Página 1 de 3 123 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Post Qual a capacidade de um rádio basico...

    Pessoal do Under,

    Tenho pesquisado intensamente sobre a capacidade simultânea de clientes em rádios básicos (XR2, R52H, Engenius, etc.).

    É certo que depende muito também da velocidade de conexão do AP no cliente com o rádio na ERB, mas a experiencia de muitos já deve ter mostrado qual seria essa capacidade (estimada).

    Sei que não deve existir uma receita de bolo ou provavelmente uma formula mágica que resulta na quantidade de clientes que devem ser apontados para uma determinada antena.

    Tomemos como base uma topologia ficticia que seria composta de:

    2 x RB433AH
    4 x rádios (XR2, R52H, etc.)
    4 x antenas setoriais 15 dbi - 90

    Quantos clientes voces acreditam que essa estrutura aguentaria simultaneamente em velocidades médias de 1024/256k (down/up).

    Abraços,

  2. #2

    Padrão

    cada cartão aguentaria cerca de 8 usuarios simultaneos nessa velocidade.



  3. #3

    Lightbulb Valewzao...

    Citação Postado originalmente por yondaime Ver Post
    cada cartão aguentaria cerca de 8 usuarios simultaneos nessa velocidade.
    Yondaime,

    Primeiramente obrigado e me perdoe pela minha santa ignorancia.

    Tem um porque de serem tão poucos ou seria o produto de 1M x 8 = 8M dos 11Mbps disponíveis?

    A propósito isto porque o padrão seria o 802.11b correto?

    Abraços,

  4. #4

    Padrão

    Simultaneos e todos baixando ao mesmo tempo acho que só dá 5 ou 6 de 1Mb.



  5. #5

    Padrão

    eu acho q nem isso, talvez 6 clientes com 512 baixando ao mesmo tempo no maximo isso e nada mais

  6. #6

    Padrão

    Vc deve procurar tecnologias não básicas, como wimax, ou mesmo trabalhar com 5,8Ghz que não vai fazer nenhum milagre em termos de trafego. Aqui quando um cliente geralmente empresarial me pede um link desse porte 1024k eu coloco uma nanostation 5 aqui na minha torre e outra no cliente fazendo um enlace único, porém dependendo o seu caso haja espaço na torre para pindurar tanta tralha.



  7. #7

    Padrão

    Citação Postado originalmente por wagnerb Ver Post
    Yondaime,

    Primeiramente obrigado e me perdoe pela minha santa ignorancia.

    Tem um porque de serem tão poucos ou seria o produto de 1M x 8 = 8M dos 11Mbps disponíveis?

    A propósito isto porque o padrão seria o 802.11b correto?

    Abraços,
    Olha lá!!! Tá ficando interessante pra mim tmb... Tenho "bastante" clientes a 1Mbps, porém o uso da rede é abaixo do usual... Mais ou menos eu tenho 1 cliente de 2Mbps, 8 de 1Mbps e mais uns 30 de velocidades menores(512/256/128), a maioria é 512, isso no meu ponto principal que usa 2 Engenius, RB e Hyperlink 17dBi. Tenho outros clientes em outros pontos mas dai não dependem desse ponto que citei. Como eu disse, o uso aqui é abaixo do usual, o meu maior problema sãos os EMule da vida e o vírus nos clientes... mas isso tenho dado um jeito limitando os clientes com vírus até eles resolverem o problema... fica fácil descobri através do "Torch".
    Quero saber como o pessoal tem usado ai tmb, principalemente a questão do 802.11b para 802.11g... aqui uso o 802.11b, mas tenho sérias tendências a testar o 802.11g... aqui no fórum tem gente que defende e gente que condena... pelo que falam (nunca cheguei a ver certo isso) em 802.11b o cartão (em ponto-multiponto) aguenta em torno de 3Mbps simultâneo e o 802.11g? vai a quanto no ponto-multiponto simultaneo? Isso é uma dúvida que pode me mudar toda a minha maneira de pensar aqui... Estava sempre com o 802.11b por estabilidade e distância (em função maior potência do rádio cliente consigo ir mais longe) mais isso é em Data Rate de 11Mbps... e os 54Mbps do 802.11g (OFDM)? como será que se comporta? Estudei um pouco as modulações, e sei que o CCK do 802.11b é de 11Mbps e tem métodos de verificação de erro honerosos para a conexão... já o OFDM do 802.11a/g não tem tantas verificações e por isso atinge velocidades maiores... só que ai vem o contra, menos verificações, menor estabilidade, possível retransmissão e dai pode ficar pior até que o 802.11b... por isso queria que o pessoal que usa o 802.11g e conhece mesmo o esquema desse suas opiniões ai... isso é um ponto muito importante que passa despercebido pra gente... pode ser que o 802.11g passe uns 15Mbps por cartão... e dai? não vale a pena? Isso é o que pretendo colocar em discução com esse meu "texto" todo... :-)

