+ Responder ao Tópico



  1. Para não ficar apenas no achismo, trouxe algumas fórmulas válidas para cabo coaxial trançado:

    Impedância Zo = 138/sqr(Epson)*log(D/d)

    onde : Epson = constante dielétrico (depende do material plástico e da sua forma de extrusão)
    D- diâmetro do dielétrico
    d- diâmetro do condutor central

    Capacitância(pF/pé) C = 7.36*Epson/log(D/d)

    Atenuação (dB/pé) = 0.4343/Zo*D *(D/d+1)* sqr (freq) + 2.78 * (freq)*Epson* 1/sqr(Epson)
    freq = frequencia de operação em MHz.

    Como podemos ver pelas fórmulas :

    A impedância e a capacitância dependem unicamente da razão dos diâmetro elétricos dos cabos e da natureza do dielétrico.
    A atenuação depende : dos diâmetro elétricos dos cabos , da natureza do dielétrico e da frequência. Depende da impedâcia, mas como esta depende dos itens anteriores, é redundante dizer que depende da impedância.

  2. Citação Postado originalmente por abelardo Ver Post
    A atenuação depende : dos diâmetro elétricos dos cabos , da natureza do dielétrico e da frequência. Depende da impedâcia, mas como esta depende dos itens anteriores, é redundante dizer que depende da impedância.
    Concordo com o que disse... so que eu considero redundante falar dos outros fatores... simplesmente eu falo que depende da capacitancia e já englobo tudo, desde o padrão geometrico, distancias, dieletrico... muito mais simples.. falamos do produto final que altera.;; ETC...

    o que tem maior peso é a capacitancia... por isso frisei a capacitancia... avaliando a mesma frequencia em dois casos, pois a frequencia tb é um fator que altera a atenuação...

    Vejamos... o fator que tem mais peso é a capacitancia considerando o comprimento do cabo o mesmo e tb a mesma frequencia... foi isso que disse desde o inicio.

    entendido...

    So tem uma coisa... não estou trabalhando em cima do ACHISMO... vlw
    Última edição por nandofer; 29-04-2009 às 21:07.



  3. Citação Postado originalmente por abelardo Ver Post
    O que o texto está dizendo é que a perda (atenuação) até 1GHz é predominantemente devido a perda nos condutores , perda esta que se dá devido ao efeito skin.A lógica é que qto mais alta a frequência menor a penetração do sinal no condutor. Logo sua perda que é proporcional a área de restrição ao sinal cai. Não está dizendo que o efeito skin desaparece. A partir de 1GHz a perda é majoritariamente determinada pela perda no dielétrico.

    OK... e onde falei que o efeito skin desaparece??? nenhum momento falei o que vc esta insinuando que disse...
    Vc está sendo redundante as conclusoes que frisei desde o inicio, mas coloca outras avaliações... apenas parece... que discorda do que falo... mas fala a mesma coisa que digo...
    Última edição por nandofer; 29-04-2009 às 21:12.

  4. bem gente,


    vou à pratica. Pedi 30 metros do referido cabo, vou testar em várias situaçoes e ver o resultado!



  5. Citação Postado originalmente por fernandofiorentinn Ver Post
    frequencia é frequencia não é, não importa qual grandeza la na tabela esta cedida, hz, khz, mhz, ghz,thz sei lá..
    Sim, frequencia é um termo designativo da onda senoidal que é formada, seja pelo som, seja pela luz, seja pela radioeletricidade.
    No caso do som, vai dar o transporte dos sons graves agudos e médios.
    Quando você bate num tambor, ele vai vibrar numa determinada frequencia que vai corresponder ao som emitido.
    No caso da luz, vai afetar a cor da luz. Normalmente a medida usada para o comprimento de onda da luz é expressa em nanometros. Um nanometro é um milionésimo de milimetro. Daí voce pode imaginar o quando vibra a fonte (frequencia) para produzir a luz.
    E no caso da emissão de rádio , a fonte geradora de frequencia é o radioemissor. E mais especificamente o comprimento de onda em 2.4 é de aproximadamente 12,5 dependendo do canal. A grosso modo, seria, quandas senoides são emitidas em um segundo. ( ou vibrando?)
    Todos são frequencias, mas as aplicações são distintas.
    Eu não me lembro mais de muitos deste detalhes. Já se vão 40 e poucos anos atrás que estudei isso e posso até estar me confundindo um pouco.
    Por isso que eu comentei sobre a tabela. Eu entendi que ela se aplicaria mais a frequencia como som. E tem alguns detalhes ali, que nunca vi.

    Correto, a frequencia é medida em hertz.






Tópicos Similares

  1. Melhor antena para rede wireless em um colégio
    Por leandro.tech no fórum Redes
    Respostas: 15
    Último Post: 01-10-2013, 14:53
  2. Qual a melhor placa para se usar em um PC-AP
    Por warllock01 no fórum Redes
    Respostas: 1
    Último Post: 26-02-2008, 00:57
  3. RGC6 75 Ohms melhor que RGC58 50 Ohms!
    Por cambioco no fórum Redes
    Respostas: 22
    Último Post: 19-09-2007, 21:36
  4. Respostas: 10
    Último Post: 08-01-2007, 11:59
  5. Respostas: 31
    Último Post: 02-10-2006, 12:50

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L