponibilidade da rede, visto a capacidade de reconfiguração citada acima.

    No mais, vou tentar dar uma olhada em umas tenologias mesh, fazer uns testes e qualquer coisa retorno!

    ps: desculpe se falei alguma besteira, mas não sou um especialista em redes mesh.

    * Acho que o estrangulamento que o cara enfrentou pode estar relacionado com essa característica.
Página 1 de 3 123 ÚltimoÚltimo

+ Enviar Comentário



Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L