Página 1 de 3 123 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Transformada (T-Mágico)


    A PRIMAVERA WIRELESS

    O recurso existente no MK chamado de Nstreme Dual serve para usar dois cartões numa mesma placa de forma que um cartão funcione como TX e o outro como Rx. O seu objetivo é construir um link chamado “full duplex”. Grande invenção. Com este procedimento você irá dobrar o throghput no enlace. Quando usarmos este recurso devemos usar antena com polarização dupla ou duas antenas de cada lado. Mas há um porém.
    Atenção, o processador e o roteador estão na placa RB da MK e continuará com a sua mesma capacidade, mesmo depois de implementado o Nstreme. O número de clientes que pode ser atendido é definido por esta capacidade da placa.
    Se o interesse for o de dobrar o throghput do enlace tens que observar se não estamos pedindo que o throghput fique maior que o throghput da placa, claro que isso seria impossível.
    No entanto, em muitos enlaces necessitamos ter na placa throghput maiores para atender uma grande LAN no seus extremos, a solução então é usar o T Mágico. Ligue duas placas MK cada uma com um cartão no T Mágico e este ligue na antena. Grande jogada né?
    Tudo é uma questão de adequação entre a arquitetura da instalação e a sua necessidade. T Mágico não veio para substituir, mas para fazer parte de um conjunto de soluções. Vou dar um exemplo:
    Se a torre não suporta mais outra antena, o T Mágico é a solução.
    Uma boa implantação num POP com apenas 20 clientes dentro de um raio de 4km, seria feita com a instalação de uma antena Omini mais uma placa e um cartão. Quando o POP crescer e o número de clientes ultrapassarem a capacidade da placa do MK, você deve instalar outra placa com cartão na mesma antena Omini acrescentando o T Mágico. Se o POP continuar crescendo repita a instalação. O último passo será instalar antenas setoriais com T Mágico e placas MK. Considere sempre que os canais escolhidos devem sempre estar separados por três canais.
    Dizer que uma antena setorial é melhor que uma antena omini é o mesmo que dizer que o verão é melhor que o inverno, não tem cabimento.
    O crescimento obriga á mudanças na arquitetura, o importante é saberes para que serve o T Mágico e o que podes fazer com ele, então no seu caminho sempre haverá uma primavera.
    No caso de um ponto á ponto com antenas direcionais considere também que existe uma diferença entre o throghput do enlace e a capacidade do rádio. Se o interesse for o de dobrar o throghput do enlace podes fazê-lo com o T Mágico ou com o alimentador duplo usando uma placa e dois cartões, mas se quiseres dobrar a capacidade instalada, terás que usar o T Mágico com duas placas MK cada uma com um cartão. Esta é a primavera.
    Muito mais teria a conversar sobre o T Mágico com aqueles que sabem perder tempo na vida, com aqueles que conseguem perceber que um fenômeno nunca é um caso isolado na natureza, para aquele anteneiros que nunca deixam o encanto passar por desapercebido na sua frente. Querem ver?
    Se num T Mágico entrar por um lado o medo e por o outro lado o respeito o que sai é a admiração. A psicologia também nos inspira a compreender a Física e ela tambem possui a sua magia.
    Ando meio ocupado organizando meu próximo curso que será em São Paulo ainda este mês. Estão me fazendo perguntas cada vez mais difíceis de responder, Então, nas madrugadas longas enquanto as estrelas se exibem no céu eu preparo o curso para me exibir na terra. De dia as estrelas voltam para o seu berço, enquanto eu continuo no palco representando o meu papel. Sei que não existem muitos papeis, que todos se repetem, por isso olho para as pessoas parecidas comigo, para ver se enxergo nos seus olhos algum desejo sublimado de trocar a polaridade humana para a derradeira posição horizontal. Digam-me caros jovens, isso também não é um T Mágico?
    Um abraço e até a próxima primavera.

    Gilvan

  2. #2
    Eng. Eletricista/Eletrôni Avatar de MarceloGOIAS
    Ingresso
    Feb 2007
    Localização
    Goiânia
    Posts
    2.120
    Posts de Blog
    2

    Padrão Re: TRANSFORMADA (T-Mágico)

    Meu caro Gilvan,

    polêmica é contigo mesmo!

