+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Fonte No-Break Volt

    Bom dia pessoal, estava acompanhando um tópico sobre fontes e tipos de baterias externas, e fiquei com uma dúvida grande,
    Tenho 2 rocket m5 ap, 2 sxt ptp, e utilizo fonte no-break volt 200w, e nessa fonte uso 2 baterias pioneiro para luz de emergência de 25 ah, ai que surge minha dúvida.....
    Li que preciso de pelo menos 20% de poder de carregamento sobre a amperagem de bateria que tenho, pois se não as bateria não carregam direito..... será que tem como colocar um carregador de bateria com flutuação, sem comprometer a fonte nobreak???

  2. #2

    Padrão Re: Fonte No-Break Volt

    @gandhi,

    Lembrando das aulas da época de faculdade (faz muuuuito tempo), o lance dos 10% seria para carregar as baterias em 10 horas, isso desconsiderando as perdas.

    Vamos supor que vc tenha a saída para carga de baterias de até 1A, em teoria as baterias levariam no mínimo 50 horas para carregar, isso considerando que suas baterias estão em paralelo. Se estiverem em série, seriam 25 horas.

    Acho que para nobreaks ligados na tomada nem tem tanto problema de demorar a carregar caso sua rede seja confiável. Já em sistemas solares, a carga mais rápida é importante para que aproveite melhor o período com iluminação forte.



  3. #3

    Padrão Re: Fonte No-Break Volt

    aqui em quase 1 ano com a torre ligada, faltou a luz umas 3 vezes sendo que só uma vez saiu por 3 horas, as outras 2 vezes ficou uma média de 10 minutos sem energia, sendo assim então creio que não preciso me incomodar, pois na especificação da fonte é 0,5a.

  4. #4

    Padrão Re: Fonte No-Break Volt

    Na verdade a conta é pior, o processo de carga das baterias de chumbo-acido (com água ou gel, vrla ou não, tanto faz) perde até 40% da energia circulando!

    (É um processo químico, rendimento ruim)

    Ou seja, a carga lenta, com corrente equivalente a 10% da capacidade nominal (10A carregando uma bateria de 100Ah) na verdade vai levar umas 14 horas com corrente tão baixa! As 4h extras são pra compensar o que a bateria dissipou na forma de calor (Depende da construção da bateria, 20 a 40% de perdas não é anormal. Com carga de 20% (0,2C) o calor é até maior, mas por tempo muito menor, então perda de 10 a 25% é o normal, ao invés de 5h seria 5,5h a 6,2h).

    Se botar nobreak DC que manda 0,7A pras baterias, e usar bateria de 25Ah, caso as baterias acabem completamente (100% de descarga) vai levar 25/0,7 + 40%, ou 35+40%, ou 49 horas!

    Nobreak DC pequeno é feito pra bateria de 7Ah, pra eles fica perfeito corrente de carga de 0,7A. Exemplo de uma dessas:
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...-138v5a07a-_JM
    Vai levar umas 14h pra carregar a bateria 7Ah completamente descarregada.

    Sobre essa questão de usar corrente equivalente a 20% da capacidade nominal, sem problemas, as fichas técnicas falarão em 0,1C a 0,2C, ou seja, 10 a 20% da capacidade nominal. Nobreak comum as vezes tem um circuito duplo que opera com 8h de 0,2C (20% da capacidade), aí depois passa pra 5% da corrente por mais 8h, isso é nos nobreaks AC que falam em tempo de carga de 16h. É um tipo de carga que no começo é rápido (Vai que tem 2 blackouts em menos de 8h), e no final tem pouquíssimo risco de danificar célula.

    O esquema mais barato pra nobreak comum é carga com tensão constante, nesse caso geralmente só há carga equalizada com corrente de 10 a 20% da capacidade nominal da bateria, mas a corrente vai diminuindo conforme a tensão da bateria sobe, e ela sozinha entra em flutuação com corrente lá pelos 2% da capacidade (E 2% é até demais, na verdade, mas ela estabiliza assim, aquece um pouco e dura só 3 anos, ao invés de 4 anos).

    Na prática corrente entre uns 8 e 25% da capacidade não é problemão, a falta de ajuste por temperatura, ou chacoalhar as baterias pra mexer o líquido, as vezes mata muito mais que corrente alta ou baixa, então não precisa ser muito preciso.

    Pra bateria 24V 25Ah ideal seria corrente de 2,5 a 5A, a fonte Volt 200W manda 0,5A pras baterias, vai levar, deixa ver, 25/0,5 + 40% = 50 + 40% = 70 horas! (Ou talvez 55h caso as perdas por calor sejam mínimas, coisa que raramente são no Brasil) Mas veja que isso é pro caso de descarga completa! Se tiver blackout de 15 minutos, com 4 equiptos de 7W, 28W/24V= 1,16A, em 1/4 de hora isso dá 1/4 desse valor, 1,16/4 = 0,29Ah descarregado. Em no máximo 1h esse carregador recarrega essa descarga.

    Se tivesse blackout frequente teria que se preocupar mais, quanto mais ciclos de recarga mais chances de sulfatação e desequalização. Sem blackouts não vai comer ciclos da bateria, elas vão pro lixo depois de 4 anos por causa de corrosão das placas, que tem mais a ver com outros fatores que não tem como controlar. Então nesse caso não precisa se preocupar.

    Prefiro produto da VA Conversores por isso, custa menos que Volt e geralmente tem corrente de carga bem maior, informam claramente qual é essa corrente de carga (Exemplo de uma que tem corrente de carga de 6A. Ou outra opção mais em conta, mas que serve pra bateria de 18-26Ah).