+ Responder ao Tópico



  1. #163

    Padrão Ajuste de MCS do MikroTik RouterOS

    @rubem entendi mas eu le em algum forum e vi um pessoal falando que se deixa mcs fixo no ap e ser por acaso vc tem um cliente ruim esse ap vai força pra entender esse cliente ruim. Eu estava estudando e vou vende planos 2,3,4,5,6,8,10Megas pelo fato 20Mega exigir muito



    Outra dúvida me ensina usa essa tabela to perdido entendo nada disso ,
    E como é feito os calculo SNR pq vejo um pessoal falando que vc tem internet de qualidade ser tive dentro SNR

    https://mikrotik.com/test_link.php
    Última edição por joaopaulodelfinomc; 17-04-2018 às 15:44.

  2. #164

    Padrão Re: Ajuste de MCS do MikroTik RouterOS

    SNR é uma relação entre sinal e ruído.

    (Signal Noise Ratio)

    É bem simples, na verdade. Se o sinal é -70dBm, e o ruído é -100dBm, a relação entre eles é 30dB. Entre -70 e -100 existe 30 de distância. Logo, nesse caso o SNR é 30dB.

    O SNR mínimo necessário depende do data rate e do rádio, mas em geral NO INTERIOR DO BRASIL não é tão comum ter ruído alto. O nível de ruído na maioria das cidades pequenas ou média vai ficar abaixo de -95dBm. Pra poder vender planos tão grandes você precisa ter data rate MUITO alto, que exige sinal MUITO alto, tipo -55dBm, então não tem como ter só 25dB de SNR, pois 25dBm mais baixo que -55dBm é -80dBm, e só existe ruído absurdo assim se você estiver numa torre dividida por uma duzia de provedores.

    O SNR mínimo recomendando pra MCS15 vai pra casa dos 30dB, se nivelar os sinais na casa dos -55dBm implica que qualquer ruído (Noise floor, ou piso de ruído na tradução direta) abaixo de -90dBm tá mais que ótimo.

    Se colocar antena digamos a 20cm de parede, ou a 30cm de estrutura metálica, o RouterOS (MK) ou o AirOS (Ubiquiti) vão mostrar ruído alto tipo -86dBm, mas isso não é ruído vindo da vizinhança, é problema criado pelo próprio equipamento (Digo, quem criou o problema foi o porco que instalou tão mal a antena), é só instalar direito que não terá esse problema. No forum da UBNT vai achar muito norte-americano com problemas assim, mas é que eles tem aqueles condomínios de casa onde há proibição de grandes estruturas nas casas, eles TEM QUE colocar as CPE's na posição mais porca do mundo, a só 20cm do telhado, por isso ELES tem essa impressão que certos ambientes são muito poluídos, mas fora da Avenina Paulista, e de torres divididas por provedores, é raro ver ruído real tipo -80dbm (Que ainda nem é absurdo pra quem tem sinais -55dBm).

    Agora sobre o site de cálculo de link, fiz aqui um exemplo de outra RELAÇÃO, é a relação entre sinal e sensibilidade. Coloquei a sensibilidade em MCS15 da maioria das CPE's e rádios pra torres, -74dBm (Essa sensibilidade de cada data rate está no datasheet dos equipamentos):
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Sem título.jpg
Visualizações:	66
Tamanho: 	180,3 KB
ID:      	68395

    Ele trata como 12dBm a margem mínima, mas na real muitos autores do ramo calculam ela aumentando conforme a distância (Por isso não passo esse link, e sim esse: http://mayo.nuvisions.net/ubnt_link/ Ele leva em conta uma relação maior quando a distância é maior). Se fizer muitos PTP's você verá isso na prática, um sinal -60dBm a 1km permite MCS15 se tiver zona de Fresnel 100% limpa. Mas... em 25km esse mesmo nível de sinal é suficiente mal e mal pra MCS13! Quanto maior a distância, maior o efeito da 2ª e 3ª zonas de Fresnel. PTP de morro a morro também fica ok em altas distâncias, simplesmente por ter uma maior zona de Fresnel sem reflexos.