    Suas palavras me fizeram lembrar de um antigo professor de filosofia (nos anos 90) que dizia que o poeta e o filósofo são dois amigos que moram em montanhas separadas. Além de engenharia também, como eu, estudou ou estuda filosofia?

    Segundo esse mesmo professor - que sempre falava de Parmênides, um homem dos primórdios da ciência e da filosofia - dizia que parmênides admirava tanto as estrelas, embora não entendesse como funcionava o universo, que andava sempre de cabeça muito erguida e esquecia de olhar para o chão. Resultado: sempre tropeçava em uma pedra ou caía em um buraco. Seu auxiliar sempre reclamava: "mestre, por que não olhas por onde andas?". E Parmênides de imediato respondia: "porque eu sei o que tem aqui em baixo, por isso ocupo do meu tempo em estudar as estrelas e aquilo que ainda não conheço".

    Esse seu curso deve ser bom... e polêmico! Mas, cada um admira suas estrelas, tem seu modo de enxergar o saber e cada um tem o seu modo de viver. Felicidades.



  3. #3

    Padrão Re: TRANSFORMADA (T-Mágico)

    Gilvan,

    voce ficou de enviar um T-MAGICO para testes.. estou aguardando até hoje !!

  4. #4

    Padrão Re: TRANSFORMADA (T-Mágico)

    Muito boa a idéia, seria uma solução para locais sem possibilidade de grandes estruturas. Muitos ainda criticam essa idéia mas eu estou a espera dela no mercado como uma ferramenta para trabalho. Abraços e boa sorte



  5. #5

    Padrão Re: TRANSFORMADA (T-Mágico)

    ANATEL Agencia Nacional de Telecomunicações
    Escritório Regional Rio Grande do Sul
    Av. Princesa Isabel, 778 90620-000 Porto Alegre –RS-


    Ofício n° 3347/2010/ERO05-Anatel

    Porto Alegre, 03 de setembro de 2.010.

    Assunto: Resposta a Correspondencia recebida.

    Prezados

    Em atenção à correspondência recebida nesse Escritório Regional em 03 de agosto de 2.010, a seguir transcrevemos manifestação da Gerencia de Certificação.
    Em atenção ao memorando acima citado, de 05 de agosto de 2.010, por meio do qual foi encaminhada a carta de empresa GEENGE, onde a mesma apresenta pedido de homologação provisória , informamos que:
    A verificação feita na correspondência enviada pela citada empresa em anexo ao memorando mostra, que o equipamento chamado de T Mágico GE se entendido como divisor de sinais 1:2 conforme consta na figura “MODO 1” não é passível de certificação até o presente momento.
    Finalizando nossa posição é de que o cliente seja informado de que o seu equipamento como divisor de potência de 1:2, não é passível de certificação.


    ENG. JOÃO JACOB BETTONI
    Gerente Regional
    ANATEL

  6. #6

    Padrão Re: TRANSFORMADA (T-Mágico)

    ANTENA SECADORA

    Parece que o mancebão entendeu. A ficha que estava entupindo a compreensão finalmente caiu, mesmo que atrazada caiu.
    O ilustríssimo mancebo lembrou-me de um outro cidadão dono de uma empresa produtora de maçã que certa feita pediu-me que inventasse uma antena capaz de desidratar as maçãs que nasciam fora de estação. Estas maçãs não serviam para consumo como fruta, mas eram excelentes para fazer chá, bastaria desidrata-las. Ali estava um desafio adorável, arregacei as mangas do avental e fui eu para o covil das antenas.
    Passado algum tempo, apresentei minha criação para o fruticultor. Era um tonel cuja tampa e o fundo eram parábolas onde de uma para a outra trafegava um fluxo de radio frequencia responsável pela desidratação da fruta dentro deste tonel. Recebi meu dinheiro e o homem das maçãs foi-se embora com o trovejão na garupa.
    Passado muito tempo encontrei a criatura numa feira agricola e tivemos essa conversa:
    -Olá como vão as maçãs?
    -Não vendo mais maçã, só chá, a antena secadora, associada com o valor agregado do chá mostrou que era preferível vender chá a vender fruta.
    Nos despedimos e eu continuei caminhando entre os stands olhando os implementos agrículas para ver se com uma antena eu não poderia aumentar a produção ou quem sabe substituir um homem no processo produtivo. Não riam, dizem que já existe antena inteligente.
    Mas não consegui me esquecer do fruticultor, de como as últimas frutas do pé, aquelas atrasadas na maturação, tinham sido as mais importantes de todo o pomar. Uma idéia me ocorreu; O último mancebo foi o mais importante.
    No fundo do baú das minhas lembranças escolares de quando cursava Filosofia, lembrei uma frase do filósofo alemão Marcuse, que se preocupava com o desenvolvimento descontrolado da tecnologia: Os opostos se identificam.
    Acho que vou telefonar para o mancebão para ver se ele não quer comprar um T Mágico, vou adorar botar a mão no bolso dele, ainda mais agora que a ANATEL liberou total.
    A propósito, aqueles que já compraram o T Mágico e estão usando, podem se municiar da carta da Anatel para afugentar qualquer interferência que venha a fiscalizar o T Mágico. Boa essa né?
    Gilvan.



