+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Importacao 2% até desembro!

    A hora é agora!

    Camex reduz Imposto de Importação para bens de informática e telecom


    :: 08/05/2008 O Conselho de Ministros da Câmara de Comércio Exterior (Camex) através da Resolução nº 26, publicada nesta quarta-feira (08/05) no Diário Oficial da União, reduziram para 2%, até 31 de dezembro de 2008, a alíquota "ad valorem" do Imposto de Importação incidente sobre os seguintes Bens de Informática e Telecomunicações, na condição de Ex-tarifário:
    NCM 8471.60.59 (Ex 001) - Lousas digitais interativas, com tecnologia de indução eletromagnética, onde se pode operar o computador, desenhar e traçar sobre uma imagem nele projetada por meio de uma caneta eletrônica sem fio.
    NCM 8517.62.51 (Ex 003) - Dispositivos eletrônicos condicionadores de linhas (repetidores) de banda larga "ADSL", para aumentar a taxa de transmissão de dados ou o alcance do sinal "ADSL", para instalações aéreas ou subterrâneas.
    NCM 8543.70.99 (Ex 064) - Aparelhos de mixagem e processamento de sinais de áudio digital no formato AES/EBU "Audio Engineering Society"/'European Broadcast Union", com 32 ou mais canais de entrada AES/EBU.
    A partir de 1º de janeiro de 2009, as reduções tarifárias, de que tratam esta resolução. deverão ser adaptadas aos instrumentos de política tarifária que vierem a ser estabelecidos pelo Mercosul para os Bens de Informática e Telecomunicações.

  2. #2

    Padrão

    Amigo.. tem alguma importadora para indicar pra gente?? pois parece q mesmo comprando no PY e regularizando na ponte.. nao poderá.. pois é considerado como comercio?? ou eu nao entendi direito como funciona essa regularizacao na ponte do PY (acho q nem eles entende)



  3. #3

    Padrão

    Tambem Tenho Interesse Em Alguem Que Queira Trazer Equipamentos

  4. #4

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Pirigoso Ver Post
    A hora é agora!

    Camex reduz Imposto de Importação para bens de informática e telecom


    :: 08/05/2008 O Conselho de Ministros da Câmara de Comércio Exterior (Camex) através da Resolução nº 26, publicada nesta quarta-feira (08/05) no Diário Oficial da União, reduziram para 2%, até 31 de dezembro de 2008, a alíquota "ad valorem" do Imposto de Importação incidente sobre os seguintes Bens de Informática e Telecomunicações, na condição de Ex-tarifário:
    NCM 8471.60.59 (Ex 001) - Lousas digitais interativas, com tecnologia de indução eletromagnética, onde se pode operar o computador, desenhar e traçar sobre uma imagem nele projetada por meio de uma caneta eletrônica sem fio.
    NCM 8517.62.51 (Ex 003) - Dispositivos eletrônicos condicionadores de linhas (repetidores) de banda larga "ADSL", para aumentar a taxa de transmissão de dados ou o alcance do sinal "ADSL", para instalações aéreas ou subterrâneas.
    NCM 8543.70.99 (Ex 064) - Aparelhos de mixagem e processamento de sinais de áudio digital no formato AES/EBU "Audio Engineering Society"/'European Broadcast Union", com 32 ou mais canais de entrada AES/EBU.
    A partir de 1º de janeiro de 2009, as reduções tarifárias, de que tratam esta resolução. deverão ser adaptadas aos instrumentos de política tarifária que vierem a ser estabelecidos pelo Mercosul para os Bens de Informática e Telecomunicações.
    Eu já acho que diminuindo o imposto para EQUIPAMENTOS ADSL ai que as teles vão deitar e rolar!



  5. #5

    Padrão

    Citação Postado originalmente por ijr Ver Post
    Eu já acho que diminuindo o imposto para EQUIPAMENTOS ADSL ai que as teles vão deitar e rolar!
    E eu já estou achando que por detrás de tudo isso, é exatamente este o objetivo. Os caras não são fáceis.
    Vira e mexe e eles acham um jeito de tirar proveito próprio, mudando leis.
    E isso acontece em todas as áreas.

  6. #6
    Moderador Avatar de xandemartini
    Ingresso
    Nov 2005
    Localização
    Espumoso, Brazil
    Posts
    2.410
    Posts de Blog
    1

    Padrão

    Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    E eu já estou achando que por detrás de tudo isso, é exatamente este o objetivo. Os caras não são fáceis.
    Vira e mexe e eles acham um jeito de tirar proveito próprio, mudando leis.
    E isso acontece em todas as áreas.
    Também tou achando que isso tem dedo das operadoras, ainda mais agora q elas tão com compromisso de levar banda larga a todas a cidades...



  7. #7

    Padrão

    Citação Postado originalmente por xandemartini Ver Post
    Também tou achando que isso tem dedo das operadoras, ainda mais agora q elas tão com compromisso de levar banda larga a todas a cidades...
    Por onde andavas, tchê?

    E tudo isso com o dinheiro do Fust.

  8. #8
    Moderador Avatar de xandemartini
    Ingresso
    Nov 2005
    Localização
    Espumoso, Brazil
    Posts
    2.410
    Posts de Blog
    1

    Padrão

    Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Por onde andavas, tchê?

    E tudo isso com o dinheiro do Fust.
    A coisa anda corrida por aqui... várias atualizações na estrutura do provedor, pra poder acompanhar o crescimento hehehe...

    Dinheiro do FUST, é verdade... Se bem q quem paga o FUST são as operadoras mesmo, não são os consumidores... Mas bem q a gente q tem SCM podia entrar no bolo, pq afinal de contas 1% de cada NF emitida vai pro FUST.



  9. #9

    Padrão

    Citação Postado originalmente por xandemartini Ver Post
    A coisa anda corrida por aqui... várias atualizações na estrutura do provedor, pra poder acompanhar o crescimento hehehe...

    Dinheiro do FUST, é verdade... Se bem q quem paga o FUST são as operadoras mesmo, não são os consumidores... Mas bem q a gente q tem SCM podia entrar no bolo, pq afinal de contas 1% de cada NF emitida vai pro FUST.
    Sim, mas quem acaba pagando este 1% são os consumidores.

    Eu vi ano passado uma entrevista do Hélio Costa, onde ele dizia que este dinheiro, por lei só poderia ser utilizado por uma estatal.
    E como estatal tem só a Telebras, o Joelmir Betim perguntou: Ainda existe a Telebrás? A resposta foi positiva. E ela tem ainda cerca de 200 funcionários. Só que está tudo parado.
    E ele foi mais longe ainda, dizendo que teria que mudar a lei para que esse dinheiro pudesse ser canalizado via Teles para o projeto de banda larga nas escolas.
    Agora tu imagina, vem uma empresa destas e dá uma linhazinha para cada escola e usa o restante para aumentar sua infraestrutura.

    E como você bem disse. E nós...?
    Afinal já chega nos 7 bi este fundo.