    Pra ter CCQ decente em todos os clientes, ou seja, CCQ de 98-99%, precisa relação na casa dos 20dBm, ou seja, se a sensibilidade do data rate escolhido é -74dBm, o sinal bom é -54dBm (Tem 20dBm entre eles). Esquece SNR por enquanto, porque só uma cidade muito lixo vai ter ruído tipo -80dBm, e qualquer ruído abaixo disso não é um problemão (Perfeito é lá pelo mínimo da sensibilidade do aparelho, uns -98 a -106dBm dependendo do equipamento. Em periferia com só 1 ou 2 provedores 5GHz operando é isso que terá na maioria dos canais. Em área rural terá coisa ainda mais baixa. Se tiver mais alta, a antena está refletindo em mastro ou suporte, é instalação mal-feita).



  3. #165

    Padrão Ajuste de MCS do MikroTik RouterOS

    @rubem eu me confundo em exemplo 30dB o que é isso esses negócios dBm dB confundi muito minha cabeça não leva a mal amigo desculpa ai ser você pode me explicar isso
    Outra coisa qual melhor equipamento usa que da mas qualidade na rede Rocket + nano , airgrid ou RB922NETMETAL + SXT, LHG
    Última edição por joaopaulodelfinomc; 22-04-2018 às 16:06.

  4. #166

    Padrão Re: Ajuste de MCS do MikroTik RouterOS

    Decibel é uma medida antiga, um décimo de bel, ou um décido do som de um sino. Mais de um século atrás não existiam muitos padrões, então a referência que se achou pra medir a intensidade de um som era o sino. 10 dB então dá o mínimo som que um determinado sino faria (Na real HOJE sabemos que não ouvimos sons baixos, mas qualquer toque num metal gera som). Então dB na prática só se usa pra som.

    dBm é só um jeito de fazer uma escala em dB, mas baseada numa potência, o miliwatt, ou milésimo de watt, o "m" da sigla. Watt é uma medida de potência, que basicamente é consumo elétrico, por isso se diz que uma lâmpada consome 10W. Então dBm é um decibel por miliwatt (Na verdade 0dBm é 1mW). dBi é só o correlato mas pra ganhos de antena. É a mesma referência, só que usamos dBm pra potência de RF nos rádios, e dBi pra ganho de antena.

    Toda escala baseada em dB tem o seguinte: A cada 3dB o valor medido deve DOBRAR. Ou seja, se 1dB$ é R$ 1, então 4dB$ tem que ser R$ 2. Os valores intermediários serão percentuais dessa diferença. De R$ 1 pra R$ 2 nada muda, mas quando parte pra casa dos milhões aí é bom ter uma medida assim, talvez 20dB$ seja R$ 1 milhão. Estabelece uma base, e crie seu "padrão decibélico", se muita gente aceitar, talvez vire um padrão comercial de fato ("Muita gente" nesse caso é milhares de engenheiros, não adianta angariar curtidas no Facebook).

    Se usa dBm ou dBi porque um sinal fraco tipo -71dBm seria escrito 0,000000079mW. Enquanto -69dBm muda pra 0,00000012mW. É muito zero! Tem que ficar contando zero toda hora (Em celular é pior, as vezes tem sinal lá por 0,000000000001mW. Radar as vezes tem 0,00000000000000001mW). Basicamente ao invés de usar watt, você faz uma escala cuja referência é o watt, se quiser usar um pra potência de lâmpada de ler pode criar um onde digamos um 1dblamp é 1W de consumo, aí você diz que uma lâmpada de 15W tem 15dBlamp. Pronto, fez uma escala baseada em alguma referência (Na natureza não temos como tirar referência de nada, nem a intensidade da luz do sol, ou sua cor, é estável ao longo dos anos. Todas as referências pros padrões são só um consenso de um grupo, no caso de intensidade de sinal em RF, a base é o miliwatt, mas pra facilitar a conta usamos o dB por miliwatt, porque em dB você pode usar valores negativos, -1dBm é sinal 2dBm maior que 1dBm, é igual dinheiro, dever R$ 1 é ter saldo de R$ -1, e isso é R$ 2 a menos que ter R$ 1 no bolso. Pensa sempre em dinheiro, se você tem -70, e ganha 10, você fica com -60. Se o sinal numa CPE de 10dBi é de -70dBm, ao mudar pra uma CPE de 20dBi vai ter 10dBm a mais de sinal, logo, terá -60dBm de sinal. Troque dBi por dBm na conta tranquilamente, aumentar ganho de antena aumenta no mesmo número o nível do sinal.

