Ver Feed RSS

Magal

Para quem gosta de aviação (AF447)

Avalie este Post de Blog

Para quem gosta de aviação (AF447)


As mensagens do Airbus da Air France:
Essas foram as mensagens enviadas pelo sistema Acars (Aircraft
Communication Addressing and Reporting System, Sistema de Comunicação
e Reporte) do A330-200 de prefixo [AIR FRANCE]F-GZCP [AIRBUS A332]da
Air France, segundo fonte da companhia aérea, na França, no horário de
Brasília
.
23h- O comandante do voo AF447 utilizou o sistema Acars manualmente,
para notificar a empresa de que atravessava uma área sobre “CBs”
(cúmulus-nimbus, nuvens negras carregadas de eletricidade, no interior
das quais ocorrem fortes rajadas de ventos e tempestades, com grande
possibilidade de relâmpagos)
23h10 - Os primeiros sinais de problema surgem. O Acars envia a
primeira mensagem automática, com o seguinte teor: autopilot
disengaged. Ela dá conta de que o piloto automático, que normalmente
deveria estar responsável pelo voo naquela fase, foi desconectado. O
avião, nessa situação, estaria sendo pilotado manualmente afim de
manter nível de voo, velocidade e proa corretas)
23h10 - Outra mensagem informa que o fly-by-wire (o sistema de comando
elétrico por computador das superfícies móveis do A330, como leme e
profundores, essencial à estabilidade da aeronave) passou para o
regime de controle alternative law. Trata-se de um regime de potência
elétrica acionado automaticamente pelo avião, quando ocorrem falhas
múltiplas dos sistemas redundantes provedores de eletricidade. O
Airbus ainda é capaz de voar normalmente e tem força elétrica, porém
alguns controles de inclinação ficam prejudicados.

**** Os monitores centrais Ecam (Electronic Centralised Aircraft
Monitor)mostram a seguinte mensagem para alertar os pilotos da
situação: ALTN LAW: PROT LOST; um alarme soa na cabine
Entre 23h12 e 23h13 - Chegam mensagens automáticas indicando falhas de
funcionamento em dois outros equipamentos fundamentais ao vôo: Adiru
(Air Data Inertial Reference Unit) e Isis (Integrated Standby
Instruments System). O primeiro é um componente que monitora e indica
aos pilotos, nos monitores da cabine, dados de referência
fundamentais, como velocidade no ar, altitude e proa (direção) da
aeronave.

*** Já Isis é o nome de um display auxiliar que mostra dados de
velocidade vertical e no ar e altitude
23h13 - Mais mensagens indicando falhas elétricas: Prim1 e Sec1,
sistemas que compõem/auxiliam o computador primário (principal) de voo
e comandam os spoilers (. Há equipamentos redundantes que podem suprir
essa falha
23h14 - Chega a última mensagem do F-GZCP, dando conta de um alerta de
“cabin vertical speed”. Trata-se de perda de pressurização: a entrada
de ar exterior no avião, que é controlada por válvulas, [AIRBUS
A332][GIG-CDG][AIR FRANCE]gera uma constante na velocidade de entrada
do ar no interior da aeronave. Pode significar uma queda ou
simplesmente a despressurização.

Obs: Quem quiser dar uma olhada em como funciona o sistema de radar e os contatos dos operadores com as aeronaves on line, é só entrar neste: link:Site Máquinas Voadoras - TMA SP - Radar Ao Vivo

Atualizado 06-06-2009 em 12:00 por Magal

Categorias
Não Categorizado

Comentários

Página 1 de 3 123 ÚltimoÚltimo
  1. Avatar de lemke
    Eu gosto muito de saber sobre essas coisas...interessante mesmo!

