+ Responder ao Tópico



  1. Estive lendo no site da Anatel sobre a designação de frequencias para todos os tipos de serviços.
    O que me chamou a atenção é que para dados está destinada uma pequena faixa nos 900mhz e depois em 2.4 e 5.8

    Até aí tudo bem.

    Agora vem a minha indagação e também indignação. Porque as operadoras podem prestar o serviço de internet em 850mhz que é o caso da Vivo e em 1900 que é o caso da Claro e Tim, se nestas frequencias está bem claro lá na legislação que são frequencias destinadas a fonia móvel? Podem procurar na relação das frequencias e não vão achar.


    Hoje o que mais está vendendo é notebook e logo, logo o usuário quer saber se ele vai conectar em toda a cidade.
    Explico que, se for mais próximo das torres, sim. O povo quer mobilidade, e como vamos transpor este desafio? Enchendo as nossas cidades com torres?

    Pelo que li, em 900mhz poderia superar este problema, porque não é crítica a questão da visada, mas além de caro, parece que não é muito estável e passa pouca banda.

  2. Eu já estive pensando nisso e pense em integrar no hotspot, estive pesquisando no site da huawei se tem aqueles modems que conecta na USB igual ao modem para 3G, só que para 2,4 Ghz. Minha ideia era colocar o cookie por muito tempo e quando o usuario passar de uma cobertura para outra não precisará autenticar novamente.

    Mas isso é uma ideia, a MK teria que agregar na ferramenta o handoff, mudar de torre sem cair a conexão.


    mais é isso ai, temos que buscar soluções.



  3. Citação Postado originalmente por rodrigorso Ver Post
    Eu já estive pensando nisso e pense em integrar no hotspot, estive pesquisando no site da huawei se tem aqueles modems que conecta na USB igual ao modem para 3G, só que para 2,4 Ghz. Minha ideia era colocar o cookie por muito tempo e quando o usuario passar de uma cobertura para outra não precisará autenticar novamente.

    Mas isso é uma ideia, a MK teria que agregar na ferramenta o handoff, mudar de torre sem cair a conexão.


    mais é isso ai, temos que buscar soluções.
    Rodrigo, lá em Bridge tem como escolher o protocolo de conexão. o prot. RSTP irá sempre procurar o melhor caminho, quando uma conexão cai.
    No meu caso eu uso o MK só como servidor e tenho APs lá em cima e distantes tenho outros em em WDS.
    Já fiz o teste numa torre, desativando um AP e o sinal no notebook entra no outro AP sem o usuário perceber que trocou.
    Ele sempre vai conectar no que tiver com o sinal mais forte.

    Vou dau uma olhada neste site da Huawei. Eu tenho aqui são os adaptadores USB. O da Edimax tem conector para antena externa mas não aceita cabo de extensão USB. Já o AProuter e Gi-Link tem conector e aceita cabo de extensão. Estes tem chipset Zydas, com bom resultado, só que dá uma incompatiblidade com o windows e seguidamente dá tela azul.

    O que nós precisariamos é ter um bichinho destes com maior alcance.

  4. Protocolo de Sinalização RSTP

    O RTSP [6] ou Protocolo de Fluxo Contínuo em Tempo Real (Real-Time Streamins Protocol RFC 2326) é de domínio público e permite a interação cliente e servidor, entre a fonte do fluxo de mídia a taxa constante (servidor) e o usuário (transdutor). Essa interatividade vem da necessidade de o usuário ter um maior controle sobre a reprodução da mídia.

    As funcionalidades do RTSP resumem-se às manipulações de execução do arquivo, similarmente às funcionalidades que um aparelho reprodutor de CD disponibiliza para se ouvir música gravada. Ele permite que um transdutor controle a corrente de mídia através de comandos de: pausa e reinicio; retrocesso e avanço rápidos e reposicionamento da reprodução.

    Achei essa definição do site do teleco, mas como você falou que ele escolhe a melhor conexão, pela definição ele não faz isso.

    Você usa esse protocolo, na experiência elefunciona bem.

    t +



  5. Citação Postado originalmente por rodrigorso Ver Post
    Protocolo de Sinalização RSTP

    O RTSP [6] ou Protocolo de Fluxo Contínuo em Tempo Real (Real-Time Streamins Protocol RFC 2326) é de domínio público e permite a interação cliente e servidor, entre a fonte do fluxo de mídia a taxa constante (servidor) e o usuário (transdutor). Essa interatividade vem da necessidade de o usuário ter um maior controle sobre a reprodução da mídia.

    As funcionalidades do RTSP resumem-se às manipulações de execução do arquivo, similarmente às funcionalidades que um aparelho reprodutor de CD disponibiliza para se ouvir música gravada. Ele permite que um transdutor controle a corrente de mídia através de comandos de: pausa e reinicio; retrocesso e avanço rápidos e reposicionamento da reprodução.

    Achei essa definição do site do teleco, mas como você falou que ele escolhe a melhor conexão, pela definição ele não faz isso.

    Você usa esse protocolo, na experiência elefunciona bem.

    t +
    Me deu uma aula.
    Eu li isso num tutorial, mas agora já não sei se era verdade o que esta escrito lá.
    Eu usava antes, quando tinha criado uma bridge entre as interfaces, e usava ppoe-cliente. Mas depois passei para autenticar no modem e não usei mais.
    Hoje está tudo pelo mais simples, hotspot e todos os controles feitos por ele. Mas passo a conexão de um AP para outro ao natural. Como disse estão em bridge e AP+WDS.






Tópicos Similares

  1. Programas para Wireless
    Por Pirigoso no fórum Redes
    Respostas: 18
    Último Post: 10-07-2005, 17:57
  2. Respostas: 0
    Último Post: 27-02-2005, 11:41
  3. Compra/Cotação de preços para Wireless
    Por guardian_metal no fórum Redes
    Respostas: 0
    Último Post: 13-12-2004, 06:54
  4. Cabos Para Wireless
    Por patrickcanton no fórum Redes
    Respostas: 14
    Último Post: 27-08-2004, 17:19
  5. Sugestão para wireless?
    Por Jim no fórum Redes
    Respostas: 5
    Último Post: 27-04-2004, 15:55

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L