Página 1 de 5 12345 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Meus amigos, gostaria de saber como vocês estão fazendo a configuração do RTS e do Frame Threshold nos rádios dos clientes?
    Pelo que já li, pouco adianta fazer esta configuração no AP, pois a idéia é controlar o choque de pacotes proveniente de vários clientes ao mesmo tempo. O famoso "nó escondido"

    Assim, por default a maioria dos equipamentos vem com o frame em 2346 e o RTS em 2347.
    Deste modo o RTS nunca é acionado. E o nó escondido pode se manifestar livremente.

    Fizemos uma config remota nos clientes online, deixando o frame em 2346 e o RTS em 2345. O resultado foi muito bom. O consumo médio do link aumentou em mais ou menos 30% e sem aumentar o processamento na RB. Isto indica que mais usuários estão navegando em melhores condições.

    Me parece que valores menores de 2346 para o frame seria só indicado para casos extremos. Numa rede bem equilibrada, o rádio cliente deveria ter todas as condições para transmitir um frame o maior possível aceito pelo protocolo. Valores menores , se derem resultado positivo deve ser um indicativo de que a rede não está bem ou a conexão do cliente pode ser melhorada. Tenho usado o frame aliado a outros parâmetros para melhorar o desempenho individual.

    Já o RTS, numa rede com muitos usuários, o AP vai receber dados de diversos clientes ao mesmo tempo. Daí ocorre choque de pacotes, que são perdidos e dai precisa ser reenviado. Resultado: latencia alta.
    Quando o RTS tem valor menor que o Frame Threshold, um número que seja, o rádio cliente vai ter que pedir autorização para o AP. Assim o AP vai dando uma fila para atendimento. Pode parecer que o AP esteja segurando o usuário, mas na prática isso acaba sendo mais benéfico, pois não havendo o choque de pacotes, elimina-se a necessidade de reenviar os dados.
    Logicamente que esta capacidade do AP enfileirar os usuários tem um limite. Se o AP estiver sobrecarregado de usuários, a fila será maior e poderá também haver um retardo na conexão. Mas este retardo também haveria e em intensidade muito maior se não houvesse o mecanismo do RTS ativado.
    Aí vai entrar o monitoramento do Ap para decidir até quantos clientes vai ser permitido no AP.

    Não estou aqui afirmando nada. Só postei o que observei na prática, aliado ao que já tem sido publicado sobre o RTS.

    Assim, se alguém tiver tido o mesmo resultado ou diferente, uma troca de experiencias pode ser proveitoso a todos nós, já que temos achado pouca matéria prática sobre estas configurações.

  2. Ja utilizei, em alguns casos melhorava.. em outros.. piorava..

    usei valores 512 nos clientes..



  3. Já andei lendo isso no site do Morimoto e aqui, e estou com vontade de testar, aproveitando que tenho poucos clientes e setores sem clientes. Também estou com equipamento sobrando e posso testar.

    1929, qual equipamento emissor e qual equipamento cliente você utilizou?

  4. Citação Postado originalmente por EribertoTorres Ver Post
    Já andei lendo isso no site do Morimoto e aqui, e estou com vontade de testar, aproveitando que tenho poucos clientes e setores sem clientes. Também estou com equipamento sobrando e posso testar.

    1929, qual equipamento emissor e qual equipamento cliente você utilizou?
    No início usei mas não notei diferenças significativas. Mas também era uma rede bem menor. A medida que a rede cresce é que o problema do nó escondido surge e então o recurso do RTS pode ser de ajuda.


    Citação Postado originalmente por alexandrecorrea Ver Post
    Ja utilizei, em alguns casos melhorava.. em outros.. piorava..

    usei valores 512 nos clientes..
    Alexandre, pelo que pude observar , se padronizar em 512 ocorre uma degradação generalizada no setor. Pois todos os pacotes que tiverem tamanho de 512 para cima terão que entrar na fila. Para mim também não rolou bem.
    Daí resolvi deixar o mecanismo atuar só em pacotes grandes com 2345. Foi quando começou a dar melhor resultado.
    Ainda tenho clientes que não fiz a troca. Mas agora que a maioria já foi trocada, vou remotamente trocando o restante com calma.

    Observo que a maioria dos provedores não utiliza este recurso. Na prática é mais ou menos parecido com o que faz o Airmax ou o NV2 da mikrotik que usam o TDMA. Os APs determinam o tempo para cada usuários que está na fila. E evita o choque de pacotes também.
    E no tdma é tão eficiente que o protocolo ainda agrega pacotes para formar valores acima de 2346 que é o tradicional do 802.11. Por isso o aumento de banda para o cliente é possível.



  5. Eu acredito que este valor seja para a camada 2.. portanto não são pacotes.. mas FRAMES .. e exatamente como voce (@@1929;) disse, 512 eh muito pouco.. na época em que fiz testes, nem mikrotik era famoso ... utilizava Terabeam Plus com cartoes Orinoco Gold !! um espetaculo !!

    Penso que se for feito um teste com frames maiores.. deve ser uma boa solução !!






Tópicos Similares

  1. Como vcs estão ?
    Por Nano2 no fórum Redes
    Respostas: 25
    Último Post: 20-10-2008, 10:44
  2. Como vocês trabalham;?
    Por brunorns no fórum Redes
    Respostas: 24
    Último Post: 06-10-2008, 12:25
  3. Eventos de software livre/palestras? Como vocês se informam?
    Por Bit no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 1
    Último Post: 21-11-2005, 12:45
  4. Como Você resetam o aparelhos quando travam?
    Por Emilio Boing no fórum Redes
    Respostas: 30
    Último Post: 23-09-2005, 09:49

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L