+ Responder ao Tópico



  1. Boa tarde pessoal do Under Linux.

    Estou precisando muito da ajuda de vocês, pois estou com mesmo problema há 3 dias e não consigo resolver.

    O túnel VPN, eu consigo fazer. Consigo pingar o IP da classe VPN, tanto da matriz para a filial quanto da filial para a Matriz.

    A rede local da filial consegue pingar a rede local da matriz mas a rede da matriz não consegue pingar a rede da filial. Eu preciso que o acesso entre as redes seja bidirecional.

    Desabilitei o Firewall para testar.


    Cenário:

    Rede VPN: 10.2.2.0/24

    Matriz (Servidor VPN):
    Rede Local: 192.168.0.0/24

    Configuração do OpenVPN Server:

    mode server
    tls-server
    port 1194
    proto udp
    dev tun
    server 10.2.2.0 255.255.255.0
    ca /etc/openvpn/easy-rsa/keys/ca.crt
    cert /etc/openvpn/easy-rsa/keys/matriz.crt
    key /etc/openvpn/easy-rsa/keys/matriz.key
    dh /etc/openvpn/easy-rsa/keys/dh1024.pem
    keepalive 15 60
    persist-key
    persist-tun
    comp-lzo
    verb 3
    route 192.168.6.0 255.255.255.0
    log /var/log/vpn.log


    Após subir a VPN, a tabela de roteamento fica:

    Tabela de Roteamento IP do Kernel
    Destino Roteador MáscaraGen. Opções Métrica Ref Uso Iface
    10.2.2.2 * 255.255.255.255 UH 0 0 0 tun0
    xxx.xxx.xxx.xxx * 255.255.255.248 U 0 0 0 eth1
    192.168.6.0 10.2.2.2 255.255.255.0 UG 0 0 0 tun0
    10.2.2.0 10.2.2.2 255.255.255.0 UG 0 0 0 tun0
    192.168.0.0 * 255.255.255.0 U 0 0 0 eth0
    default xxx.xxx.xxx.xxx 0.0.0.0 UG 0 0 0 eth1


    -------------------------------------------

    Filial (Cliente VPN):
    Rede Local: 192.168.6.0/24

    Configuração do OpenVPN Client:

    client
    tls-client
    proto udp
    port 1194
    dev tun
    remote xxx.xxx.xxx.xxx
    keepalive 15 60
    resolv-retry infinite
    persist-key
    persist-tun
    ca /etc/openvpn/ca.crt
    cert /etc/openvpn/filiais.crt
    key /etc/openvpn/filiais.key
    ns-cert-type server
    comp-lzo
    verb 3
    route 192.168.0.0 255.255.255.0
    pull
    log /var/log/vpn.log


    Após subir a VPN, a tabela de roteamento fica:

    Kernel IP routing table
    Destination Gateway Genmask Flags Metric Ref Use Iface
    default xxx.xxx.xxx.xxx 0.0.0.0 UG 100 0 0 eth1
    10.2.2.1 10.2.2.5 255.255.255.255 UGH 0 0 0 tun0
    10.2.2.5 * 255.255.255.255 UH 0 0 0 tun0
    xxx.xxx.xxx.xxx * 255.255.255.248 U 0 0 0 eth1
    192.168.0.0 10.2.2.5 255.255.255.0 UG 0 0 0 tun0
    192.168.6.0 * 255.255.255.0 U 0 0 0 eth0



    Agradeço muito pela ajuda de vocês.
    Att.
    Reginaldo Villela

  2. amigo tenta aí adicionar uma rota na matriz que aponta a rede que quer alcançar na filial .
    A regra abaixo vai fazer que todo acesso a rede 192.168.6.0 vai percorrer o caminho passando pelo tunel vpn que é o ip cliente vpn.

    /sbin/route add -net 192.168.6.0 netmask 255.255.255.0 gw 10.2.2.x



  3. O openvpn tem a opcao de configurar rotas entre pontos automaticamente, isto é feito através da opcao de arquivos no diretorio ccd.

    Se vc pesquisar um pouquinho no forum, vai encontrar repostas sobre isto.






Tópicos Similares

  1. Respostas: 2
    Último Post: 25-02-2016, 08:22
  2. Respostas: 4
    Último Post: 10-11-2014, 22:21
  3. Respostas: 4
    Último Post: 26-01-2010, 08:37
  4. REDE VER OUTRA REDE!!
    Por hellmans no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 8
    Último Post: 29-10-2004, 09:01
  5. vnc sub-rede p/ sub-rede
    Por no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 28-05-2003, 16:49

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L