Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Switch de 4 ou 8 portas com injetoor de Poe

    Pessoal,
    Boa noite,
    Sei que tem vário por ai e, justamente por isso venho por meio desta pedir a opinião dos amigos sobre o que estão usando e ta dando certo, o que preciso é:

    - Siwtch de 4 ou 8 portas 10/100 com injetor de Poe ou 12 ou 24v com Poe em pelo menos 4 portas.
    Que marca usam, o que recomendam??

  2. #2

    Padrão

    SF 800 V para rede cabeada é esse ai amigo é muito bom.



  3. #3

  4. #4

    Padrão

    Amigo só que esse não tem vlan certo suponho que para ele não serve.



  5. #5
    André Andrade*MikrotikRio Avatar de interhome
    Ingresso
    Oct 2008
    Localização
    Brasil.
    Posts
    1.094
    Posts de Blog
    15

    Padrão

    SWITCH-REGUA POE 8 Portas - 8 injetada 12V~24V COM VLAN

    http://ihvendas.com/index.php?route=product/product&product_id=152

    - - - Atualizado - - -

    SWITCH-REGUA POE 8 Portas - 3 injetada COM VLAN

    http://ihvendas.com/index.php?route=product/product&product_id=156

  6. #6

    Padrão

    Obrigado pessoal,
    Pra minha necessidade este aqui atende muito bem:

    http://ihvendas.com/index.php?route=...product_id=151

    Porém, gostaria de saber se ele serve pra fazer cascateamento de rede, por exemplo:

    Situação:
    1km de rede cabeada, 1switch a cada 100mt (total de 10 switch), eu injetaria o poe no primeiro e dai vai repassando até o ultimo switch.... seria possivel com esse equipamento?



  7. #7

    Padrão

    Citação Postado originalmente por interhome Ver Post
    SWITCH-REGUA POE 8 Portas - 8 injetada 12V~24V COM VLAN

    http://ihvendas.com/index.php?route=...product_id=152

    - - - Atualizado - - -

    SWITCH-REGUA POE 8 Portas - 3 injetada COM VLAN

    http://ihvendas.com/index.php?route=...product_id=156
    Aproveitando a indicação, me tira uma dúvida. Se os SW suportam entrada de 12 a 24V e ocorre uma queda de tensão a cada 100metros de aproximadamente 4V, teria que injetar uma voltagem DC maior para compensar a perda a cada 100metros, no caso de cascateamento. E neste caso no desenho não está representado, mas teria que ter um conversor para trazer para os 12V ao alimentar cada SW, não?

    E se a fonte tiver mais amperagem, como por exemplo uma bateria de 12V por 800A não compensaria a queda de voltagem?
    Pelo menos na matemática seria possível já que é uma equação. Amperagem = Potencia/tensão ou Potencia=Amperes x tensão
    Como todas as grandesas se relacionam teoricamente seria possível?
    Ou o fato de ter alta amperagem no circuito pode ser mais perigoso?

  8. #8

    Padrão

    Melhor custo x beneficio: RB750UP - todas as portas sao PoE OUT de acordo com a tensao que voce alimentar a RB. Todas as funcionalidades de uma RB.

    Segundo melhor custo x beneficio: ToughSwitch, 5 e 8 portas, 24V sempre. Tem VLAN.



  9. #9

    Padrão

    Citação Postado originalmente por gabrielest Ver Post
    Obrigado pessoal,
    Pra minha necessidade este aqui atende muito bem:

    http://ihvendas.com/index.php?route=...product_id=151

    Porém, gostaria de saber se ele serve pra fazer cascateamento de rede, por exemplo:

    Situação:
    1km de rede cabeada, 1switch a cada 100mt (total de 10 switch), eu injetaria o poe no primeiro e dai vai repassando até o ultimo switch.... seria possivel com esse equipamento?
    O ideal é fazer empilhamento, do que cascateamento.

    https://sites.google.com/site/ifmgre...odecomutadores

  10. #10

    Padrão

    Citação Postado originalmente por interhome Ver Post
    SWITCH-REGUA POE 8 Portas - 8 injetada 12V~24V COM VLAN

    http://ihvendas.com/index.php?route=...product_id=152

    - - - Atualizado - - -

    SWITCH-REGUA POE 8 Portas - 3 injetada COM VLAN

    http://ihvendas.com/index.php?route=...product_id=156
    Posso usar o mesmo sendo alimentado por uma fonte nobreak volt?



  11. #11
    André Andrade*MikrotikRio Avatar de interhome
    Ingresso
    Oct 2008
    Localização
    Brasil.
    Posts
    1.094
    Posts de Blog
    15

    Padrão

    Sim

  12. #12

    Padrão

    Pessoal o negócio é o seguinte vale a pena lembrar que esses switchs citados não são de fabrica o poe, ou seja, eles foram homologados sem o poe, o POe me desculpem a palavra é uma gambiarrinha que fizeram na parte de baixo da placa.

    Os switchs do Iterhome, eles estao na descrição como 12 ou 24v, se vc injetar maior voltagem que isso, corre o risco de romper as soldas ou o proprio fio soldado em baixo da placa do switch.

