+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Wimax, LTE (4G), PLC, Plano Nacional de Banda Larga... e nós onde estamos?

    Olá a todos,

    Recentemente temos lido notícias do PNBL (Plano Nacional de Banda Larga) - matéria abaixo!!. Onde, o que entendi, é que as grandes vão atacar com força todo o Brasil, com os investimentos, quase na totalidade, e os planos de acesso em parte subsidiados por fundos públicos, seja FUST, FUNTEL, PAC2, etc.

    Vem ai LTE (4G), PLC, WiMAX (só para quem tem milhões para comprar rádios e participar dos leilões de frequência), etc.

    Não temos acesso a outra tecnologia, e estamos "entalados" nos 11mbits da B. Nada de WiMax, dificuldades em tv à cabo, etc.

    Falo da minha realidade. Cidades pequenas, com até 30 mil habitantes, no interiorzão do Brasil.


    Onde nós, pequenos provedores, que somos quem realmente faz inclusão digital nesse país estamos?

    Peço opinião dos amigos mais entendidos do assunto para dar seu parecer e nos ambientar com esse futuro próximo.

    Onde ficaremos nesse PNBL? Vale apena ainda investir nesse ramo? Quantos anos de sobrevida teremos? Há alguem intercedendo por nós junto ao governo?

    Enfim, fica aberto a discursão para nos ambientarmos com as dificuldades e oportunidades que enfrentaremos à frente.

    Sucesso a todos e muita força nessa LUTA!

    Unidos somos mais fortes!!

    Segue link de notícia interessante:

    Plano Nacional de Banda Larga vai fazer parte do PAC2.

  2. #2

    Padrão

    Eu não sei por que mas este tipo de coisa não tem me assustado mais.

    Vejo isso acontecer no dia a dia. Onde fica os pequenos empreendedores? Em lugar nenhum.

    Existe 2 lados:

    Pequeno empresário: o governo dita as regras, recolhe todos os impostos, se submeta a tudo porque se vc sair da linha vai ter que vender sua casa pra pagar.

    Grandes empresas: libera altos empréstimos a juros irrisórios (na realidade é subsídio), entrega de bandeija estatais, lança planos e mais planos (pra ADSL, Wimax, 3G) que nunca serão acessíveis para pequenos empresários como eu.

    O que nos resta fazer? Encher de ofícios a Anatel, os deputados em que votamos, recorrer ao Cade, etc.

    Vai resolver? 99% de chances que não...



  3. #3

    Talking nada a temer

    oi bem creio que nesse plano que o governo penssa em colocar sera na pratica meio que furado ( tipo so para ganhar vot dizendo ue e fodao ) pois como levar banda larga a tantos lugares como o seu com 30 mil abitantes sem uma estrutura local telefonia celular que tem anos de praca investimentos altissimo nao consegue como vao conseguir com internet onde as celulas sao restritas ( mesmo com wimax o que ainda naoesta em producao ) fica dificil atender todo o globo terrestre ...rsrsrsrs entao sempre tera espasso para profi9ssionais empenhado em prestar um atendimento a altura com qualidade e transparencia .....( aqui no forum ta cheio destes ) pois quando seu sinal de tv para par aquem vc liga a quem vc reclama ou seu telefone movel nao tem porem quando sua internet para seu cliente te encontra na praca e diz po resolve la meu problema ( isso nao tem grande que resolva ) so nos e ae faremos a diferenca ...

    quando chegou o 3g tofdo mundo ficou nossa e agora ( pois e o 3g e uma porcar..... ) e so usa quem realmente pressisa ficar levando o computador para um lado e pro outro sem parar ....( fatia do mercado 1% )

    e isso penso que teremos ves e ainda e duradouro ( temos muito a expandir e ganhar muito dinheiro com internet ainda )

  4. #4

    Wink

    Eu acredito que como temos tamanho pequeno temos a vantagem de atender onde não é viavel investimento grande... Por enquanto apesar da tecnologia, LTE, Wimax etc caminhar a passos largos, o custo de adoção ainda é muito alto e só o volume compensaria para as grandes empresas o que as torna pesadas demais para atender certos nichos.

    Do outro lado da moeda eu acredito que mesmo um dia tendo essa concorrência direta é possível trabalhar com diferencial de atendimento, preço, contrato diferenciado, suporte diferenciado. É como os supermercados de bairro, ainda estão ai até hoje tudo depende de como você administra seus custos e sua margem e faz seu negócio lucrativo.

    Abraço.



  5. #5

    Padrão Não é novidade..

    Bem amigos, é a 1 vez que respondo aqui no forum, mais em relação a LTE, dou graças a deus de morar-mos no Brasil, pois aqui nada vai pra frente, lembram quando a internet era discada? UOL era um dos grandes nomes de provedor discado, ai veio o IG, que todo mundo sabe é de graça, mais pq a UOL não sumiu? pq na maiorias da vezes que se tentava discar vivia dando ocupado, enquanto a UOL sempre funcionava, por tanto vou resumir em poucas palavras (quase tudo que é de graça não presta), tu imagina uma internet popular socado de neguinho, tu acha que vai navegar uma maravilha??? (as operadoras 3g que eu diga) lennnnnnnnta....

    Abraço a todos do Forum

  6. #6
    xargs -n 1 kill -9 Avatar de sergio
    Ingresso
    Jan 2004
    Localização
    Capital do Triângulo
    Posts
    5.202
    Posts de Blog
    9

    Padrão

    É muito simples o porque não vermos a participação de pequenos provedores independentes nestas notícias...

