+ Responder ao Tópico



  1. Monitorar a estrutura metálica da torre se possa fazer com uso de sinais analógicos para sinais digitais, ou vice-versa. Um sensor muito utilizado em AD é o "strain gauge" ou mais conhecido por extensômetros. Já existem outros tipos tal como o laser, e de outros tipos de sensores. Digamos que as torres estão sujeitas as vibrações por ação do vento, e das construções metálicas estão sujeitas as deformações de seus componentes, em caso, que exageram na carga de antenas, e deste modo o fator de segurança da torre fica comprometido, e numa tempestade podem sofrer a estrutura metálica deformações, estas que vão se propagando até que um dia alguém olha e vê que a torre tá ficando torta. Um dos modos de se monitorar é com a adição de sensores. Existem uma infinidade de sensores, para diversas finalidades. Ai, vai do dono da torre querer ter monitoramento via sinais AD ou DA, análogicos/digitais isto não é dificil fazer, e o custo pode ser mensurado na compra da torre, que venha acompanhada de um kit eletrônico. Isto deve ser novidade! Para quem é da área de tecnologia de ponta não, por que? Sensores existem desde a década de 80, o que ocorre é que tudo que surge no Brasil começa no grude, ou seja, fazem de forma artesanal e sem novidades de acompanhamento, porém na construção civil sensores são largamente utilizados há muitos anos para monitorar a movimentação, por exemplo, de ponte de concreto, que tem movimentação devido ao trafego. Em estrutura metálica se possa fazer do uso de sensores captações de como a torre está sendo utilizada, se existe deformações em seus componentes, se houve movimentação do solo, se houve sobrecargas de antenas com uso da eletrônica e de sensores podem fazer de tudo. Sou engenheiro mecânico com experiência em projetar mecanismos com uso de sensores em sistemas mecânicos para automação, estou no Wikipédia no tópico "Mecânica Fina" para me conhecerem, e saber o que podemos fazer para monitorar de longe torres. Se imagina que ao ligar de seu PC na tua casa venha a receber como sua(s) torre(s) estejam se comportando. Se elas se mantém intactas, se não houve tentativa de furtos, ai além de alarme, terá notificação de que a parte estrutural não foi afetada em suas partes. Um extensômetro custa pouco, se possa comprar uma dúzia e colocar em determinadas parte da estrutura, nas zonas criticas de deformações máximas, aonde se possa saber o que afetou a torre, se for estaiada melhor ainda, devido que os agentes de furtos com certeza decapitam as cordalhas e a torre é dobrada, mas antes disto tem alarme que avisa as alto-ridades que demoram para chegar, ai o negócio é colocar sensores que no menor sinal de deformação indesejável, já liga tipo corte da primeira cordoalha, é tempo das alto-ridades chegarem!!! Ai, se alguém tem desejo de conhecer como se possa monitorar a estrutura metálica entre em contato comigo via meu site tem meus telefones e e-mail em www.treisc.eng.br sou especialista em projetos da mecânica fina desde 1983, dizem que não tem especialistas no Brasil, é vero não tem por que não divulgam, e sai nos jornais que não existem.

  2. @Plptorres algum produto que possa ser comprado neste sentido? Eu uso torres estaiadas, to procurando monitoração remota pra elas. Alguém indica algo? No momento achei só um produto novo da Volt.ind.br que não tem nem no meu revendedor ainda. Mas não tem nada dessa parte de deformação.






Tópicos Similares

  1. Respostas: 15
    Último Post: 03-09-2010, 18:04
  2. Respostas: 4
    Último Post: 11-11-2006, 09:10
  3. Modem em modo bridge ou router?
    Por mrpicolo no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 14-05-2005, 23:33
  4. Perda em cabos RGC ou RG
    Por netwayy no fórum Redes
    Respostas: 4
    Último Post: 13-01-2005, 00:16
  5. Ejetando uma folha em branco no final da impressão
    Por _edinh0_ no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 10
    Último Post: 06-06-2003, 07:53

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L