+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão 5.8 tem melhor cobertura?

    Estava pensando em passar minha rede toda para 5.8.
    Numa comparação entre 5.8 e 2.4 na questão cobertura, o 5.8 leva vantagem?
    Por ex. num raio de 1km em torno da torre é possível manter conexão com notebook dentro de casa, só com a antena interna do note?
    5.8 é menos sensível aos obstáculos, ou seja menos exigente com visada ou é o mesmo problema que em 2.4?

  2. #2

    Padrão

    Por regra, quanto menor a frequencia, maior a abrangência. Isso também se aplica a obstáculos, vejo o exemplo do 900 Mhz.



  3. #3

    Padrão

    Citação Postado originalmente por ijr Ver Post
    Por regra, quanto menor a frequencia, maior a abrangência. Isso também se aplica a obstáculos, vejo o exemplo do 900 Mhz.
    Sim, eu sempre soube isso, que com frequencia menor os obstáculos não seriam tão críticos e consequentemente a cobertura poderia ser melhor. Pena que não tem muita opção para uso como cliente.

    Mas por outro lado vejo muita gente elogiando 5.8 e até alguns que propõe usar tudo em 5.8. Seria só para fugir de poluição em 2.4? Se for só por isso, continuo em 2.4 porque poluição para mim não é o problema ( ainda)
    Uma pessoa me disse que 5.8 daria uma melhor cobertura do sinal, o que me deixou curioso em saber se valeria a pena a troca. O que eu quero é conseguir melhor cobertura para permitir o uso com notebook mais distantes da base.

  4. #4

    Padrão

    Quanto maior a frequencia, menor o comprimento de onda... em 900Mhz temos uma onda que pode contornar facilemte os obstaculos, porem nao chega muito longe devido a modulacao.

    Em 5.8 voce tera um comprimento de onda pequeno, porem voce jamais ira conectar algo que nao esteja perto demais os sem visada. quanto menor o comprimento de onda, mais sensivel é a bostáculos... Observe a Sky... funciona entre 10 e 12Ghz... ate mesmo nuvens no caminho entre a antena e o satelite causa interferencia, e veja que eles possuem amplificadores (LNBF) infinitamente mais sensiveis que os usados em Wi-Fi.



  5. #5

    Padrão

    Eu se tivesse que fazer algum teste nisso faria com o 900Mhz, será que dá para colocar um XR9 no NoteNook, ele parece ser um card grande. Existe mais algum cartão de 900Mhz?

  6. #6

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Josue Guedes Ver Post
    Eu se tivesse que fazer algum teste nisso faria com o 900Mhz, será que dá para colocar um XR9 no NoteNook, ele parece ser um card grande. Existe mais algum cartão de 900Mhz?

    Foi isso que eu argumentei com quem me disse que 5.8 daria melhor cobertura. Mas ele me garantiu que não. Mas acho que ele está se baseando no fato que links de longa distância o 5.8 é o ideal. Mas nestes casos são ponto a ponto muito bem alinhados, com antenas de alto ganho.
    Para distribuir com setoriais o sinal em 5.8, acho eu que não chega onde chega 2.4. Ou estou errado?

    Mas em 900 esbarra novamente na questão custos. Não pode ser nada muito caro, senão perde o atrativo. As teles, apesar do serviço não prestar, estão oferecendo o modem quase de graça. Isso atrai muita gente.
    O mais prático seria algo em PCMCIA que praticamente todo note tem slot.



  7. #7

    Padrão

    Essa analise depende de algumas váriaveis: Meio físico, potência do transmissor, ganho de antena, atenuações em cabos e conectores, modulações, etc...

    Supondo que temos o mesmo: Meio físico (ar), mesma potência (TX), mesma sensibilidade (RX), as mesmas atenuações, os mesmos ganhos, e modulações similares. Ou seja: estamos hipoteticamente, analisando somente o comportamento da frequência podemos então dizer que:

    - Quanto maior a Frequência menor é a Penetração. (Capacidade da onda em transpor obstáculos)
    - Quanto maior a Frequencia menor é a Propagação no meio. (Distância)
    - Quanto maior a Frequência maior a o troughput em uma mesma faixa de banda. (Ex.: 5Mhz)

    Mas como eu disse acima, existem uma série de váriaveis que interfere diretamente nisso. Tendo que ser estudado caso a caso qual é a melhor forma de se trabalhar.

  8. #8

    Padrão

    Citação Postado originalmente por mauriciotelecom Ver Post
    Essa analise depende de algumas váriaveis: Meio físico, potência do transmissor, ganho de antena, atenuações em cabos e conectores, modulações, etc...

    Supondo que temos o mesmo: Meio físico (ar), mesma potência (TX), mesma sensibilidade (RX), as mesmas atenuações, os mesmos ganhos, e modulações similares. Ou seja: estamos hipoteticamente, analisando somente o comportamento da frequência podemos então dizer que:

    - Quanto maior a Frequência menor é a Penetração. (Capacidade da onda em transpor obstáculos)
    - Quanto maior a Frequencia menor é a Propagação no meio. (Distância)
    - Quanto maior a Frequência maior a o troughput em uma mesma faixa de banda. (Ex.: 5Mhz)

    Mas como eu disse acima, existem uma série de váriaveis que interfere diretamente nisso. Tendo que ser estudado caso a caso qual é a melhor forma de se trabalhar.
    Acho que você resumiu muito bem a questão.
    Como dizíamos na física, nas mesmas "CNTP" só o terceiro ponto é favorável.

    Resumindo, para o meu caso ainda não há vantagem em querer levar tudo para 5.8.