    Parece que a ultima mensagem emitida indicava que o Air Bus estava em queda livre, combinando os outros problemas pelos quais a aeronave passou!
    Atualizado 06-06-2009 em 00:06 por lemke
  2. Avatar de cooperrj
    Olha, a queda desse avião foi um choque para todos nós.
    Em simuladores, custumo voar com o Airbus A330-200, em algumas quedas provocadas por mim, o avião simplesmente liga o piloto altomatico evitando a queda, nesse caso ele sofreu uma pane eletrica e desligou os equipamentos de segurança.
    É complicado, acho que não vamos saber com 100% de precisão o que ocorreu naquele avião, e ainda acho que nem o avião em si vão achar.
  3. Avatar de Pedro0278
    Quem tiver interesse em ver o aviao que caiu (fotos reais) é so da uma olhada nessas fotos... foram tiradas por um fotografo meses antes do acidente.

    http://cdn-www.airliners.net/aviatio.../6/0904608.jpg

    http://cdn-www.airliners.net/aviatio.../0/0816069.jpg

    http://cdn-www.airliners.net/aviatio.../4/1230400.jpg

    Observem o numero de matricula da aeronave.

    Fonte wikipedia: Voo Air France 447 - Wikipédia, a enciclopédia livre
    O voo Air France 447 é um voo regular de longo curso, operado pela companhia francesa Air France, entre Rio de Janeiro e Paris. Tornou-se conhecido pelo acidente aéreo ocorrido durante o voo da noite de 31 de maio para 1 de junho de 2009, efectuado pelo Airbus A330-203, quando a aeronave despenhou-se no Oceano Atlântico com 228 pessoas a bordo.
    O avião, um Airbus A330-203 de matrícula F-GZCP, partiu do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro-Galeão a 31 de maio de 2009 às 19h03 locais (22h03 UTC), e deveria ter chegado ao Aeroporto de Paris-Charles de Gaulle aproximadamente 11 horas depois. O último contacto humano com a tripulação foram mensagens de rotina enviadas aos controladores de terra brasileiros 3 horas e 30 minutos após o início do voo, quando o avião se aproximava do limite da vigilância dos radares brasileiros, preparando-se para atravessar o Atlântico en route para a costa senegalesa na África Ocidental, onde voltaria a estar coberto pelos radares. Quarenta minutos mais tarde, uma série de mensagens de radio automáticas foram enviadas pelo avião, indicando problemas elétricos e de perda da pressurização de cabine na aeronave, sem que houvessem outras indicações de problemas.
    Atualizado 06-06-2009 em 11:06 por Pedro0278
  4. Avatar de Magal
    É amigos foi lamentável mesmo. As teorias podem explicar o ocorrido mais na prática nunca saberemos o que aconteceu. Sou piloto comercial (PC) por hobby e já tendo 650 horas de voo, tendo uma certa qualificação para falar sobre o caso. Não vão conseguir colocar a culpa em ninguém, foi pane da aeronave mesmo e dificilmente vão achar a caixa preta (Black Box).

    Obs: Quem quiser dar uma olhada em como funciona o sistema de radar e os contatos dos operadores com as aeronaves on line, é só entrar neste: link:Site Máquinas Voadoras - TMA SP - Radar Ao Vivo
    Atualizado 06-06-2009 em 14:40 por Magal
  5. Avatar de lemke
    Citação Postado originalmente por Magal
    É amigos foi lamentável mesmo. As teorias podem explicar o ocorrido mais na prática nunca saberemos o que aconteceu. Sou piloto comercial (PC) por hobby e já tendo 650 horas de voo, tendo uma certa qualificação para falar sobre o caso. Não vão conseguir colocar a culpa em ninguém, foi pane da aeronave mesmo e dificilmente vão achar a caixa preta (Black Box).

    Obs: Quem quiser dar uma olhada em como funciona o sistema de radar e os contatos dos operadores com as aeronaves on line, é só entrar neste: link:Site Máquinas Voadoras - TMA SP - Radar Ao Vivo

    O que me deixou intrigada foi o fato do comando da aeronave da Iberia, que faz Rio-Madri e segue a mesma rota do Air Bus da AF, ter percebido as condições meteorológicas adversas e assim, o piloto ter desviado da área de turbulência,como o G1 publicou aqui!

    Ai vem as perguntas:

    Será que a tripulação do vôo da Air France acreditou ser possível passar pela área, sem ter maiores problemas?


    Será que a aeronave não tinha problemas na estrutura?
    Atualizado 06-06-2009 em 17:13 por lemke
Página 1 de 3 123 ÚltimoÚltimo

+ Enviar Comentário




Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L