+ Responder ao Tópico



  1. #13

  2. #14



  3. #15

    Padrão

    Alexandre e Terence, não é bem assim, eu fabrico fontes aqui também, já fabriquei de até 50Amp, para testar amplificadores automotivos. Os calculos que você estão sugerindo são válidos apenas para cargas resistivas como chuveiros e lâmpadas. Analisem bem:

    Vocês dizem que uma fonte 24 volts por 1 amp, dissipada potência de 24W, tudo bem.

    Vamos para nosso mundo então:

    pegamos uma RB433 e colocamos 2 EMP8602, com consumo de 0,7 amp cada um, + o consumo da RB que deve ser algo em torno de 0,5 amp mais ou menos, então teremos 0,7 + 0,7 + 0,5 amp = 1,9 Amp

    Aqui já temos um problema, pois teremos uma fonte de 1amp, para alimentar uma carga de 1,9 Amp, vai faltar corrente. Os 24 volts dela não vai fazer diferença, pois faltou foi corrente elétrica. Lembrem-se que estamos com uma fonte que dissipa 24W.

    Ai para resolver o problema pegaremos a fonte de 12 volts por 2 amp, que também dissipa os mesmos 24 watts, e o problema vai ser resolvido. A RB funciona com 10 a 48 volts, os 12 volts vão funcionar perfeitamente.

    Conclusão, a potência dissipada por uma fonte não pode ser usada para dimensionar uma aplicação
    em nossas utilizações. Nas RB´s por exemplo, a tensão passa por reguladores de tensão e não vai fazer diferença você aumentar a tensão, muito pelo contrario, os reguladores terão que transformar essa tensão em calor. Façam os cálculos usando apenas a corrente elétrica medida em Amperes e tudo vai dar certo.

  4. #16

    Padrão consumo...

    mas ate onde saiba a corrente depende da diferenca de potencial aplicada...o consumo de 0,7a deve ser com alguma tensao especifica...



  5. #17

    Padrão

    Citação Postado originalmente por terencerocha Ver Post
    mas ate onde saiba a corrente depende da diferenca de potencial aplicada...o consumo de 0,7a deve ser com alguma tensao especifica...
    A direfença de potencial pode ser comparada a dois reservatórios de água, um cheio e outro vazio, o cano que liga os dois seria um condutor, quanto mais grosso o cano, mais água vai passar, que no caso são elétrons, formando a corrente elétrica medida em amperes, você aumentar ou diminuir a espessura do cano não terá efeito nos níveis iniciais de água no reservatório, e numa fonte é mesma coisa a DDP é a dirença de elétrons entre o positivo e negativo, formando a tensão medida em volts, a DDP não vai influenciar na corrente elétrica fornecida. Em alguns caso vemos fontes que quando subemtidas ao limite de corrente elas sofrem uma pequena queda na DDP , mais isso é devido falha no circuito, e as própias perdas naturais no circuito. Por isso é bom sempre usar uma fonte que forneça mais corrente e não trabalhar no limite.

  6. #18

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Josue Guedes Ver Post
    A direfença de potencial pode ser comparada a dois reservatórios de água, um cheio e outro vazio, o cano que liga os dois seria um condutor, quanto mais grosso o cano, mais água vai passar, que no caso são elétrons, formando a corrente elétrica medida em amperes, você aumentar ou diminuir a espessura do cano não terá efeito nos níveis iniciais de água no reservatório, e numa fonte é mesma coisa a DDP é a dirença de elétrons entre o positivo e negativo, formando a tensão medida em volts, a DDP não vai influenciar na corrente elétrica fornecida. Em alguns caso vemos fontes que quando subemtidas ao limite de corrente elas sofrem uma pequena queda na DDP , mais isso é devido falha no circuito, e as própias perdas naturais no circuito. Por isso é bom sempre usar uma fonte que forneça mais corrente e não trabalhar no limite.

    Será isso que acontece em uma Rb, que muitas vezes trava e às vezes pensamos que é a RB. Quando se usa uma fonte inadequada para aquela situação?