Página 1 de 3 123 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Bom dia pessoal estou com uma grande duvida sobre a legalidade do sistema de cabeamento UTP, estou todo legalizado com SCM, Dedicado e toda parte jurídica em dia, hoje toda minha rede é wireless e estamos com necessidade de crescimento e aumento de banda para o cliente final e com wireless não esta dando mais devido as limitações que todos conhecemos, a grande duvida é a seguinte, com sistema CCN, VOLT ou similar a esses com saída de energia entre 160 e 175vdc alguém já conseguiu homologação de projeto junto alguma Cia de Energia sendo que muitos dizem que a permissão máxima é de 60 a 90vdc?? Pois pra mim homologar falando que usa 60vdc no projeto e colocar 160vdc na rede é gato do mesmo jeito e tudo que fez de certo passa a ser errado, pois qualquer problema vai passar a responder por isso. Se ninguém conseguiu homologar por que as empresas não fazem algo dentro da realidade das Cia de energia???

    OBS: Muitos vão falar para esquecer UTP e ir de fibra, fora de cogitação, valor final para cliente e absurdamente alto.

  2. Cara também estou estou neste mesmo dilema...



  3. amigão, realmente utp e switch sai mais barato,
    mas sobre esse problema se fosse no meu caso, eu seguiria a tendência que grandes operadoras o realizam.

    levar até o bairro na fibra Optica, ou alguma mídia de longa distância. ai vc setoriza o Bairro. em cada sub região ao invés de levar 110v para a "redestribuidora" vc deixa um relógio registrado alimentando o equipamento. e desse equipamento vc leva em média 48v dc para alimentar os switchs. Acho que vc já deve ter visto sistemas proprietários para isso que foram desenvolvidos no Brasil.

    Então resumindo.
    levando até os núcleos de distribuição via mídia de longa distância vc pode localmente alimentar com relógios seus núcleos e daí levando via DC no máximo 48v para sub setores.

    daí vc pode resolver o problema de alimentar longas distâncias com a mesma linha de energia. o que não recomendo, pois centralizar tudo pode ser ruim em algumas ocasiões.

  4. E alias, essas fontes DC, o que elas tem além de uma retificação e filtragem? Elas são isoladas da rede AC mesmo? Não consigo acesso a uma pra ver melhor. Me parece que não tem isolamento (Não são chaveadas). A implicação legal disso é indireta, os contratos de compartilhamento provavelmente não falarão nada sobre isso (Depto jurídico geralmente escreve "voltagem", imagina o nível de conhecimento medio nessa area...), mas dia que um funcionario de terceiro levar um belo choque e se machucar devido a fiação fina (Cabo UTP comum é ridículo de fragil, auto-sustentados melhoram mas seu custo faz fibra ou coaxial parecer barato), e a contratante deste requerer ressarcimento, aí vai ficar claro o custo jurídico desse tipo de instalação.

    Qual o problema de levar 40 a 50VDC? Nenhum. Perdas: Baixíssimas se usar elevador de tensão no trajeto.
    Qual o problema de usar cabo coaxial com digamos 50VAC isolados da rede? Vai ter ruído nos cabos, se usar cabo cat6e a coisa melhora, mas denovo, o custo desses cabos aumenta demais.

    Só porque não tem aparelho comercial no mercado pra uma determinada opção não quer dizer que essa opção é ruim, até algum tempo atras não tinha no mercado nobreak DC ou fonte 160VDC, essas opções eram ruins e de repente ficaram ótimas? Os fabricantes não atendem a demandas pequenas, só porque hoje alguém resolveu lançar fonte 160VDC não quer dizer que seja a opção universal, ainda faltam equipamentos pra muuuuuuitas opções no mercado.
    (Faltam elevadores de tensão baratos e prontos, aquelas porqueimas com LM2577... faltam cabos coaxiais com 2 pares anexos, falta cabo 2 pares 24AWG + 1 par 20AWG, e etc... são muitas as opções, os fabricantes fabricam o que acham que terá demanda, não fazem estudos de caso no país todo pra determinar o que seria perfeito pra todo mundo, e a meu ver fonte de 160VDC é a pior opção (2ª pior... só perdendo pra rede AC direto nos cabos) pra quase todo mundo. Isso não devia ser tratado como roupa, comprar e usar porque está na moda, tem que fazer um estudo técnico do cenário pra escolher, e não escolher com base no que o primo do amigo do cachorro do vizinho usa, ou no que um vendedor chato insistiu pra você adotar)

    160VDC é perfeito pra fiação em local onde só você (Sua empresa) meche, é uma opção que gera pouco ruído, tem poucas perdas nos cabos, mas tem um belo perigo onde outros zé-oreia de outras empresas mechem, invariavelmente alguém mete a pata onde não devia, por isso o PROJETO de compartilhamento dos postes as vezes não é aceito, não duvido que algumas operadoras não aceitem qualquer forma da POE, o risco de meter um alicate no fio, ele ficar em curto e lentamente ir aquecendo até derreter e pegar fogo existe dependendo do tipo de cabo, pra não ter que ficar olhando pra esses detalhes acham mais facil não aceitar o projeto, simples.



  5. Eu pelo que entendi na pergunta do tópico, a preocupação maior é com a aprovação do projeto perante a concessionária

    Hoje está em moda falar em fibra. etc etc.

    Mas os custos finais não compensam. Já com UTP, alguém tem projeto aprovado por concessionária? Será que estas concessionárias também não estão contaminadas pela opção fibra? E daí, invariavelmente rejeitam projetos com UTP?






Tópicos Similares

  1. Respostas: 34
    Último Post: 24-09-2015, 22:14
  2. Respostas: 2
    Último Post: 29-04-2014, 07:58
  3. Respostas: 17
    Último Post: 25-01-2014, 23:47
  4. Rede cabeada ou wifi
    Por vanci27 no fórum Redes
    Respostas: 18
    Último Post: 06-01-2014, 08:13
  5. Segurança, em Rede - "Cabeada ou Wirelles"
    Por LordNycon no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 27-04-2009, 08:53

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L