+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Calculo de EIRP

    Pessoal já li e reli algumas coisas sobre o EIRP, porém não consegui entender ainda como faço o cálculo para saber se meus equipamentos estão excedendo da potência máxima, se alguém puder me explicar ficarei muito grato, podemos tomar por base para a explicação os seguinte equipamentos: Cartão Ubiquiti XR5 e atena disco da aquario de 25DBi frequencia 5.8, e em frequencia de 2.4 Cartão Mikrotik R52h e painel setorial de 14DBi.
    Desde já obrigado a todos que me ajudarem.

  2. #2
    Eng. Eletricista/Eletrôni Avatar de MarceloGOIAS
    Ingresso
    Feb 2007
    Localização
    Goiânia
    Posts
    2.120
    Posts de Blog
    2

    Padrão Re: Calculo de EIRP

    Bom dia,

    exemplo em 2.4GHz: cartão R52H 350mW em modo b ou 25dBm somados ao ganho da antena de 14dBi dá um total de 39dBm. Caso esteja em uma cidade com mais de 500 mil habitantes estaria ultrapassando a potência máxima permitida de 36dBm ou E.I.R.P. de 3.998mW.

    - potência do transceptor medida em dBm;
    - ganho da antena medido em dBi;
    - soma de ambos igual E.I.R.P.



  3. #3

    Padrão Re: Calculo de EIRP

    Oi Elielton.

    A conta de total de EIRP é simples:

    Potencia do Rádio em dBm + ganho da antena em dBi - perda cabos - perda conectores = EIRP

    Para cada metro de cabo RG213, considere 1 dB de perda
    Considere .25 dB para cada conector

    A adequação à norma é que fica um pouco mais complexa, porque varia conforme a população da sua cidade.

    Para maiores detalhes sobre cenários de EIRP, consulte a resolução 506 da ANATEL.

    Abraço,

    ZéAlves
    Última edição por granlabor; 05-08-2010 às 07:40.

  4. #4

    Padrão Re: Calculo de EIRP

    Aproveitando tenho uma dúvida referente a potencia maxima permitida para aplicações ponto a ponto em 5.8 e 5.4 por exemplo conforme a Anatel em 5.8:
    a) a potência de pico máxima de saída do transmissor não deve ser superior a 1 Watt;

    Porem quando se trata de PTP, eles escrevem:

    II – sistemas operando na faixa 5.725-5.850 MHz e utilizados exclusivamente em aplicações
    ponto-a-ponto do serviço fixo podem fazer uso de antenas de transmissão com ganho direcional superior a
    6 dBi sem necessidade de uma correspondente redução na potência de pico máxima na saída do
    transmissor.

    Isto significa que desde que meu equipamento tenha no máximo 1mw de potencia (30 Dbm), não a limite para o ganho da antena? isto esta correto?

    EM 5.4 porem:
    I - a potência na saída do transmissor é limitada ao máximo de 250 mW (23dbm);
    II - o valor médio da potência e.i.r.p. é limitado ao máximo de 1 W;

    neste caso seguindo o exemplo que tenho um rádio de 250 mw o maximo que posso ter de antena seria um ganho de 6 dbi?

    Obrigado !



  5. #5

    Padrão Re: Calculo de EIRP

    Bom dia !

    Será que alguem sabe informar se meu entendimento esta correto?

    Obrigado!

  6. #6

    Padrão Re: Calculo de EIRP

    Se você acender uma lanterna, na direção do foco a luz é muito mais intensa do que, por exemplo, nas laterais. A EIRP é análoga, só que com ondas de rádio. Para calcular some a potência em dBm com o ganho da antena. Por exemplo, um transmissor com 23 dBm de potência de saída ligado à uma antena com 6 dBi de ganho apresenta uma EIRP igual a 23 dBm + 6 dBi = 29 dBm. Se a EIRP máxima é 1 watt, o que equivale a 30 dBm, você atendeu à especificação. Cuidado que a antena só tem o ganho de 6 dBi na direção do foco principal. Lembra da lanterna?



  7. #7

    Padrão Re: Calculo de EIRP

    Peço desculpas por comentar num post antigo, porém, estou com uma dúvida no cálculo do E.I.R.P.:
    Quando o roteador é MIMO, com duas antenas, como fica o cálculo? Supondo por exemplo, que a potência do rádio é 20dBm e que cada antena tenha ganho de 5dBi. Eu teria que somar o ganho das duas antenas?

    Para a ANATEL, até onde eu sei, eles (laboratórios credenciados) somam a potência, então, por exemplo se eles medirem que em uma das antenas chega 20dBm (100mW) (geralmente fazem isso com o analisador de espectro), então eles consideram que a potência total do equipamento é 23dBm (200mW). Eles não consideram a potência das antenas para homologar um produto.

    Só que nesse caso, os fabricantes provavelmente incluem o ganho da antena para divulgar quanto o produto tem de potência. Como são duas antenas, alguém tem ideia de como fica isso?

    Agradeço desde já por qualquer ajuda.

    Abraço!