  8. #8

    Padrão

    Cheguei a testar alguns pontos em 802.11g, realmente o trafego por cartão sobe, dos 4e alguma coisa do padrão B, para as vezes até 15mb no G, mas com o padrão g o alcance do cartão diminui sensivelmente, então sugiro q trabalhe com torres baixas, com potencias baixissimas e com mais repetidoras. Tenho obtido bons resultados dessa forma.



  9. #9

    Padrão

    Citação Postado originalmente por luizrfabri Ver Post
    Cheguei a testar alguns pontos em 802.11g, realmente o trafego por cartão sobe, dos 4e alguma coisa do padrão B, para as vezes até 15mb no G, mas com o padrão g o alcance do cartão diminui sensivelmente, então sugiro q trabalhe com torres baixas, com potencias baixissimas e com mais repetidoras. Tenho obtido bons resultados dessa forma.
    Olha ai WagnerB, 15Mbps... derrepente um Zinwell em 802.11g ainda atenda... dai depende mais do processamento mesmo... Claro, o amigo que citei certamente chega aos 15Mbps nos cartões, mas se o Zinwell der 8Mbps... já é uma ajuda considerável! Será que o 802.11g te atende em termos de distância?

  10. #10

    Padrão

    Citação Postado originalmente por pedemesa Ver Post
    Olha ai WagnerB, 15Mbps... derrepente um Zinwell em 802.11g ainda atenda... dai depende mais do processamento mesmo... Claro, o amigo que citei certamente chega aos 15Mbps nos cartões, mas se o Zinwell der 8Mbps... já é uma ajuda considerável! Será que o 802.11g te atende em termos de distância?
    Isso mesmo, 15mb foi com RB 433AH e cartão R52 e com a rede em excelentes condições, e poucos clientes simultaneos, conforme aumenta a quantidade de usuarios conectados, essa taxa cai proporcionalmente.



  11. #11

    Post Só isso....

    Citação Postado originalmente por luizrfabri Ver Post
    Isso mesmo, 15mb foi com RB 433AH e cartão R52 e com a rede em excelentes condições, e poucos clientes simultaneos, conforme aumenta a quantidade de usuarios conectados, essa taxa cai proporcionalmente.
    Beleza,

    Mas isso pode ser comparado a 15 usuários simultâneos de 1M para chegar aos 15 Mbps?

    Eu quero entender melhor essa métrica de usuários simultâneos e os diversos padroes (a, b e g), porque se fosse o caso independente do tráfego por cliente pode-se estimar clientes x banda e fazer o controle na RB.

    Se for assim pelo que já escreveram posso entender que rezando uma relação qualquer de qualidade (de tx) poucos clientes podem ser pendurados por cartão.

    No máximo com 4 rádios eu teria algo como 32~35 clientes simultâneos num pop. Daí se ocorrer de chegar a 40 simultâneos eu estaria com o fluxo totalmente sem qualidade para o usuário.

    Se criar uma relação independente da banda, algo como 1:3 no máximo eu chegaria a uns 140 clientes no máximo por pop ou entao colocaria mais rádios para aumentar essa demanda.]

    Estou correto na minha forma de pensar?

  12. #12

    Talking Ao ataque...

