+ Responder ao Tópico



  1. #1
    Avatar de Fastwireless_telecom
    Ingresso
    Dec 2012
    Localização
    Rua Braziliano Previtale, 54, Santa Cruz - Valinhos SP
    Posts
    33

    Post 10 mil conexões por dia são ativadas no Brasil, diz estudo

    Nesse ritmo, País deve ultrapassar 43,7 milhões de conexões até 2017.
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         cabos-ethernet-20121010173033-300x200.jpg
Visualizações:	58
Tamanho: 	14,1 KB
ID:      	48935
    As conexões de banda larga (fixa e móvel) devem ultrapassar 43,7 milhões de 2013 até 2017, um aumento de 53%, informou a Cisco do Brasil durante a divulgação do Barômetro Banda Larga 2.0, um estudo sobre banda larga que contabiliza o crescimento do serviço no país. A pesquisa exclui o M2M (machine-to-machine) e a oferta dos serviços por smartphones.
    Para a companhia norte-americana, o aumento no número de conexões está ligado ao momento vivido pela economia brasileira. “A banda larga tem um papel distinto na economia brasileira por proporcionar o ganho da produtividade, e esse é o desafio do Brasil”, disse Rodrigo Dienstmann, presidente da Cisco do Brasil, e Samuel Rodrigues, analista da IDC, destcaou que isso condiz com o crescimento do setor de telecom, que cresce em uma velocidade de 8%, enquanto o PIB estimado é de 2%.
    Segundo o analista, os próximos eventos esportivos devem alavancar o número de conexões no País, que já viu o aumento de 27,1 milhões de conexões primeiro semestre do ano, sendo as fixas responsáveis por 4,5% desse total e as móveis mais que dobraram (8,7%), com 36,6 conexões móveis para cada 100 fixas. A estimativa da IDC é que até dezembro o número de conexões no país passe para 28,3 milhões.
    O analista ainda informou que por dia cerca de 10 mil conexões são ativadas no Brasil desde 2011, número que exclui os smartphones e modems de acesso pré-pago para pacote de dados. “As conexões tradicionais crescem graças a atuação do governo e oferta das operadoras”, citando projetos como REPNBL, de desoneração de impostos para equipamentos de infraestrutura e para contratação da mão de obra no setor; e a nova fase do PNBL, o 2.0, também promete aumentar o número de conexões tradicionais no País.
    Segundo o estudo, as conexões fixas chegam a 10% da população e a 33,7% dos lares dos brasileiros, e a banda larga 2.0, com conexões acima de 2Mbps, chegou a 11,5 milhões, ou seja, a penetração do serviço indica que para cada 100 habitantes 6 têm banda larga de velocidade média.
    O estudo também aponta para a queda no preço por Mbps, pois as operadoras cobram R$ 64 por uma velocidade intermediária, de 2Mbps a 5Mbps. “Embora o consumidor pague o mesmo preço pelo acesso, a velocidade oferecida aumentou e isso traz uma boa relação de custo x benefício para o consumidor”, explicou Rodrigues.
    As conexões fixas por fibra óptica também tiveram um aumento superior a 20% na penetração, justificado pelas operadoras que iniciaram a oferta do serviço, e assim como o 4G, a tendência desse tipo de conexão depende de investimentos, mas tende a crescer.
    4G
    O 4G tem crescido na mesma proporção das conexões 3G, com operadoras oferecendo o serviço com o acesso fixo, como é o caso da On Telecom, que chegou ao Brasil esse ano. No último trimestre, as conexões chegaram a 174 mil, informou o estudo, que destacou os acessos “fixos” da tecnologia móvel. “O 4G tende a crescer e esperamos que ele resolva os problemas de qualidade da conexão 3G. A expectativa é que ele cresça mais durante os eventos esportivos”, ressaltou.
    A tendência é que a popularização do 4G também leve a queda no preço. “Com cinco anos de idade, a popularização do 4G será ainda maior. Quanto mais competição, mais pressão no preço”.
    Fonte: IPNews
    Link origem da matéria
    http://www.wi2be.com/10-mil-conexoes...il-diz-estudo/

  2. #2

    Padrão Re: 10 mil conexões por dia são ativadas no Brasil, diz estudo

    mude para habilitações