+ Responder ao Tópico



  1. A Telebrás obteve na última sexta (18) a autorização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para exploração do Serviço de Comunicação Multimídia (SCM), necessária para que a empresa possa comercializar banda larga.

    O ato N° 1.027, publicado nesta sexta-feira (18) no Diário Oficial da União concede à estatal o direito de explorar esses serviços no território nacional e internacional, sem caráter de exclusividade. O prazo de validade é indeterminado.

    O processo de licenciamento das estações da rede nacional começará assim que a Anatel aprovar seu Projeto de Instalação. Neste documento, já encaminhado à Agência Reguladora, a Telebrás detalha as ações necessárias para implantar a infraestrutura, como a espinha dorsal (backbone) da rede nacional de telecomunicações, assim como a sua arquitetura física e lógica.

    Também estão descritos no projeto como serão iluminadas as fibras ópticas, por meio da utilização da tecnologia DWDM (Dense Wavelenght Division Multiplexing), e como ocorrerá a implantação da rede de transporte em rádio de alta velocidade para a distribuição de dados (backhaul). Traz informações, ainda, sobre a integração da rede aos pontos de troca de tráfego e a estruturação de rede IP para prestação de serviços multimídia.

    "Esta é a autorização que faltava para a Telebrás legalmente começar a operar e cumprir as metas estabelecidas pelo Programa Nacional de Banda Larga. Assim que for assinado o acordo de uso da infraestrutura de fibras ópticas do Sistema Eletrobrás e Petrobrás não haverá mais empecilhos para que comecem as instalações de campo", destacou o presidente da Telebrás, Rogério Santanna.

    Nos próximos dias, devem ser finalizadas também as negociações com o setor elétrico e com a Petrobrás para a obtenção da cessão de uso das fibras ópticas. Além disso, cinco contratos já foram firmados pela Telebrás para o fornecimento de serviços e equipamentos para a implantação da rede nacional cujo início das instalações depende do acordo para uso das fibras ópticas.

    Entre as soluções já contratadas estão a infraestrutura para os Pontos de Presença da Rede (POPs), os equipamentos ópticos (DWDM), e parte da rede IP destinada a fazer o roteamento das demandas de tráfego. Aguarda finalização o pregão de rádio enlaces e torres que farão a transmissão do sinal do backbone até a sede dos municípios.

    A Telebrás pretende iniciar a conexão das primeiras cidades contempladas pelo Programa Nacional de Banda Larga em abril próximo e chegar a outras 1.063 cidades até o final deste ano. Esses municípios estão localizados em torno dos anéis Sudeste e Nordeste da rede de telecomunicações. Até 2014, a previsão é atender a 4.283 municípios em todas as Regiões do País.



    Fonte: Portal das Comunicações

  2. rádio enlaces e torres que farão a transmissão do sinal do backbone até a sede dos municípios.
    Interessante. Essa pratica é comum nas infra-estruturas de dados?






Tópicos Similares

  1. O FreeBSD 10 já tem suporte para Hyper-V Integration Services?
    Por ccbsumare no fórum Sistemas Operacionais
    Respostas: 2
    Último Post: 26-03-2015, 08:49
  2. O FreeBSD 10 já tem suporte para Hyper-V Integration Services?
    Por ccbsumare no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 0
    Último Post: 25-03-2015, 14:50
  3. Respostas: 1
    Último Post: 24-02-2011, 23:00
  4. PF prende homem por vender banda larga ilegal
    Por MarcusMaciel no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 6
    Último Post: 27-01-2007, 23:13
  5. Já tem APT para Fedora 4
    Por lacierdias no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 6
    Último Post: 30-06-2005, 13:13

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L