    Citação Postado originalmente por evertonsoares Ver Post
    Vc deve procurar tecnologias não básicas, como wimax, ou mesmo trabalhar com 5,8Ghz que não vai fazer nenhum milagre em termos de trafego. Aqui quando um cliente geralmente empresarial me pede um link desse porte 1024k eu coloco uma nanostation 5 aqui na minha torre e outra no cliente fazendo um enlace único, porém dependendo o seu caso haja espaço na torre para pindurar tanta tralha.
    Everton,

    Com relação a um circuito dedicado eu acredito que isto seria a melhor forma mesmo, mas estou procurando entender o consumo de banda por conexão simultanea para os radios porque isto define a caracteristica de um pop (quantidade de equipamentos e antenas).

    Se fosse o caso de um rádio aguentar algo como 10 clientes simultaneos em 4 radios chegaria a 40 clientes.

    Por uma relação estatistica de uso que pode ser aprendido no própio pop, daria pra chegar a uma conta simples de banda/protocolo/usuario e dai definir o resto.

    A preocupação é realmente projetar adequadamente a possibilidade de vendas para então fazer um planejamento de ataque no varejo.

    Abraços,



  13. #13

    Padrão

    Citação Postado originalmente por wagnerb Ver Post
    Beleza,

    Mas isso pode ser comparado a 15 usuários simultâneos de 1M para chegar aos 15 Mbps?

    Eu quero entender melhor essa métrica de usuários simultâneos e os diversos padroes (a, b e g), porque se fosse o caso independente do tráfego por cliente pode-se estimar clientes x banda e fazer o controle na RB.

    Se for assim pelo que já escreveram posso entender que rezando uma relação qualquer de qualidade (de tx) poucos clientes podem ser pendurados por cartão.

    No máximo com 4 rádios eu teria algo como 32~35 clientes simultâneos num pop. Daí se ocorrer de chegar a 40 simultâneos eu estaria com o fluxo totalmente sem qualidade para o usuário.

    Se criar uma relação independente da banda, algo como 1:3 no máximo eu chegaria a uns 140 clientes no máximo por pop ou entao colocaria mais rádios para aumentar essa demanda.]

    Estou correto na minha forma de pensar?
    Olha, existe casos e casos, no teste q relatei, foi com apenas um cliente no cartão, com sinal excelente no cliente e proximo à base, atualmente neste cartão tenho cerca de 15 clientes simultaneso com a media de velocidade cadastrada de 512k, agora diser se esse mesmo cartão que consegui passar 15mb em um unico cliente suportaria 15 clientes de 1mb todos trafegando 1mb cada simultaneos, creioq o cartão não da conta, mas só o teste em capo pode lhe dizer se estou errado ou não.

  14. #14

    Padrão

    boa tarde,

    Usei poucos dias "G" aqui e nao fui feliz -talvez porque conhecia pouco demais de wireless-
    mas tenho vontade de voltar a usar . Tenho tambem , como o amigo , interesse de um relato
    bem-sucedido de algum usuario aqui . Descrevendo sua estrutura, equipamentos e nivel medio de interferencia da area, etc. para assim a gente ter uma referencia proxima de nosso realidade, de nossa estrutura; e se tem algum "macete" para o modo g funcionar bem.

    Se alguem usa e funciona bem posta a experiencia em modo "G"

    abs



  15. #15

    Smile 802.11x

    Citação Postado originalmente por luizrfabri Ver Post
    Olha, existe casos e casos, no teste q relatei, foi com apenas um cliente no cartão, com sinal excelente no cliente e proximo à base, atualmente neste cartão tenho cerca de 15 clientes simultaneso com a media de velocidade cadastrada de 512k, agora diser se esse mesmo cartão que consegui passar 15mb em um unico cliente suportaria 15 clientes de 1mb todos trafegando 1mb cada simultaneos, creioq o cartão não da conta, mas só o teste em capo pode lhe dizer se estou errado ou não.
    Valeu Luiz obrigado pela força.

  16. #16

    Padrão

    Citação Postado originalmente por luizrfabri Ver Post
    Olha, existe casos e casos, no teste q relatei, foi com apenas um cliente no cartão, com sinal excelente no cliente e proximo à base, atualmente neste cartão tenho cerca de 15 clientes simultaneso com a media de velocidade cadastrada de 512k, agora diser se esse mesmo cartão que consegui passar 15mb em um unico cliente suportaria 15 clientes de 1mb todos trafegando 1mb cada simultaneos, creioq o cartão não da conta, mas só o teste em capo pode lhe dizer se estou errado ou não.
    Exato! Nesse caso depende muito mais da capacidade do gerenciamento de divisão do tempo entre os cliente, ou seja, processamento.



