Página 1 de 3 123 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Estudo Comparativo de Baterias:

    Estacionárias X Automotivas




    1 INTRODUÇÃO

    Este estudo tem por objetivo apresentar as características principais das baterias do tipo estacionárias e automotivas à luz de sua utilização em subestações elétricas. Basicamente estas baterias teriam utilização em sistemas auxiliares considerados vitais em uma subestação, tais como: alimentação e controle de disjuntores, relés de proteção, chaves seccionadoras, iluminação de emergência e etc.

    Por terem objetivos finais distintos, estas baterias apresentam características técnico-econômicas bastante distintas. A utilização de cada uma destas baterias em subestações elétricas devem considerar todos os aspectos que as caracterizam, conforme apresentado a seguir:

    2 CONSIDERAÇÕES GERAIS

    2.1 Baterias Automotivas:

    2.1.1 Aplicação típica:


    • As baterias automotivas são projetadas para utilização em sistemas de ignição de veículos automotores. Esta condição lhe impõe descargas elevadas de corrente em períodos de tempo da ordem de 10 a 20 segundos


    2.1.2 Características construtivas:


    • Projetadas para não descarregarem mais que 5% de sua capacidade total. Uma descarga completa pode danificar rapidamente este tipo de bateria;
    • Construídas com grande quantidade de placas de pequena espessura (± 1mm) de forma a se conseguir uma grande superfície de contato. O projeto com placas finas e a ação da sobrecarga causam corrosão e aumento das placas positivas o que, associado a eventuais quedas de temperatura causam a “morte súbita” da bateria.
    • Tensão usual: 12V/elemento;
    • Recarga durante o uso do automóvel (algumas horas diárias);


    2.1.3 Vida Útil:


    • ±2,5 anos.



    2.1.4 Aplicação como estacionária:


    • A bateria é submetida a carga de flutuação 24 horas/dia, condição que lhe imporia uma sobrecarga de 2 a 4 vezes maior que no uso em automóveis.


    2.2 Baterias Estacionárias:

    2.2.1 Aplicação típica:
    · Sistemas auxiliares de subestações, sistemas de energia alternativa, sistemas de emergência e etc.

    2.2.2 Características construtivas:

    • Conhecidas como baterias de ciclo profundo, podem perder até 80% de sua carga total sem se danificarem;
    • Possuem placas internas espessas (6 a 9,2mm). Essa maior espessura inibe os efeitos negativos das descargas profundas sem que haja fadiga do material ativo;
    • Alta capacidade A x h;
    • Tensão usual: 1,2V/elemento;
    • Construídas com matérias mais nobres de forma a proporciona-las maior vida útil e confiabilidade;
    • Suas placas positivas possuem forma tubular, onde o material ativo fica alojado dentro de uma bolsa de aço entrelaçado, permitindo maior distribuição do fluxo de elétrons, além de impedir o desagregamento do material ativo.


    2.2.3 Vida Útil: ± 20anos.

    3 ANÁLISE DE CUSTO

    Tensão do sistema de 125Vcc. Para o regime de descarga proposto, devido às características construtivas o conjunto em bateria chumbo-ácida deve ter uma capacidade de 63 Ah, e a bateria estacionária de níquel-cádmio uma capacidade de 40Ah. Para análise do custo vide tabela onde o período avaliado corresponde a 20 anos:

    Estacionária Automotiva
    Tensão/elemento (V) 1,2 12
    Nº de elementos 98 11
    Custo/elemento R$ 258,16 R$ 246,39
    Nº de trocas em 20 anos 0 8
    Custo total (20 anos) R$ 25300,00 (1) R$ 21682,32 (2)

    (1) Incluso o fornecimento das estantes e das ligações elétricas entre os elementos.
    (2) Não incluso o fornecimento das estantes e das ligações elétricas entre os elementos.

    Fonte: nbirep


    Esta ai minha humilde contribuição..
    Desde já agradeço a todos do fórum..
    Feliz Natal e um prospero ano novo ...!!!!

  2. Gostei, bem explicado. Como tenho baterias de 60ah a R$80,00 (preço de fábrica), não me preocupo em trocar de 6 em 6 meses.
    Acaba sendo mais garantido que a estacionária.



  3. Pergunta boba:
    Onde se usa 125VDC?

    Que diz operar nessa tensão só vejo as fontes basicas de 10-15W, coisa boa no nosso mercado exige 141VDC pra cima.

    E é bom lembrar que existem as estacionárias 12V, não duram tanto quando as celulas avulsas (Celula de 2V) mas custam beeeeeeeem mais barato, são o meio termo mais usado ultimamente.

    Alias, em materia de estacionárias, em país rico a regra é celula avulsa, em países pobres como o brasil a regra é bateria 12V (Regra pro comercio).

  4. Sempre quis usar baterias estacionárias mas por conta do preço ainda elevado optei por baterias automotivas, ha seis meses estou com bateria automotiva em nobreack sustentando uma torre com uma 750g e uma 433 com 3 cartões 1 xr5 e 2 xr2 até agora nem mexeu no nível da solução, já ficou por mais de 12 horas sem energia da rede e segurou tudo. Enquanto o valor das estacionárias não for compensador, continuarei a utilizar automotivas mesmo.



  5. muito ja usei bateria automotiva
    mais com o tempo elas caem a voltagem e ficam em 10v ai ja era nao dura nem 15 minutos no nobreak
    hoje uso 3 estacionárias de 105 da moura clean que já aguentaram 13 horas apenas nelas
    essas são duráveis






Tópicos Similares

  1. Respostas: 51
    Último Post: 25-06-2012, 12:36
  2. Adaptando um nobreak para 12 horas de bateria
    Por w4rh4ck3r no fórum Redes
    Respostas: 23
    Último Post: 14-05-2007, 23:08
  3. Help me!!!! Medidor de bateria nao aparece no acer travelmate 4500
    Por mastellaro no fórum Sistemas Operacionais
    Respostas: 1
    Último Post: 29-08-2006, 10:17
  4. Estudo de Caso - Servidor Proxy
    Por netosdr no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 05-08-2006, 09:12
  5. grupo de estudo de assembly
    Por barata branca no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 20
    Último Post: 08-03-2005, 11:21

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L