  7. #7

    Padrão Re: TRANSFORMADA (T-Mágico)

    Citação Postado originalmente por JorgeAldo Ver Post
    Bem, no geral está certo (Agora, finalmente) porem devo ressaltar que raramente o processador da RB é o gargalo do sistema.

    E deve-se pensar se um sistema não homologado como o T-Mágico vale a pena diante da simples possibilidade de usar duas antenas.
    Caro Jorge,

    Sou leigo em legislação da anatel, mas você poderia me informar se este equipamento vai aumentar a potência do sinal ou vai mudar algo na frequência que vai sair fora das "normas", ou padrões adotados pela tia ana ????

    Ivan Galves

  8. #8
    Eng. Eletricista/Eletrôni Avatar de MarceloGOIAS
    Ingresso
    Feb 2007
    Localização
    Goiânia
    Posts
    2.120
    Posts de Blog
    2

    Padrão Re: TRANSFORMADA (T-Mágico)

    Eu perdi alguma coisa do tópico ou esse "T-Mágico" é um divisor de potência? O mesmo que muitos chamam divisor de frequência.....

    Olha, eu não uso e nem pretendo usar divisor de potência/frequência em 2.4GHz/5.8GHz. Pelo que eu sei não é permitido pela Anatel. Vou verificar e confirmo.

    Quanto a cabos de rede esses devem ser homologados na Anatel. Todos os grandes fabricantes ou importadores nacionais, como Furukawa e Nexans, homologam seus cabos.



  9. #9
    Mikrotik inSide Avatar de luizbe
    Ingresso
    Sep 2005
    Localização
    Governador Valadares
    Posts
    1.212
    Posts de Blog
    1

    Padrão Re: TRANSFORMADA (T-Mágico)

    Por favor, alguem que já tenha usado o tal T Magico, que poste imagens e resultados..
    quero ver um POP com omni com 400 usuarios!!!!!!!!!!!!!

    como eu não comprei e não testei, não vou falar nada, apenas esperar as evidências!!!

  10. #10

    Padrão Re: TRANSFORMADA (T-Mágico)

    Citação Postado originalmente por GilvanEnriconi Ver Post
    ANATEL Agencia Nacional de Telecomunicações
    Escritório Regional Rio Grande do Sul
    Av. Princesa Isabel, 778 90620-000 Porto Alegre –RS-


    Ofício n° 3347/2010/ERO05-Anatel

    Porto Alegre, 03 de setembro de 2.010.

    Assunto: Resposta a Correspondencia recebida.

    Prezados

    Em atenção à correspondência recebida nesse Escritório Regional em 03 de agosto de 2.010, a seguir transcrevemos manifestação da Gerencia de Certificação.
    Em atenção ao memorando acima citado, de 05 de agosto de 2.010, por meio do qual foi encaminhada a carta de empresa GEENGE, onde a mesma apresenta pedido de homologação provisória , informamos que:
    A verificação feita na correspondência enviada pela citada empresa em anexo ao memorando mostra, que o equipamento chamado de T Mágico GE se entendido como divisor de sinais 1:2 conforme consta na figura “MODO 1” não é passível de certificação até o presente momento.
    Finalizando nossa posição é de que o cliente seja informado de que o seu equipamento como divisor de potência de 1:2, não é passível de certificação.


