+ Responder ao Tópico



  1. #103

    Padrão

    Na "prática" pode-se medir a ROE e por consequencia estabelecer o melhor casamento da impedância, com o uso de um medidor de ROE para a frequencia de 2.4.

    Isso é muito comum em baixas frequencias, mas para altas, é muito difícil de encontrar no comércio.

    Eu só vi num site dos "gringos".

  2. #104

    Padrão PESSOAL E A PERGUNTA DO GILVAN QUEM IRÁ RESPONDER ?

    Citação Postado originalmente por GilvanEnriconi Ver Post
    Tenho dito que há muita diferença entre Fenômeno físico e Modelo. Falei até dos artifícios que se cria para interpretar o fenômeno físico. Quem compreendeu isso, deverá embarcar no trem deste novo tópico. Lá vai:
    Enlace Ponto a ponto existe!
    Enlace Ponto Multiponto não existe!
    Continuam bem sentados?
    Pois é. Precisamos explorar este conceito junto. Uma antena quando está ligada num AP, temos por definição ser uma antena multiponto. Porém, esta antena nunca estará ligada ao mesmo tempo com outras duas. Nem estará recebendo e transmitindo ao mesmo tempo. O roteator não deixa. É sempre uma coisa de cada vez. Logo, no domínio do tempo, para dada posição do roteador a antena do AP está se comunicando com apenas outra antena de cliente. Sendo assim, só existe ponto a ponto.
    Concordam?
    O radinho pode ser multiponto e leva o apelido de AP. Ou então o radinho pode ser cliente. Entre as antenas só existe ponto á ponto.
    Este conceito é muito importante para estudos que faremos posteriormente. Pergunto:
    Que tempo existe entre o envio de dois pacotes? Não sei essa resposta, quem souber, por favor, me responda. Acredito que seja uma constante de tempo determinada pelo TCP/IP, alguém sabe me responder em unidade de tempo?

    Vejam como é importante: Se o cabo coaxial tiver um comprimento tal que a onda para percorre-lo demore mais que o tempo entre dois pacotes, podemos determinar um comprimento mínimo do cabo coaxial, de tal forma que a onda refletida não encontre a onda fundamental. Logo nesta instalação não haveria onda estacionária. Este será um dos temas do próximo curso.
    Mandem por favor a resposta sobre este tempo. Esta resposta está na área de conhecimento de vocês.
    Um abraço.
    Gilvan
    Pessoal agora é a nossa vez mas quem se candidatar a responder ?


    Marcelo Alexandrino
    Consultor Tecnológico



  3. #105
    Eng. Eletricista/Eletrôni Avatar de MarceloGOIAS
    Ingresso
    Feb 2007
    Localização
    Goiânia
    Posts
    2.120
    Posts de Blog
    2

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Alexandrino Ver Post
    Pessoal agora é a nossa vez mas quem se candidatar a responder ?


    Marcelo Alexandrino
    Consultor Tecnológico

    Olá,

    por um momento pensei em responder aos questionamentos do colega, mas desisti. São conceitos meio estranhos na área de elétrica, bem como na área de rede. Exemplo: é a primeira vez que vejo alguém afirmar que ponto multiponto não existe. Fiquei curioso em saber em qual universidade que o nobre colega engenheiro se formou..... ..... muito curioso.

  4. #106

    Padrão

    Transmission Control Protocol (Tcp)

    O TCP é um protocolo da camada de transporte da arquitetura Internet TCP/IP. O protocolo é orientado a conexão e fornece um serviço confiável de transferência de arquivos fim-a-fim. Ele é responsável por inserir as mensagens das aplicações dentro do datagrama de transporte, reenviar datagramas perdidos e ordenar a chegada de datagramas enviados por outro micro. O TCP foi projetado para funcionar com base em um serviço de rede sem conexão e sem confirmação, fornecido pelo protocolo IP.
    O protocolo TCP interage de um lado com processos das camadas superiores de aplicação e do outro lado com o protocolo da camada de rede do modelo da Internet. A interface entre o protocolo e a camada superior consiste em um conjunto de chamadas. Existem chamadas, por exemplo, para abrir e fechar conexões e para enviar e receber dados em conexões previamente estabelecidas. Já a interface entre o TCP e a camada inferior define um mecanismo através do qual as duas camadas trocam informações de maneira assíncrona.
    Este protocolo é capaz de transferir uma cadeia (Stream) contínua de Bytes, nas duas direções, entre seus usuários. Normalmente o próprio protocolo decide o momento de parar de agrupar os Bytes e de, conseqüentemente, transmitir o segmento formado por esse agrupamento.
    Porém, caso seja necessário, o TCP pode requerer a transmissão imediata dos Bytes que estão no buffer de transmissão, através da função push. Vale a pena enfatizar que esta função push deverá estar previamente habilitada no código fonte da aplicação em questão para que o TCP saiba como agir.
    Conforme mencionado, o protocolo TCP não exige um serviço de rede confiável para operar, logo, responsabiliza-se pela recuperação de dados corrompidos, perdidos, duplicados ou entregues fora de ordem pelo protocolo de rede. Isto é feito associando-se cada Byte a um número de seqüência. O número de seqüência do primeiro Byte dos dados contidos em um segmento é transmitido junto com o segmento e é denominado número de seqüência do segmento. Os segmentos carregam "de carona" (Piggybacking) um reconhecimento.
    O protocolo TCP realiza, além da multiplexagem, uma série de funções para tornar a comunicação entre origem e destino mais fiável.
    São responsabilidades do protocolo TCP:
    O controlo de fluxo,
    O controlo de erro,
    A seqüência e a multiplexagem de mensagens.
    A camada de transporte oferece para o nível de aplicação um conjunto de funções e procedimentos para acesso ao sistema de comunicação de modo a permitir a criação e a utilização de aplicações de forma independente da implementação. Desta forma, as interfaces socket ou TLI (ambiente Unix) e Winsock (ambiente Windows) fornecem um conjunto de funções-padrão para permitir que as aplicações possam ser desenvolvidas independentemente do sistema operativo no qual funcionarão.


