+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Antenas de grades USB=internet lenta

    Olá,
    Tenho uma rede wireless, onde alguns clientes utilizam antenas de grade(USB 10 metrô)
    Tenho uma dúvida todos este clientes tem a conexão péssima​ mesmo o sinal está 100%, em um Link de 25 megas, ele não conseguem nem nem 5 megas.
    Os clientes que utilizam nanostation conseguem 20 megas.
    Será que é por causa do cabo 10 metros ou a frequência 2.4ghz?
    Deem uma dica please.

  2. #2

    Padrão Re: Antenas de grades USB=internet lenta

    Citação Postado originalmente por DouglasSpinola Ver Post
    Olá,
    Tenho uma rede wireless, onde alguns clientes utilizam antenas de grade(USB 10 metrô)
    Tenho uma dúvida todos este clientes tem a conexão péssima​ mesmo o sinal está 100%, em um Link de 25 megas, ele não conseguem nem nem 5 megas.
    Os clientes que utilizam nanostation conseguem 20 megas.
    Será que é por causa do cabo 10 metros ou a frequência 2.4ghz?
    Deem uma dica please.

    Pelo que você escreveu toda a rede é em 2.4ghz certo? Então se os nanostation estão rendendo bem, não é nada a ver com a frequencia. Agora, se você tem eles em 5.8 daí não tem como fazer comparação.

    Eu penso que seu problema são as antenas com conector usb. Como diria o @rubem , isso é coisa de uns 10 anos atrás... e já naquela época que se fazia planos de 256kbps já não funcionava direito, imagina hoje.



  3. #3

    Padrão Re: Antenas de grades USB=internet lenta

    Se pegar as antenas com chipset tipo o RT2570, ele é um projeto de 2004! Por mais que essas antenas só "apareceram" no mercado lá por 2010, e ainda eram fabricadas em 2014, os chipsets usados são antigos, o @ab5x2 citou que eles não são os melhores, e vai além disso, eles são os chipsets mais básicos de cada família, mas também são geralmente chipsets velhos, de 3 ou 4 gerações mais velhas.

    No caso de chipset AR23xx nos Nanostation Loco5 (Nada a ver com Loco M5) o chipset também é velho, mas... em 5,8GHz cada canal de 20MHz fica do lado dos outros canais, não tem sobreposição nenhuma, enquanto em 2,4GHz um canal sobrepõe o outro, na prática um canal de 20MHz acerta até parte de 4 canais adiante! Como todo mundo tem AP 2,4GHz em casa, difícil achar um faixa de 20MHz limpa o suficiente pra poder comparar (Uso 2,4GHz pra miniPTP em fazendas e aí vai bem, não tem nem meio SSID aparecendo em nenhum canal então fica ok).

    No caso dos Nanostation2, o hardware é bem mais parudo, os Loco2 são meio pobres mas o baixo ganho da antena (8dBi) te obriga a usar só em clientes próximos (Enquanto a grade de 2,4GHz geralmente vai parar nos clientes a quilômetros de distância), e em pequena distância os problemas na zona de Fresnel não pesam muito, com a mesma obstrução um cliente a 200m terá throughput bem maior que a 800m. E se for Loco M2, aí é outro mundo completamente diferente, já é chipset dessa década, já começa com digamos 32MB de Ram na linha M (Airmax) contra 256kB de buffer no chipset USB (Não são funções bem iguais mas dá pra comparar), o ganho da antena é o que menos conta porque o chipset de RF dos Nanostation trabalha até ok com sinais baixos que os USB vão falhar (Por falta de poder de processamento e de buffer).

    Antena de grade barata também tem problemas de qualidade, a padronização na fabricação não é tão grande, as grades chapeadas são mais padronizadas que as soldadas (Aquario ou Proteletronic), essas soldadas que empenam mais fácil aumentam VSWR mais fácil, a ponteira sai do foco mais fácil (Ponto focal no meio da grade torta, não confundir com alinhamento rumo a torre), é aquela situação onde um empeno pequeno muda VSWR, aumenta o ângulo de abertura (Num espectro bem usado), e já derruba 1/4 do throughput.

    Aí também entram os problemas no Windows, ele fica fuçando a rede em busca de DLNA, uPnp e cia, isso é trafego que ele exige que o adaptador USB faça, mas que o roteador na torre barra, para lá na torre mas... aí o hardware USB já foi usado, já perdeu recursos (Que no adaptador USB antigo e barato já são poucos, clock baixíssimo por exemplo). Com o Windows no default (Com todas as firulas/facilidades/inutilidades ativas) já dá pra falar em quase mais 1/4 de throughput perdido (Que via ethernet com NS não tem porque o chipset dos NS nem responde essas requisições, elas nem chegam na etapa de RF), e se for computador meia boca, tipo Celeron e cia, com controlador USB nativo de um chipset meio velho tipo um Intel G31, perde mais 1/4 do throughput na capacidade do barramento USB desse computador (Mesmo se usasse um sistema operacional limpo, sem firulas).

    Soma tudo e é fácil entender o problema.

    Não adianta trocar o chipset da antena porque ainda terá os problemas de grade desalinhada e as firulas que o Windows exige que o adaptador USB envio. Não adianta trocar grade por disco sólido porque terá o chipset velho e o Windows, não adianta capar todas as firulas do Windows que ainda terá um chipset velho na antena e na placa-mãe, enfim, é a soma de um monte de gargalos pequenos, USB de modo geral é problemático mais pelos modelos baratos de tudo que usamos, poderia ter conexão ótima com digamos antena de disco, adaptador USB com chipset muito bom, Windows com as firulas capadas, e computador com controlador USB de velocidade muito boa no chipset da placa-mãe (Placa-mãe high-end). Isso pra falar em 15 ou 20Mbps numa distância meio grande tipo 500m. Com harware bem comunzão não é difícil, em área rural com espaço pra zona de Fresnel limpa e espectro perfeitamente limpo, falar em 10Mbps, mas acima disso cada fator começa a pesar muito, o reflexo de sinais nas laterais é maior quando a distância é maior e isso gera mais pacotes pro chipset velho e pobre processar, é uma pior exponencial no throughput.

    Também, em 2004 nos tempos do lançamento do RT2570 era difícil conseguir ADSL de 512Kbps até em metrópoles, as demandas por throughput na época eram outras (Tipo hoje temos AC dual chain (AC1700) perto dos 1Gbps, mas que na prática mal usamos 300Mbps em roteador de mesa. Em 2027será mais comum o uso efetivo de tráfego a 1Gbps, o padrão AC não vai aguentar os provedores de alta velocidade de 2027 de jeito nenhum!).

  4. #4

    Padrão

    [QUOTE=DouglasSpinola;807070]Olá,
    Tenho uma rede wireless, onde alguns clientes utilizam antenas de grade(USB 10 metrô)
    Tenho uma dúvida todos este clientes tem a conexão péssima​ mesmo o sinal está 100%, em um Link de 25 megas, ele não conseguem nem nem 5 megas.
    Os clientes que utilizam nanostation conseguem 20 megas.
    Será que é por causa do cabo 10 metros ou a frequência 2.4ghz?
    Deem uma dica please.[/QUOT

    Colega,você tem uma conexão excelente se consegue 5Mbps em 2.4GHz.



  5. #5

    Padrão Re: Antenas de grades USB=internet lenta

    @emilidani, e sério que aconteceu essa reclamação? kkkkk