    ENG. JOÃO JACOB BETTONI
    Gerente Regional
    ANATEL
    Eu agora fiquei com a pulga atrás da orelha. Qual o motivo pelo qual o produto não é passível Qual elemento inserido na linha de transmissão precisa de homologação, então porque eles não querem homologar ? Gilvan, precisa ver mais de perto esta questão. Em que resolução eles se enquadram para negar a homologação?
    Eu peguei um desses T na mão e não vejo o real motivo pelo qual não poderá ser homologado.
    Eu não usei, mas já li relatos de quem usa e gostou. Porque então não brigar pela homologação, já que veio para complementar os recursos disponíveis?
    Já fêz uma consultoria, como por ex. o Eng. Marcos Centeno aí de Porto Alegre? Ele mexe só com a legislação de telecomunicações.



  11. #11
    Eng. Eletricista/Eletrôni Avatar de MarceloGOIAS
    Ingresso
    Feb 2007
    Localização
    Goiânia
    Posts
    2.120
    Posts de Blog
    2

    Padrão Re: TRANSFORMADA (T-Mágico)

    Ainda bem que não é homologado. O espectro radio elétrico já está muito confuso. Divisores de potência contribuiriam com o aumento da poluição eletromagnética. Imaginem uma antena omnidirecional com 4 "T-Mágico" e oito transceptores? Ajudaria e muito os provedores irregulares ou que podem investir pouco. Mas, a relação custo benefício é muito pequena para os problemas advindos.

    Fico imaginando daqui a 10 ou 15 anos como não estarão as rádiofrequências (licenciadas ou não) com essas e outras "criatividades".

  12. #12
    Mikrotik inSide Avatar de luizbe
    Ingresso
    Sep 2005
    Localização
    Governador Valadares
    Posts
    1.212
    Posts de Blog
    1

    Padrão Re: TRANSFORMADA (T-Mágico)

    "não é passível de certificação até o presente momento",
    acredito que quiz dizer que não é necessário ser homologado! ou eu que estou errado?
    Gilvan, responde aí.



  13. #13

    Padrão Re: TRANSFORMADA (T-Mágico)

    -HOMOLOGAÇÃO DO T MÁGICO-

    Segundo o texto do oifício na Anatel eu entendi que não precisa homologar o T Mágico. Como o Ofício foi assinado pelo Gerente Regional da Anatel o documento passa a ter valor jurídico pois o Eng. João Jacob Bettoni representa o nosso governo nos assuntos de telecom aqui no RGS. Agora estamos dentro da lei, estou vendendo o T Mágico que segundo o govero não precisa homologar.
    Acho que o distinto profissional está muito confuso senão outra coisa. Vejam só o que eu vou contar:
    Houve no mês passado um evento promovido pela INTERNETSUL em Porto Alegre que foi chamdo de FORUM DO PLBL, lá estava o alto clero da Anatel. Não resisti, pedi a palavra, entãob alto claro falei:
    .... As multas da ANATEL enriquecem este orgão, dão muita inveja ao DETRAN que multa com valores muito menores e compatíveis.
    .... A ANTEL não responsabiliza o responsável técnico do provedor numa clara atitude de protecionismo de classe.
    .... A ANATEL homologa qualque coisa, não se importa com aqualidade do produto homologado.
    Claro que a mesa ficou furiosa, o Eng. Bettoni, esse mesmo que assinou o ofício sobre a homologação do T Mágico, levantou-se e disse.
    -A ANATEL não homologa qualquer coisa, ela só omologa equipameos certificado por um laboratório creenciado. A ANATEL possui até o recurso de oferecer uma “homologação provisória” para produtos que esão em desevolvimento.
    Bem, ele falou isso num auditório na frente de duzentas pessoas que o ouviam. Fui atras do previlégio e solicitei a “homologação provisória”. A resposta voces leram no ofício que o representante público me deu dizendo que “homologção provisória” não existe na ANATEL.
    Sr. Bettoni onde mora a sua verdade? Nas suas palavras dita num auditório em frente á uma multidão ou na página de um ofício que o Sr. Assina?
    Minha voz é muito pequena e minha importancia menor ainda, eu não sou funciário de nenhuma estatal, sou vaidosamente apenas um anteneiro, mas gostaria que os homens que recebem ótimos salários pagos com os impostos do meu povo tivessem a mesma verdade naquilo que dizem e naquilo que escrevem.
    Claro que de mãos dadas com o manuseio da verdade está a burrice querem ver?
    Como pode um T Mágico ser um divisor de potencia? Na opinião da ANATEL o T Mágico dividiria a potencia de um AP ou dos dois AP? Mas se as frequencias dos AP são diferetes e não se enchergam entre si, como poderia o T Mágico dividir suas potencias? Um divisor de potencia possui uma entrada e duas saidas na mesma frequencia, o T Mágico não é nada disso.
    Acho que esta opinião só poderia ser tolerada por um engenheiro agronomo, talves por um mecânico. Credo, eles não sabem nada sobre aquilo que opinaram.
    Bom, esta é a nossa ANATEL, apesar destas gafes, ainda sou da opinião que é melhor com ela do que sem ela. Já foi pior.
    O T Mágico vai bem e cumprido o seu papel, embora tenham dado esse nome prosaico para ele, as antenas omnis, as setoriais e as direcionais estão mais felizes, sem falar dos anteneiros que compraram o T Mágico e agora estã dizedo que também são feiticeiros. Vai por mim.

