Ver Feed RSS

Sukkubus

Linux é mais fácil de instalar do que se imagina, diz IBM

Avalie este Post de Blog
Uma recente pesquisa encomendada pela IBM sobre o desenvolvimento e a aceitação do software livre nas empresas mostrou a surpresa dos profissionais de TI ao constatar que instalar um sistema operacional Linux, por exemplo, é muito mais fácil do que imaginavam.

Como uma das grandes potências do mercado da tecnologia da informação e reconhecida empresa investidora em pesquisa, a companhia solicitou à consultoria Freeform Dynamics um estudo sobre os impactos da implantação de software livre nas corporações, conta o "Street Insider". Os resultados da pesquisa intitulada Linux on the Desktop: Lessons from Mainstream Business Adoption (Linux no desktop: lições da adoção em grandes linhas de negócio) mostram que quando direcionados ao público correto, dentro de ambientes de utilização controlados, desktops rodando sistema operacional Linux são muito mais fáceis de implementar.

Reunindo 1.275 profissionais do Reino Unido, EUA, Canadá, Australia e Nova Zelândia por meio de questionários online, segundo o site da IBM, o estudo mostra que mais de 90% dos profissionais têm experiência com adoção de computadores Linux em seus próprios empregos.

A transição ocorre melhor, dizem os participantes, quando é direcionada primeiro a usuários "simples", ou seja, aqueles que só utilizam ferramentas como programas de e-mail e softwares relacionados a atividades de escritório. Esses são vistos como duas vezes mais propensos a aceitar e se adaptar melhor à mudança do que seus colegas mais técnicos ou "criativos".

Outros fatos apontados pelo levantamento incluem as razões que levaram as empresas a migrarem seus sistemas. Dentre elas são citadas, em primeiro lugar, a redução de custos e em seguida a segurança dos sistemas. Já a usabilidade é a questão chave para a escolha de determinada distribuição para ser implantada nos escritórios.

A aceitação da plataforma em grandes corporações agrada e muito à comunidade de software livre. Segundo o Computer Weekly, o vice-presidente da divisão de Linux e Open Source da IBM, Bob Stutor, afirma que "os departamentos de TI vêem o Linux como um investimento que economiza dinheiro, durante a crise. Vemos a recessão impulsionando a adoção do open source nos desktops."

Como uma das maiores investidoras privadas no desenvolvimento das plataformas de código aberto, a IBM, além de alimentar o crescimento do setor, promove também sua maior adoção, equipando seus netbooks com sistemas operacionais Linux e fazendo com que o produto amplie seu alcance no mercado.

Um grande exemplo é a utilização de distribuições do sistema operacional em seus netbooks, dispositivos de menor capacidade de processamento e de custo mais baixo ao consumidor final.

Geek
Categorias
Noticias

Comentários


+ Enviar Comentário



Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L