Página 3 de 4 PrimeiroPrimeiro 1234 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Gostaria de te aconselhar uma alternativa as suas configurações, cujas quais ja usei, uso instalo e recomendo com certeza de sucesso !

    No quesito SERVIDOR sempre recomendo o MyAuth v3, uso desde a vs2 a cerca de 4 anos. Trabalha em LINUX Slack Ware 13, é acessado via HTTP, faz cadastro de clientes, gerenciamento financeiro, controle de banda e acesso....... enfim tudo que vc precisa em um sistema de gerenciamnto para provedor, sem a famosa MENSALIDADE. E no seu caso vai poder vender acesso por tempo, consumo ou mesais no caso dos logistas. Muito fácil de administrar.

    Para a rede de distibuição wireless, posso falr com extrema experiência, Procure manter uma linha de produtos, no caso eu aconselho os equipamentos UBIQUITI. Linha extremamente flexível com toda Gama de produtos que vc possa vir a precisar iclusive as novas RouterBoard's, para LINK's e Distribuição, Linha ARIMAX nota 12, e por um custo muito acessível. No seu caso eu usaria painéis setoriais na frequência de 2.4Ghz e os ROCKET M2, interligados via cabo. Acredito de dependendo da arquitetura do prédio com 2 pontos por andar cobre bem.

    Enfim para os clientes, utilizando a Linha Ubiquiti vc tem extrema flexibilidade, para usar os próprios Ubiquiti ou outros produtos, como por exemplo a linha KOZUMI - AFO, com versões para 2.4 e 5Ghz ! Pode tambem usar qualquer adaptador USB ou placa PCI para conectar.

    Espero poder ter ajudado um pouco. Tenho certeza que com esses equipamentos seu provedor vai ficar nota 12, sem dores de cabeça, pois uso, instalo e recomendo.
    Qualquer outra duvida individual, pode me adicionar via MSN !
    Última edição por pkmc; 19-06-2010 às 19:36.

  2. O pedido de ajuda era para uma rede que permitisse a atualização de 10 a 20 totens.
    Esta é a delimitação do projeto?
    É necessário definir o escopo e os requisitos; depois verificar se é de interesse do contratante e legalmente possível agregar outras facilidades, com objetivos técnicos, operacionais e financeiros.


    Para não confundir, é bom que o questionamento seja bem especifico, com o maior número de dados possíveis, senão corre-se o risco de altas elucubrações mentais e delírios que só acabam por confundir a todos.

    Escopo (gerenciamento de projeto)

    Algumas vezes o termo escopo é empregado no sentido da totalidade do trabalho necessário para completar o projeto.
    No gerenciamento de projeto tradicional, a ferramenta para descrever o escopo do projeto são a estrutura de detalhamento produto e a descrição do produto.
    A ferramenta primária para descrever o escopo do projeto (trabalho) é a estrutura analítica do projeto (EAP ou WBS - Work Breakdown Structure).

    O Gerenciamento de projeto extremo advoga o uso de casos de uso, lista de características e cartões de características para descrever um escopo de projeto (produtos-entregáveis).
    Se requerimentos não estão completamente definidos e descritos e se não há um controle de mudança no projeto, um transbordamento de escopo pode ocorrer.
    Transbordamento de Escopo é um termo o qual se refere a extrapolação do escopo de um projeto de TI, o qual poderá incluir e introduzir mais requerimentos daquele que deveriam fazer parte do planejamento inicial do projeto, enquanto se permanece em um mesmo cronograma no que se refere ao tempo para entrega e conclusão.
    Há duas formas distintas para se classificar o gerenciamento do transbordamento de escopo, a primeira é o transbordamento do escopo de negócio, e a segunda e chamada de transbordamento de itens de escopo.
    O tipo de transbordamento de escopo é sempre dependente das pessoas que criaram as mudanças.

    http://www.sinal.org.br/email/nivelamento.doc




  3. Sem conhecimento de causa: deveria se referir a uma pessoa que nunca utilizou determinado recurso, e que não tem experiencia na aplicação.