    Estados De Uma Conexão TCP

    Devido a que toda conexão TCP cria uma máquina de estados para o correto funcionamento da transferência de informação ponto é que vamos explicar em detalhe os diferentes estados de uma conexão TCP para viabilizar a análise do resultado da captura de pacotes na rede.
    O TCP corresponde ao protocolo da camada de transporte do modelo de referência OSI que é orientado a conexão. Por ter essa característica, antes de ocorrer a transmissão de dados deve-se estabelecer uma sessão de comunicação entre as duas partes participantes. Essa sessão é estabelecida através de um processo chamado 3-Way Handshake, que irá sincronizar os números de seqüência e oferecer informações de controle necessárias para estabelecimento da conexão.
    Como o início e o fim de uma sessão de comunicação são bem definidos e o TCP acompanha o estado de suas conexões mediante flags é importante saber quais são os muitos estados que uma conexão TCP passa.
    A tabela mostra o processo de 3-Way Handshake para o estabelecimento de uma conexão TCP.
    http://wiki.pm.sc.gov.br/images/Tabela1.png


    O reconhecimento (ACK) constitui-se no número de seqüência do próximo Byte que a entidade TCP transmissora espera receber do TCP receptor na direção oposta da conexão. Por exemplo, se o número de seqüência X for transmitido no campo Acknowledge (ACK), ele indica que a estação TCP transmissora recebeu corretamente os Bytes com os números de seqüência menores que X, e que ele espera receber o Byte X na próxima mensagem.
    http://wiki.pm.sc.gov.br/images/Tabela2.png


    Os estados possíveis (em vermelho) de estabelecimento da conexão TCP são os seguintes:
    LISTEN: esse é o estado verdadeiro de uma conexão TCP, ele ocorre quando um computador está esperando um pedido para iniciar uma conexão.
    SYN-SENT: esse estado indica que o computador enviou um SYN para iniciar a conexão e está aguardando a resposta SYN-ACK adequada.
    SYN-RCVD: esse estado indica que o computador enviou a resposta SYN-ACK depois de ter recebido o SYN.
    ESTABLISHED: esse estado (em verde) indica que a conexão foi estabelecida. O computador que iniciou a conexão entra nesse estado depois de receber o SYN-ACK e o computador que responde depois que recebe o ACK.
    Como verificamos na tabela acima esses são os estados que os computadores passam no processo de estabelecimento da conexão TCP no processo chamado 3-Way Handshake. Existem outros estados (em azul) que acontecem na hora de finalizar uma conexão TCP:
    FIN-WAIT-1: O estado que um computador se encontra após ter enviado um pacote FIN inicial pedindo um fechamento correto da conexão TCP.
    CLOSE-WAIT: O estado da conexão do computador que recebeu um FIN inicial e envia de volta um ACK para confirmar o FIN.
    FIN-WAIT-2: O estado da conexão do computador que recebeu a resposta ACK para seu FIN inicial, e indica que agora está esperando um FIN final.
    LAST-ACK: Esse estado indica que o computador acabou de enviar seu segundo FIN, que é necessário para encerramento correto da conexão TCP, e está aguardando uma confirmação.
    TIME-WAIT: Nesse estado encontra-se o computador iniciador que recebeu um FIN final e enviou um ACK para fechar a conexão. Nesse momento ele não irá mais receber nenhuma confirmação do ACK que acabou de enviar, portanto espera um período de tempo para fechar a conexão.
    CLOSED: pode-se considerar como “sem estado”. Esse estado existe antes que uma conexão seja iniciada ou quando ela é finalizada.
    Estes estados estão ilustrados na tabela abaixo e eles ocorrem dessa forma para o correto fechamento da conexão TCP, onde n indica que o tempo de vida da conexão demorou n intervalos de tempo.

    referencia: Wikipom - O Base de Conhecimento da Polícia Militar de Santa Catarina

    Assim pessoal, o tempo que o tcp demora pra enviar novo pacote depende da resposta (ack) da máquina de destino.

    O ack time out que setamos nos radinhos wireless, é o tempo máximo em que se espera uma resposta, mas não é um resposta a nível de protocolo TCP/IP, embora tenha certa semlhança na função que exerce dentro da conexão, este ack é do protocolo 802.11 utilizado na comunicação wireless.
    Última edição por JHONNE; 23-02-2009 às 18:53.



  5. #107
    Eng. Eletricista/Eletrôni Avatar de MarceloGOIAS
    Ingresso
    Feb 2007
    Localização
    Goiânia
    Posts
    2.120
    Posts de Blog
    2

    Padrão

    Colega,

    ir a Wikepedia copiar e colar aqui tantas informações não ajuda muito. Tem como resumir, sintetizar e demonstrar causas e efeitos de cada item colado em sua mensagem?

  6. #108

    Padrão

    Citação Postado originalmente por MarceloGOIAS Ver Post
    Colega,

    ir a Wikepedia copiar e colar aqui tantas informações não ajuda muito. Tem como resumir, sintetizar e demonstrar causas e efeitos de cada item colado em sua mensagem?
    Tá ficando muito complicado para minha humilde cabeça.
    Mas tive a coragem de ler até o fim.

    Não sei se era isto que ele queria ao transcrever, mas quando o Gilvan perguntou sobre o tempo, a resposta estaria relacionada com o ACK?