Ver Feed RSS

root@blog:/# chmod o+r *

Curso: Gerenciadores de Boot - Configurando o LiLo

Avalie este Post de Blog

Veja o restante deste conteúdo aqui



Lembrando que este é um conteúdo livre obtido no CDTC. A abertura dessa série de posts pode ser vista aqui.

Obrigado!

3 - Configurando o LILO



O arquivo de configuração do LILO

O LILO tem um arquivo de configuração chamado de lilo.conf onde ficam guardadas as informações que serão passadas na inicialização. Segue abaixo um exemplo desse arquivo (As linhas com o símbolo "#" no começo são apenas comentários).

#Lilo.conf

#Seção global do LILO
lba32
boot=/dev/hda
map=/boot/map
compact
delay 20
timeout 50
prompt
vga=0x317
default=Linux2.6.12.3

#Seção de imagens do LILO
#Imagem do Linux
image=/boot/Linux2.6.12.3
label=Linux2.6.12.3
root=/dev/hda1
read-only

#Imagem do Windows
other=/dev/hda2
table=/dev/hda
label=Wndows
#Fim do arquivo


O arquivo fica localizado em /etc/lilo.conf e para alterá-lo o usuário deve estar logado como root. A seção global do arquivo tem as configurações gerais, como local de instalação, modo de tela, tempo de espera até carregar o sistema default, e etc. A seção de imagens diz respeito a configuração de cada partição a seção Linux, por exemplo, diz respeito a instalação do Linux feita na primeira partição do primeiro disco. Após cada mudança no arquivo lilo.conf o LILO deve ser atualizado com o comando 'lilo' no terminal.


Opções de configurações globais

O LILO permite várias configurações globais que podem ser definidas pela linha de comando, mas é mais conviniente gravar essas configurações no arquivo para que sempre que iniciado o sistema elas estejam disponívies. Segue abaixo algumas dessas configurações.

  • backup=[arquivo/dispositivo] - Copia o setor de boot original para o arquivo ou dispositivo especificado;
  • boot=dispositivo - Define o nome do dispositivo onde será gravado o setor de partida do LILO (normalmente é usada a partição ativa ou o Master Boot Record - MBR). Caso não seja especificado, o dispositivo montado como a partição raiz será usado;
  • compact - Tenta agrupar requisições de leitura para setores seguintes ao ser lido. Isto reduz o tempo de inicialização e deixa o mapa menor. É normalmente recomendado em disquetes;
  • default=imagem - Usa a imagem especificada como padrão ao invés da primeira encontrada no arquivo lilo.conf;
  • delay=[num] - Permite ajustar o número de segundos (em décimos de segundos) que o gerenciador de partida deve aguardar para carregar a primeira imagem de disco (ou a especificada por default=). Esta pausa lhe permite selecionar que sistema operacional será carregado. Se o delay for omitido ou igual a 0 o LILO carrega o sistema default sem esperar qualquer comando;
  • install=setor-boot - Instala o arquivo setor-boot como novo setor de boot do disco. Se install for omitido, /boot/boot.b é usado por padrão;
  • lba32 - Permite que o LILO quebre o limite de 1024 cilindros do disco rígido, inicializando o GNU/Linux em um cilindro acima deste. É altamente recomendado o uso dessa opção;
  • map=arquivo-mapa - Especifica a localização do arquivo de mapa (.map). Se não for especificado, /boot/map é usado;
  • nowarn - Não mostra mensagens de alerta;
  • password=senha - Permite proteger todas as imagens de disco com uma única senha. Caso a senha esteja incorreta, o LILO é novamente carregado;
  • prompt - Mostra imediatamente o aviso de boot: ao invés de mostrar somente quando a tecla Shift é pressionada;
  • verbose=[num] - Ativa mensagens sobre o processamento do LILO. Os números podem ser especificados de 1 a 5, quanto maior o número, maior a quantidade de detalhes mostrados;
  • timeout=[num] - Ajusta o tempo máximo de espera (em décimos de segundos) de digitação no teclado. Se nenhuma tecla é pressionada no tempo especificado, a primeira imagem é automaticamente carregada. Igualmente a digitação de senha é interrompida se o usuário estiver inativo por este período.

Existem também outras configurações globais mais avançadas, a descrição está disponível no manual do LILO que pode ser encontrado em /usr/share/doc/lilo/Manual.txt.gz.


Opções de configuração de imagem

Cada imagem de sistema no LILO pode ter suas próprias opções, segue a lista destas:

  • table=dispositivo - Indica o dispositivo que contém a tabela de partição para aquele dispositivo. Necessário apenas para imagens especificadas por other=;
  • label=[nome] - Permite especificar um nome para a imagem. Este nome será usado na linha boot: para inicializar o sistema;
  • alias=[nome] - Apelido para a imagem de disco. É como um segundo label;
  • optional - Ignora a imagem caso não estiver disponível no momento da criação do mapa. É útil para especificar kernels que não estão sempre presentes no sistema;
  • password=senha - Protege a imagem atual com a senha. Caso a senha esteja incorreta, o setor de partida do Lilo é novamente carregado;
  • restricted - A senha somente é pedida para iniciar a imagem se o sistema for iniciado no modo single;
  • Single-key - Permite inicializar uma imagem apertando apenas uma tecla sem necessidade da tecla enter. Para funcionar a imagem deve ter um alias, como por exemplo uma imagem com alias=1, para carregar essa imagem é necessário pressionar apenas a tecla 1.

Mais configuraçõs podem ser vistas na documentação do LILO.


Opções de imagem do kernel

As opções de imagem do kernel podem ser colocadas em cada imagem ou podem ser colocadas nas configurações globais, neste caso as opções serão aplicadas em todas as imagens:

  • append - Permite passar opções adicionais ao kernel. Essa opção é usada normalmente para configurar dispositivos que não foram auto-detectados;
  • read-only – Faz com que o LILO monte uma imagem somente para a leitura. (Todas as imagens do Linux devem conter essa opção);
  • root - Permite especificar o local que deve ser montado como root;
  • vga – Permite especificar como o modo texto deve ser carregado (o tamanho da tela, as letras, etc) . A opção mais utiliada é normal, se for colocada a opção ask, na hora da inicialização serão peguntadas ao usuário as configurações desejadas.

Mais opções podem ser consultadas no manual.

Atualizado 18-01-2010 em 11:39 por Magnun

Categorias
Cursos , Gerenciadores de Boot

Comentários


+ Enviar Comentário



Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L