+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão MIgrando para pppoe com ou sem ospf??

    Ola amigos!
    Vou lhes apresentar minha duvida preciso de opniões e ajuda na configuração.
    Hoje possuo uma rede em brigie usando HOTSPOT. Tenho uma TORRE CENTRAL e 4 PONTOS DE ACESSO, sendo dois deles novos irei ativar essa semana.
    Nos novos pontos quero usar PPPOE em vez do HOTSPOT e ai vem minha duvida.
    Tenho uma RB 1100X2 AH e 4 RB 450G e a duvida de como utiliza-las

    MODO1
    Deixar a RB 1100 como centralizadora recebendo meu LINK e redistribuindo em cada uma das portas o link para os 4 POP.
    A resdistribuição seria feita em OSPF nos PTP ficando RB 1100 numa ponta e 450G na outra, e os clientes autenticariam na 450G o PPPOE ja que meu servidor de login é o MK-AUTH FUNCIONANDO POR RADIUS.

    MODO2
    Deixar a RB 1100 como centralizadora mas com todos clientes autenticando nela ou seja os 4 POP seriam autenticados na 1100 e as 450G deixaria nos POP como BRIGIE só pra ter um gerenciamento melhor que o que se tem com UBNT.

    No modo 1 a unica coisa que nao sei fazer é o OSPF a comunicação esta normal só que sem o OSPF ativo apenas PTP com ip/30
    e os clientes autenticando na RB local do POP.

    E ai galera o que me dizem qual seria a melhor forma de trabalhar visando o crescimento da rede que hj esta em brigie. Ou os amigos com esses equipamentos em mãos teriam uma outra ideia? Qual seria ? Qual vantagem encima das que mencionei?

  2. #2

    Padrão Re: MIgrando para pppoe com ou sem ospf??

    Use o MODO 1, aqui tenho mais de 30 pops com OSPF e pppoe no proprio pop, show de bola, rede uma bala, pois so passa o trafego que precisa!!



  3. #3

    Padrão Re: MIgrando para pppoe com ou sem ospf??

    concordo com o Rogériodj Tenho 3 POP rodando com OSPF. Todos com Hotspot+PPPOE autenticando no MK-Auth. Filé e muito fácil de implementar.

    Também achava que era um bicho de "7 cabeças", mas é moleza....Meu conhecimento em Mikrotik é básico consegui implantar assistindo videos do Alan Caldas, acompanhando posts deste fórum com dicas do Trober e outros colegas...Só estudar um pouquinho aqui mesmo que vai dar tudo certo....

    Outra coisa, recomendo que os enlaces que interligam os pops devem estar com IP/29.

  4. #4

    Padrão Re: MIgrando para pppoe com ou sem ospf??

    Amigo onde conseguiu essas Video aulas. Hoje subi o POP com a RB no local só que nao ativei o OSPF deixei apenas o PTP com ip/30.

    E por que usar /29?

    O rogerio se pode me dar uma força com essa rede me auxiliando no primeiro eu me viro com o resto é que nao tenho equipamento para bancada so os que estao nos pontos mesmo.

    Obrigado a todos!



  5. #5

    Padrão Re: MIgrando para pppoe com ou sem ospf??

    salvato,

    da uma olhada no post do link. Tá muito bem explicado pelo Trober. https://under-linux.org/showthread.php?t=156851&page=2

  6. #6

    Padrão Re: MIgrando para pppoe com ou sem ospf??

    Tambem voto no modo 1 apesar de ainda nao ter implementado aqui pelo que ja andei pesquisando é a melhor forma de autenticar os clientes.



  7. #7

    Padrão Re: MIgrando para pppoe com ou sem ospf??

    Qual RB vocês usam em cada POP? Qual trafego e clientes segura em média?

  8. #8

    Padrão Re: MIgrando para pppoe com ou sem ospf??

    Amigo a estrutura que mencionei não se aplica aquele caso.
    Claro o OSPF tem que funcionar mas a questão é a autenticação na central ou no POP?
    Os amigos que ja usam o modo 1 ou 2 quantos clientes on e quanto de banda?



  9. #9

    Padrão Re: MIgrando para pppoe com ou sem ospf??

    Citação Postado originalmente por salvato Ver Post
    Amigo a estrutura que mencionei não se aplica aquele caso.
    Claro o OSPF tem que funcionar mas a questão é a autenticação na central ou no POP?
    Os amigos que ja usam o modo 1 ou 2 quantos clientes on e quanto de banda?
    Autenticação no POP sem duvidas...

    Entre diversas vantagens do uso da autenticação distribuida, posso citar:
    1- Faz o controle de banda o mais próximo do Cliente, evitando assim possíveis ataques ou sobrecarga na rede.

    2- por fazer a autenticação no POP, evita-se o sobrecarregamento de processamento no servidor, pois dividirá a carga entre vários POP.

    3- maior segurança, pois temos uma garantia maior de qual local aquele cliente ou IP está conectado.

    4- os custos para troca de equipamento é menor... no caso de autenticação centralizada, temos que investir pesado em uma maquia boa para aguentar todos, caso esse queime, o custo é grande para a troca.... já na autenticação distribuída podemos colocar equipamentos de menor porte em cada local, caso esse queime, o custo é menor para troca.

  10. #10

    Padrão Re: MIgrando para pppoe com ou sem ospf??

    Obrigado a todos

    Vou ficar mesmo com o MODO 1, a verdade ja esta pronto inicio as instalações dos novos clientes hoje.
    Só que no PTP não ativei OSPF pois nao tive tempo e nem equipamento para testes. Mas ao ativar esse POP acredito que nao proxima semana ja consiga algum equipamento pra teste e ver se consigo subir o OSPF entre as RB.