    MyAuth vs3 serve sim como gerenciador central para uso de venda de acesso por tempo ou por quantidade de dados transferidos, aplica-se a um servidor central, administardo via rede interna por qualquer um dos totens com usuários administradores individuais, via HTTP, portanto em platarforma Windows ou qualquer outra que tenha acesso HTTP.

  4. Em cada toten você instala um access point com o seguinte hardware mikrotik:

    board --> RB411
    card ---> R52N
    antenas-> 2x antena omini 5dBi

    Cada AP vai configurado com Nxtreme e HWMP+, com Rx e Tx separados em cada antena. Uma brigde é realizada entre a interface wireless e a interface cabeada, dando transparência à rede.

    Dessa forma, você transforma cada AP num ponto de rede e num cliente, conferindo redundância, homogeneidade, segurança e padronização a sua rede sem fios.

    Instale um ou dois APs desses fora de totens, fazendo com que eles sejam gateways da rede wireless. Qualquer AP de toten que não alcançar uns dos gateways, certamente irá alcançar outro toten, que, conforme a configuração recomendada, será cliente de rede e AP ao mesmo tempo.

    Se você quiser prever o uso dessa rede para utilização como Hotspot (acesso à rede como faz a Vex, por exemplo, às pessoas em geral), use a RB411AR. Essa board possui uma interface wireless 802.11b/g embutida e tem preço atraente.

    Creio que essa configuração é financeiramente bem acessível e com suporte tecnológico de médio a longo prazo.

    O adaptador de rede R52N trabalha em 5,8Ghz no padrão draft 802.11n, que confere à rede um throughput em volta de 200Mbps. Como recomendei Rx e Tx separados, essa velocidade pode até dobrar. Esses são valores teóricos. Na prática você pode perceber uma variação 25% menor, dependendo das condições de seu ambiente de produção.

    Não posso deixar de citar que a padronização te dá uma vantagem bem atraente: você pode reutilizar todos os equipamentos em outras instalações e contar com a redução do preço com a aquisição em escala.

    Tentei pensar no máximo possível de situações com os dados que você passou. Com um pouco mais, talvez a solução tome outro rumo. Mas está posto o início. Boa sorte! Se precisar, fique livre para questionamentos.

    Abraços!

    Última edição por boruchosas; 21-06-2010 às 07:42. Razão: complementação das informações.



  5. A QUESTÃO: "Pessoal sou novo por aqui, pouca experiência em rede sem fio estruturada e estou pra começar um projeto de midia com Totens que ficarão espalhados numa area indoor de aproximadamente 80.000m².
    O acesso seria somente para transferência de conteúdo de midia."


    Para isto, a solução será muito simples; apenas alguns Acess Point colocados nos melhores locais a serem identificados nas plantas baixas (de cada andar). Sugiro usar por exemplo (8): Linksys WRT54G, D-Link DIR-300 ou DIR-600 com DD-WRT considerando um raio de alcance com boa qualidade de 25 metros. Um servidor para centralizar o conteúdo, e Adaptadores USB (Krazer, Edimax, etc.) nos totens, que com o uso de um pequeno cabo de extensão USB permitira deixar a antena no local mais adequado. Pode ser usado WDS, mas particularmente se possível sugiro usar um SWITCH de 100Mb e levar cabeado UTP5e até os Acess Point. Esta é a minha sugestão especifica para a questão proposta, observando-se simplicidade, confiabilidade e custos.

    Mudando a questão e consequentemente o escopo do projeto, óbviamente as soluções deverão ser readequadas.






Tópicos Similares

  1. Redes Mesh wi-fi da Skypilot
    Por Azevedo no fórum Redes
    Respostas: 39
    Último Post: 10-10-2012, 21:09
  2. Ploblema grave na REDE Wi-Fi
    Por maxmelo no fórum Redes
    Respostas: 4
    Último Post: 09-05-2007, 14:40
  3. Alcance Redes Wi-fi?
    Por c4f0f0 no fórum Redes
    Respostas: 7
    Último Post: 19-09-2005, 16:56
  4. redes Wi-Fi
    Por Alkaponi no fórum Redes
    Respostas: 3
    Último Post: 19-03-2005, 09:02
  5. Respostas: 2
    Último Post: 12-01-2005, 22:14

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L