+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Licença de provedor de internet para Cooperativa

    Saudações,

    Fui questionado sobre a possibilidade de uma cooperativa prover acesso a internet.
    Como não faz parte do meu expertise, venho pedir ajuda aos senhores.

    É possível criar uma cooperativa com a finalidade de prover acesso a internet e solicitar licença junto a anatel?


    Agradeço antecipadamente a ajuda.

    []'s

    KP

  2. #2

    Padrão Re: Licença de provedor de internet para Cooperativa

    Não vejo no texto sobre a regulamentação do SCM como funcionar algo do gênero.
    Pois numa cooperativa cada associado ainda é independente para exercer suas atividades. Deixaria de haver o controle centralizado para que se responsabilizasse a entidade pelo serviço prestado.

    Porém houve uma alteração no ano passado que permitiria as associações, cooperativas, sindicatos ou qualquer outra entidade solicitar o registro como SLP. O objetivo era simplificar e democratizar o acesso as redes...
    Mas vejo isso como uma afronta ao que já está regulamentado pelo SCM.
    E de algum tempo para cá não vi mais a Anatel se referindo ao SLP para acesso a internet mas acho que ficou valendo....

    Caberia uma consulta ao órgão.



  3. #3
    Avatar de Nilton Nakao
    Ingresso
    Sep 2013
    Localização
    Carlos Chagas, Minas Gerais
    Posts
    902

    Padrão Re: Licença de provedor de internet para Cooperativa

    Onde moro, o sindicato tentou ou está; o mais difícil é o gerenciamento de custos que sempre são diferentes em cada assinante instalado, esse produtor chora, chora e por ter um certo prestígio consegue um belo desconto, enquanto é transferido esse prejuízo a um pequeno produtor normalmente. Infelizmente o poder político e econômico interno é que prevalece.

  4. #4

    Padrão Re: Licença de provedor de internet para Cooperativa

    Citação Postado originalmente por Nilton Nakao Ver Post
    Onde moro, o sindicato tentou ou está; o mais difícil é o gerenciamento de custos que sempre são diferentes em cada assinante instalado, esse produtor chora, chora e por ter um certo prestígio consegue um belo desconto, enquanto é transferido esse prejuízo a um pequeno produtor normalmente. Infelizmente o poder político e econômico interno é que prevalece.
    E como este Sindicato está atuando ao distribuir o sinal? No caso do sindicato ele tem uma carteira de associados o que se enquadra no SLP, que é o serviço ao um grupo determinado. O que ele não pode é oferecer o serviço comercialmente a toda a comunidade. Pelo menos é o que eu entendo como SLP.
    E ainda acho muito estranho que a Anatel encare o SLP com atribuições de SCM.