+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Não consigo logar nem como root

    Boa noite amigos, não sei se esse é o espaço correto para postar essa dúvida, mas aí vai.

    Recentemente um cliente me telefonou dizendo que não conseguia logar no opensuse 10.2, então me desloquei até a empresa e realmente ninguém mais logava na máquina, nem mesmo o root, após inserir o login e entrar com a senha aparecia a seguinte mensagem:


    As permissões do banco de dados de senhas são muito restritivas

    ou em inglês: "Permissions on the password database may be too restrictive"

    Desconfio que alguns deles que não sabem absolutamente nada de Linux tentou adicionar algum usuário e acabou mudando alguma configuração do sistema. Chequei as permissões dos arquivos /etc/passwd, /etc/group e /etc/shadow e todas estão normais, não ouve alteração, porém um último usuário foi adicionado e a linha desse usuário dentro do /etc/passwd foge do padrão, parece que foi usada senha MD5 ao invés do normal.

    Alguém já passou por isso e pode me ajudar?
    Agradeço a ajuda.

  2. #2

    Padrão

    verifica no

    /etc/pam.d/login

    Código :
    #%PAM-1.0
    auth [user_unknown=ignore success=ok ignore=ignore default=bad] pam_securetty.so
    auth       include      system-auth
    account    required     pam_nologin.so
    account    include      system-auth
    password   include      system-auth
    # pam_selinux.so close should be the first session rule
    session    required     pam_selinux.so close
    session    include      system-auth
    session    required     pam_loginuid.so
    session    optional     pam_console.so
    # pam_selinux.so open should only be followed by sessions to be executed in the user context
    session    required     pam_selinux.so open
    session    optional     pam_keyinit.so force revoke

    este ai.. eh padrao do centos 5 ...

    tambem apague o ultimo usuario que nao esta no padrao.. talvez esteja causando o erro



  3. #3

    Padrão

    Pelo que andei pesquisando sobre o OpenSUSE parece que foi configurada alguma opção de segurança, parece que que usando o YAST2 é algo em Security> Local, algo do tipo assim...

    Veja os arquivos/diretorio: /etc/permissions*, lá vai te dar uma noção, basicamente quando seta-se a seguranca em paranoid o root nao loga nem local (ele deve remover todas as securetty's), aparentemente é configurado em /etc/sysconfig/security.


    Veja aqui:

    Novell: openSUSE 10.3: permissions

    Acredito ser isto.