+ Responder ao Tópico



  1. Bom creio que ja topico bem discutido mais sem muito explicação sobre o seguinte

    Quando marco pacotes para jogar no queue tree ele divide a banda para todos certo , ou seja se seto ele em 1 Mb para orkut , se ele estourar este limite ele começa a usar o queue simple , ou nao tem nada a ver , se estourar fero mesmo vao ficar nestes 1 Mb para todos.


    Alguem poderia me dar uma ajuda para entender .

    O que eu acho e pelos testes que limita tudo ele nao passa para o queue simples apos estourar limite , e sera que tem como fazer isso , quando ultrapassar o qeue tree comece a usar o simple ?

  2. O objetivo deste serviço é fazer com que você aproveite ao máximo sua banda e para isso ele tem que saber quanto pode usar, se você disse que era 1Mb/s ele vai obedecer e não garantir, mas usar 1Mb/s... Só funciona se tiver esta banda sobrando que é justamente o que ele vai usar.

    Se não tiver isso sobrando em algum momento alguém vai dançar...

    Eu particularmente prefiro usar um burst bem mais simples do que os que eu vejo o pessoal usando e vários PCQ's que é um uma forma de "burst" mais inteligente. A navegação fica bem confortavel e ninguém fica pra traz, mas, é como eu disse, tem que ter banda pra isso...



  3. Bom não entendi muito bem os posts... mas vamos lá... Análise de um caso típico de uma rede.

    1 - Banda total contratada - 1 Mbps
    2 - 10 hosts - 256 kbps cada

    Eu configuro cada host (cliente) a 256 kbps nas filas simples. Até aqui tudo normal, ou seja, o padrão da limitação de banda que todos usam.

    Mas eu quero que em determinados momentos, quando minha banda total estiver consumida, alguns serviços tenham funcionalidade adequada.

    Por exemplo; se apenas 5 hosts estiverem usando sua banda, eles consomem a banda total. Digamos que estes 5 hosts estejam todos usando um P2P, como o bitorrent ou algo similar. Neste momento se algum host "entrar" e tentar usar sua banda para a porta 80 (navegação), provavelmente enfrentará problemas latência alta e indisponibilidade de banda.

    Qual a solução?

    - Configurar árvores de filas.

    Realiza-se a marcação de pacotes definindo os fluxos que consideramos "importantes" e o "resto".

    No exemplo acima, se eu defini que a porta 80 tem 512 kbps reservados à mesma, o P2P não conseguirá usá-los. Desta forma, se um novo host "entra" ele encontrará reserva de banda para que determinado serviço (que o mesmo executa) funcione adequadamente.

    OBS. A fila simples sempre será executada primeiro que a árvore, desta forma, em um ROS podemos usá-las em conjunto sem a preocupação com sobreposição de regras.




  4. Eu acreditava que as árvores serviam para "pular" as filas simples para aproveitar banda ociosa (se houvesse) para um determinado serviço... Mas como você disse: São para impor prioridades... Algo bem diferente...

    Bom saber!
    Última edição por igorlima; 20-03-2011 às 21:58.






Tópicos Similares

  1. Respostas: 8
    Último Post: 09-04-2012, 08:56
  2. Respostas: 25
    Último Post: 08-05-2011, 12:29
  3. Marcando pacotes com direção a porta X
    Por nataniel no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 03-04-2006, 15:35
  4. Marcando pacotes e mandando por um gateway
    Por nataniel no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 0
    Último Post: 19-10-2005, 12:31
  5. Problemas marcando pacotes para sair por outra rota
    Por d00m no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 0
    Último Post: 19-05-2005, 14:52

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L