    Um abraço.

  14. #14

    Padrão Re: TRANSFORMADA (T-Mágico)

    A expressã "passível" pode ter dupla interpretação.
    Eu fico fulo da vida quando leio este tipo de justificativa que não leva a nada.
    E isso tem sido uma norma nas consultas à Anatel.
    O Gilvan entendeu que não precisa homologar, já eu entendi que não há como homologar por não ser um produto conhecido, ou melhor "reconhecido".
    Pois tudo que é inserido numa rede de comunicações é passível de homologação.
    Tecnicamente até os conectores N e rj45 devem ser homologados.
    No entanto Gilvan, ainda há outro fator a considerar. Tu fostes consultar exatamente a pessoa que tu afrontaste em público.
    Porque não faz um contato direto com os órgãos credenciados para fazer a certificação?
    Com a certificação em mãos não há como ser recusado. Se por algum motivo legal isso não possa ser feito não vai passar nem na certificação.



  15. #15

    Padrão Re: TRANSFORMADA (T-Mágico)

    Olha só que cruzamento milimétrico para a área. É só cabeçear para o fundo da rede.

    Aterramento de Interferencia

  16. #16

    Padrão Re: TRANSFORMADA (T-Mágico)

    Quando instalares uma antena com polarização dupla, tenha isso na cabeça.

    http://www.geenge.com.br/sig/home/ver_modulo2.php?codigo=72



  17. #17

  18. #18
    Eng. Eletricista/Eletrôni Avatar de MarceloGOIAS
    Ingresso
    Feb 2007
    Localização
    Goiânia
    Posts
    2.120
    Posts de Blog
    2

    Padrão Re: TRANSFORMADA (T-Mágico)

    rsrs



  19. #19
    Eng. Telecomunicações Avatar de pkmc
    Ingresso
    May 2007
    Localização
    Foz do Iguaçu - PR
    Posts
    996
    Posts de Blog
    1

    Padrão Re: TRANSFORMADA (T-Mágico)

    O que eu mais queria ver aqui é alguem que postasse resultados obtidos com esse "equipamento", até agora é só um diz de um lado e diz de outro, queria seber como a maioria dos usuários aqui iria calibrar esse "equipamento" sem geradores de frequencia, analizadores de espectro, et... em fim todos os equipamentos que se usam em uma bancada de testes para Radio frequencia, sendo que a maioria nunca nem se quer viu, que dirá saber usar !
    Em fim mais um "MITO" que nem homologação tem !
    E todo e qualquer tipo de equipamento utilizado es sistemas de Telecom deve estar homologado, a realidade é essa.

  20. #20

    Padrão Re: TRANSFORMADA (T-Mágico)

    Meu rapaz, não é um equipamento que faz o canal adjacente ser aterrado, é o anteneiro e este não precisa ser homologado pela Anatel.
    Uma sonata de Mozart, Haydn ou Beethoven para se ouvida num grande salão necessita do piano e do músico. Mesmo que o piano esteja bem afinado, a música no ar pode estar desafinada. Depende do artista.
    Assim como existem grandes artistas que não desafinam existem anteneiros que aterram os canais adjacentes. Depende só do talento.