+ Responder ao Tópico



  1. Anatel proíbe Telefônica de vender Speedy por falhas em serviço
    Publicidade
    A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) vai proibir, a partir da próxima semana, a Telefônica de vender o Speedy, produto de acesso à internet em banda larga. A medida, que tem caráter cautelar, será publicada no "Diário Oficial da União" na segunda-feira, 22.
    A suspensão se deve à sucessão de falhas no serviço ocorridas nos últimos 12 meses.
    A decisão deve durar até a prestadora comprovar para a Anatel que está tomando medidas para melhorar a qualidade do serviço e para coibir novas falhas. A expectativa da Anatel é de que isso seja feito em 30 dias.
    Se descumprir a medida, a empresa pode ser punida com multa de R$ 15 milhões, além de R$ 1.000 por assinatura habilitada.
    A agência também determinou que a operadora informe os clientes, com a seguinte mensagem, que o produto está suspenso: "Em razão da instabilidade da rede de suporte Speedy, a Anatel determinou a suspensão, temporariamente, da sua comercialização".
    A Telefônica informou que "não teve conhecimento oficialmente" do caso, por isso não se manifestou.
    Atualmente, a Telefônica tem cerca de 2,6 milhões de usuários do Speedy no Estado de São Paulo. No primeiro trimestre, foram cerca de 100 mil novas assinaturas, de acordo com a empresa de consultoria Teleco.

  2. legal a noticia brother, ate q enfim a Anatel toma uma atitude decente



  3. Citação Postado originalmente por acesse Ver Post
    Anatel proíbe Telefônica de vender Speedy por falhas em serviço
    Publicidade
    A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) vai proibir, a partir da próxima semana, a Telefônica de vender o Speedy, produto de acesso à internet em banda larga. A medida, que tem caráter cautelar, será publicada no "Diário Oficial da União" na segunda-feira, 22.
    A suspensão se deve à sucessão de falhas no serviço ocorridas nos últimos 12 meses.
    A decisão deve durar até a prestadora comprovar para a Anatel que está tomando medidas para melhorar a qualidade do serviço e para coibir novas falhas. A expectativa da Anatel é de que isso seja feito em 30 dias.
    Se descumprir a medida, a empresa pode ser punida com multa de R$ 15 milhões, além de R$ 1.000 por assinatura habilitada.
    A agência também determinou que a operadora informe os clientes, com a seguinte mensagem, que o produto está suspenso: "Em razão da instabilidade da rede de suporte Speedy, a Anatel determinou a suspensão, temporariamente, da sua comercialização".
    A Telefônica informou que "não teve conhecimento oficialmente" do caso, por isso não se manifestou.
    Atualmente, a Telefônica tem cerca de 2,6 milhões de usuários do Speedy no Estado de São Paulo. No primeiro trimestre, foram cerca de 100 mil novas assinaturas, de acordo com a empresa de consultoria Teleco.
    Isso ai João, mantenha-nos informado sempre ...

  4. obaaaaaa!



  5. ta feito ja foi publicado no diario oficial, a telefonica se lasco!!!!!!rsrssrsr






Tópicos Similares

  1. Anatel é questionada junto com Telefonica
    Por FernandodeDeus no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 7
    Último Post: 17-11-2009, 22:25
  2. Abramulti entra na Justiça contra Anatel
    Por kleberbrasil no fórum Redes
    Respostas: 45
    Último Post: 21-09-2009, 12:12
  3. Comunidade sai em contra-ataque à SCO
    Por leonsimpai no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 08-08-2003, 08:39
  4. Speedy Business - Telefonica
    Por 4ndr3 no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 20-05-2003, 12:51
  5. ADSL - Telefonica
    Por luisfranchetto no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 06-02-2003, 09:04

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L