    Sobre qualidade de Rocket+Nano, ou RB922+SXT, aí é questão de fé, minha religião diz que setups simples tipo de Ubiquiti são pecado, então eu não uso pra mim, uso só pros clientes, porque eles travam pouco e caso dêem problema tem um setup bem simples de mexer. Já Mikrotik em geral tem sistema operacional mais customizável, numa mesmo RB922 posso fazer roteamento, autenticação, página http pra hotspot, SSID's múltiplos, múltiplas senhas pra clientes diferentes, enfim, quase tudo que pode ser feito em matéria de rede um RouterOS de uma RB922 faz. Mas... pra cliente doméstico isso é inútil, eles nunca vão usar nada disso. Mas eu não sou cliente doméstico por isso prefiro Mikrotik.

    Mas cuida com Airgrid, é uma CPE com só 1 chain, ele só usa 1 polaridade da torre pra trocar dados, enquanto todos os equipamentos de hoje usam 2 polarizações. Já que está ocupando um canal de 20MHz, usa 2 polarizações e passa logo o dobro do thrpoughput por ele. Se com um par de Nanostation passa digamos 50Mbps com um determinado nível de sinal, com o Airgrid vai passar só 25Mbps, já que está usando só 1 polarização. É tipo som stereo na música ou filme, já que vai ocupar o ouvido do telespectador, então coloca 2 canais diferentes de som, com um leve atraso num ouvido as vezes, pra parecer que um veículo passa da direita pra esquerda ou algo assim, PARECE ser só 1 som mas na real são 2 canais DIFERENTES com som. Em wifi você também pode transmitir 2 "canais" de dados num mesmo canal (20MHz de largura no espectro), é só colocar um em polarização diferente no outro, transmite um com a antena em pé (Vertical) e outro com a antena virada de lado (Horizontal), a intensidade é baixa o suficiente pro sinal de uma polarização não ser lido na outra (Assim como o som de um fone de ouvido numa orelha não pode chegar na outra orelha, senão perde parte do efeito estereoscópico; Efeito que se aplica também a imagens, uma imagem 3D é uma imagem estereoscópica, na real o dia todo você encher 2 imagens diferentes nos olhos, a análise das diferentes nelas é que fazem a gente estimar a distância do que estamos vendo).

    Eu não usaria airgrid pra cliente de mais de 2Mbps nunca, com só 1 polarização vai fazer muito uso do processador da etapa de RF da RB922 ou do RocketM5, acaba afetando o tempo que sobra pra sua torre trocar dados com os clientes que tem CPE's dupla-polarização (Nanostation M5, Nanobeam, SXT, LHG).



  5. #167

    Padrão Ajuste de MCS do MikroTik RouterOS

    @rubem eu vi um camarada falando em um forum da Mikrotik seguinte cenário coloca cada Radio AP com servidor pppoe e deixa a ccr so como firewall e Nat e o radio do cliente fica como bridge e quem fazer o roteamento e o roteado wifi do cliente o que vc acha desse cenário?

    “ outra dúvida ser eu for montar um pop em outra cidade qual melhor forma desse pop dessa cidade eu crio um servidor pppoe pra essa cidade o fazer que esses clientes desse pop dessa cidade venha conectar onde fica minha central?”

    “Outra dúvida qual melhor forma autenticação da CPE do cliente deixa ela como pppoe roteador bridge o deixa CPE do cliente como bridge e roteador do cliente como pppoe?”
    Última edição por joaopaulodelfinomc; 28-04-2018 às 10:50.

  6. #168

    Padrão Re: Ajuste de MCS do MikroTik RouterOS

    Roteamento e cia não é minha área.

    Meu negócio é RF e eletrônica.

    Mas eu prefiro PPPOE e com a CPE do cliente autenticando, aí se ele vai plugar o cabo da CPE direto num desktop, ou se vai colocar um roteador wifi dentro de casa, tanto faz, a rede interna dele está devidamente isolada da rede do provedor pela CPE roteando, ele pode colocar switch, conversor de fibra, enfim, dentro de casa ele pode fazer o que quiser, afinal a casa é dele, se ele quiser colocar um switch na saída da CPE ele tem que poder fazer isso sem pagar visita do provedor.