    Quando surge uma consulta pública o pequeno provedor vai lá mostrar sua cara e contribuir?

    Quando surge uma pesquisa, como a da NIC.Br (CETIC.br ::) o pequeno provedor preenche (até agora são +- 570 que participaram, no Brasil todo)?

    Quando é necessário formar uma associação e/ou sindicato forte das empresas da área, o pequeno provedor participa?

    Quando é necessário a participação maciça em alguma campanha nacional ou ação coletiva, o pequeno provedor participa?

    Enquanto esses pseudo-empresários não mudarem o seu ponto de vista, deixarem de olhar para seus umbigos, as coisas serão assim. E não adianta reclamar, só existirá representatividade desta classe quando se unirem, levantarem-se do "berço explendido" e irem à luta. Esse negócio de ficar de mimimi com concorrente é coisa do século XIX.
    Última edição por sergio; 22-01-2010 às 15:43.



  7. #7

    Padrão

    Querido Sérgio falou o que sinto.

    Estamos no mato sem cachorro, por falta de organização e união não somos sequer enxergados pelos políticos.

    Só complementar... quem falou que o custo do lte, wimax é alto e não compensa pra as grandes implementarem em cidades menores, LEIA MATÉRIA ABAIXO.

    Quem não investiria tudo que tem o governo bancando a metade (entrando de sócio mesmo)... é complicado! Recurso de Fust, Funtel, ICMS, de graça pra as grandes e nós na [email protected]

    Quem acha q dá pra bancar LTE com os recursos que a gente tem hoje, 2.4 e 5.8ghz, sem wimax, saiba o seguinte, lte tem bandwidth testado e em funcionamento em vários paises, 10x mais rápido que o 3G:

    "The targets for LTE indicate bandwidth increases as high as 100 Mbps on the downlink, and up to 50 Mbps on the uplink"

    [IMG]file:///C:/DOCUME%7E1/ADMINI%7E1/CONFIG%7E1/Temp/moz-screenshot.jpg[/IMG][IMG]file:///C:/DOCUME%7E1/ADMINI%7E1/CONFIG%7E1/Temp/moz-screenshot-1.jpg[/IMG]
    [IMG]file:///C:/DOCUME%7E1/ADMINI%7E1/CONFIG%7E1/Temp/moz-screenshot-2.jpg[/IMG]
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         veloc_bandalarga_movel.jpg
Visualizações:	127
Tamanho: 	13,9 KB
ID:      	8860

    Vai querer vender no máximo 1mbit com antena trambolho gigante em cima de casa e concorrer com net móvel, em quase todo o Brasil, com planos de 10, 20mbits?

    RESUMINDO TUDO: Ou lutamos pra abrirem wimax pra gente ou bye bye.

    o Nacional de Banda Larga:
    75 Bilhões para a Internet 3G


    http://www.infonet.com.br/sysinfonet...o_ybs_2005.jpg Jornalista-Colunista Yara Belchior.Para detalhar as metas e iniciativas que fazem parte do Plano Nacional de Banda Larga, o Ministro das Comunicações, Hélio Costa, esteve na Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado em Audiência Pública com os Senadores e interessados.


    Na oportunidade ele disse que o Brasil tem hoje 19 milhões de ponto de acesso a internet de alta velocidade, mas que o Governo quer aumentar este número para 90 milhões até 2014.


    Ou seja: uma copa do mundo informatizadíssima!


    Para tal, serão precisos R$ 75 bilhões de Reais para investimentos no setor, sendo R$ 49 bilhões da iniciativa privada e R$ 26 bilhões do Governo, advindos de recursos do ICMS, Fust e Funtel, entre outros.




    Redução dos Preços das Tarifas


    O Ministro Hélio Costa deixou bem claro que quer reduzir os preços das tarifas que ainda são muito altos.


    Já estamos na telefonia de 3ª. Geração e o Brasil ainda pago muito caro pelas tarifas de celular, considerando-se que as tarifas altas foram autorizadas pelo Governo, no início, para investimentos no setor, mas hoje, passado algum tempo, e já estando na 3G, os preços já podem cair:


    “- A Lei Geral de Telecomunicações precisa ser atualizada” afirmou o Ministro Hélio Costa.

  8. #8
    xargs -n 1 kill -9 Avatar de sergio
    Ingresso
    Jan 2004
    Localização
    Capital do Triângulo
    Posts
    5.202
    Posts de Blog
    9

    Padrão

    Esse helio %$%$#@ deveria ir pro limbo.... cara à toa, que só quer "abrir as pernas" para as telco... e ainda por cima é candidato ao governo de MG (onde muito ameba deverá voltar nele, e periga ganhar). Se deixar ele botar as garras em qualquer mudança na LGT, ai sim fica tudo bem pior que está.



  9. #9

    Padrão

    Acredito que LTE é Long-Term ou seja longo prazo. O investimento ainda vai ter que ser captado, pago. Ainda hoje muitas cidades não contam com cobertura 3G e algumas cidades as teles só vão fazer a cobertura se forem obrigadas pois não é vantajoso em termos de retorno do investimento. As teles ainda não conseguiram recuperar seu investimento no 3G, esses investimentos são de maturação de médio e longo prazo. Quanto ao tamanho de antena de wifi e sua tecnologia, existem empresas como a ubiquiti que estão com produtos super compactos com instalação fácil e velocidade boa.