  17. #17

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Juniin Ver Post
    boa tarde,

    Usei poucos dias "G" aqui e nao fui feliz -talvez porque conhecia pouco demais de wireless-
    mas tenho vontade de voltar a usar . Tenho tambem , como o amigo , interesse de um relato
    bem-sucedido de algum usuario aqui . Descrevendo sua estrutura, equipamentos e nivel medio de interferencia da area, etc. para assim a gente ter uma referencia proxima de nosso realidade, de nossa estrutura; e se tem algum "macete" para o modo g funcionar bem.

    Se alguem usa e funciona bem posta a experiencia em modo "G"

    abs
    É isso ai! Vamos em busca do ponto "G", digo, modo "G"! hehe

    Se alguém puder contribuir ai eu fico muito agradecido!

  18. #18

    Talking What?

    Citação Postado originalmente por pedemesa Ver Post
    Exato! Nesse caso depende muito mais da capacidade do gerenciamento de divisão do tempo entre os cliente, ou seja, processamento.
    Pedemesa,

    Desculpe-me, mas não entendi. Esse processamento é o do rádio em si?

    Porque naturalmente existem uns poucos chipsets de rádio que são usados nestes casos e entendo que deva existir um processamento padrão do sinal e seu encapsulamento dentro da camada física e da camada de transmissão (que por sinal é sempre a mesma) do 802.11x.

    Pelo pouco que conheço do quadro 802.11 o método CSMA/CA, em uso nos nossos casos, será muito utilizado pelo rádio do pop em si, já que as antenas nos clientes estarão direcionadas (foco) nas antenas de transmissão sem haver a percepção por outros rádios de cliente, assim esse método é mais eficaz do lado do pop.

    A capacidade de transmitir um sinal (lado pop) é constante e definida pela potencia do rádio e ganho da antena. Agora a capacidade de multiplexar a informação será dada pelo CSMA/CA.

    Se houver 10 clientes a 1Mbps tentando transmitir (aleatoriamente) o rádio não irá permitir a tomada da camada de enlace (camada física - MAC) de um segundo cliente caso ocorra colisão.

    Assim eu imagino, dentro do meu pouco conhecimento que isso irá retardar um pouco a transmissão do segundo cliente.

    Bom se houverem muitos clientes pendurados em uma mesma torre então a probabilidade dos mesmos transmitirem simultaneamente será muito maior e portanto vai ocorrer um maior número de colisões sendo percebido pelo radio do pop.

    Sobra uma pergunta que ainda não consigo enxergar.

    Quando o AP no cliente consegue estabelecer a camada física com a antena do pop significa dizer que ocorreu a construção de um "fio" entre o rádio do cliente com o rádio do pop. Assim no momento em que este rádio tenta transmitir ele tenta ver se existe alguem transmitindo, como ele não consegue "escutar" o sinal dos outros rádios da redondeza ele inicia o processo de transmissão. O pop por sua vez se estiver transmitindo para outro cliente ligado a ele não vai permitir a conexão (enlace) e não responde com o ACK.

    Dai procuro. Sendo assim qual a capacidade desses rádios de entender isso?

    Desculpe-me por esse testamento em forma de post. Hora dessas eu aprendo, rs.

    Abraços,



  19. #19

    Padrão

    Citação Postado originalmente por lipeiori Ver Post
    Simultaneos e todos baixando ao mesmo tempo acho que só dá 5 ou 6 de 1Mb.
    Concordo, acredito que apenas uns 5 ou 6 e estourando quase espocando 8.

  20. #20

    Padrão

    O bem da verdade é que com WI-FI comum não dá para operar milagre não, ou coloca mais rádios com menos gente, ou ficará muito dificil oferecer bandas maiores com Wi-FI, tem muita promessa dos fabricantes ai, alguns testes realizados, agora é só aguardar esse equipamentos aparecerem na área para podermos ver na prática se realmente vão nos ajudar a ter uma largura de banda maior e por consequencia oferecer planos maiores ao nossos clientes. Abraços!!!