    Injetar 12v 800A, é impossivel, pois conforme a amperagem aumente no cabo mais proximo a fonte ele tende a expandir, e causar curtos, o ideal é compensar a voltagem e nao a amperagem.

    Vejam o exemplo das Fontes FP1000 (ccn) e VT800 (Volt), todas injetam menos amperagem, e maior voltagem.
    Outro exemplo é o PD fiber da CCN, que vc usa realimentação nas casas dos clientes, usando fontes POE de 50v dc 1A. com conversor dc dc reduzindo isso para 1 saida fixa 12v 1A, e outra selecionavel de 5 a 12v.



  13. #13

    Padrão

    Citação Postado originalmente por edmarmega Ver Post
    Pessoal o negócio é o seguinte vale a pena lembrar que esses switchs citados não são de fabrica o poe, ou seja, eles foram homologados sem o poe, o POe me desculpem a palavra é uma gambiarrinha que fizeram na parte de baixo da placa.

    Os switchs do Iterhome, eles estao na descrição como 12 ou 24v, se vc injetar maior voltagem que isso, corre o risco de romper as soldas ou o proprio fio soldado em baixo da placa do switch.

    Injetar 12v 800A, é impossivel, pois conforme a amperagem aumente no cabo mais proximo a fonte ele tende a expandir, e causar curtos, o ideal é compensar a voltagem e nao a amperagem.

    Vejam o exemplo das Fontes FP1000 (ccn) e VT800 (Volt), todas injetam menos amperagem, e maior voltagem.
    Outro exemplo é o PD fiber da CCN, que vc usa realimentação nas casas dos clientes, usando fontes POE de 50v dc 1A. com conversor dc dc reduzindo isso para 1 saida fixa 12v 1A, e outra selecionavel de 5 a 12v.
    Edmar, esta mesma explicação vale para o caso de usar uma bateria de 12V 800A por exemplo?
    Pois sempre fiquei curioso de saber porque usar uma fonte e não uma bateria dessas.

  14. #14

    Padrão

    Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Edmar, esta mesma explicação vale para o caso de usar uma bateria de 12V 800A por exemplo?
    Pois sempre fiquei curioso de saber porque usar uma fonte e não uma bateria dessas.

    Exatamente 1929, o cabo utp ele não é feito para passar grande quantidade de Amperagem, o maximo que pude ver é 2.5A, mais que isso o cabo sofre com a amperagem e esquenta, e com isso ele dilata.
    E cabos como o Lan Expert sofrem mais ainda pois são cabos mistos de aluminio e cobre, os cabos MPT 100% cobre, ja possuem uma resistencia maior, e por isso podem suportar maior amperagem, não que seja bom ou aconselhavel injetar mais que 2A seja qual for a voltagem.

    Ex, sua casa tem rede eletrica 110v, e quando vc fecha o curto encostando as duas pontas de um fio paralelo 2x2.5, ele derrete, não pq a energia é 110 mais sim pq a amperagem em curto tende a subir e derreter o fio até que o disjuntor desligue.

    Se vc fizer o mesmo teste usando uma bateria de carro acontece o mesmo, derrete o fio, pq a voltagem continua a mesma mas a amperagem tende a subir.

    Se vc fiser isso usando uma fonte simples.
    Uma placa com uma ponte retificadora de 2A
    1 capacitor de 400v de no minimo 2uF
    um diodo de 3A no positivo
    1 porta fusivel, com fusivel de vidro de 2A, na saida para o injetor poe

    Isso já é uma fonte poe de +- 160v dc 2A (2A devido a ponte retificadora de 2A).

    Caso vc pegue esse fio ligado ao poe e feche o curto, ele queima o fusivel, se mesmo assim a Amperagem subir queima a ponte.

    Agora imagina se vc usar uma ponte de 25A e fusivel de 10A em um curto queima a sua rede toda.



  15. #15

    Padrão

    grato Edmar. Agora ficou bem claro para mim.
    Antes eu alegava que se era uma equação, um valor compensaria o outro.
    Mas a prática parece ser diferente...
    O que mata então é a amperagem....

  16. #16

    Padrão

    Se for "rede cabeada" externa, com postes alugados, tem que ver se a concessionaria de energia aprova projeto com tensão DC alta.
    Em 2011 eu consultei minha concessionaria local, a Rede (Hoje Energisa) e a resposta do depto técnico é que não costumam aceitar nada além de "uns" 50VDC (Na prática os 56 ou 57V dos sistemas 48V é o ideal que me citaram por lá), e exigem proteção contra curto (Fusivel, ou controle inteligente tipo um Triac ou SCR que desliga a alimentação quando há consumo alto, e se rearma quando o curto é desfeito).

    Convenhamos que 48VDC vai longe (Com conversor DC-DC com 12V de saída dá pra atender uns 500m tranquilo, com 40W de consumo a tensão cairia de uns 56V (Dum nobreak 48V em flutuação) pra uns 30V em 500m de POE (Cascateado com 5 switches). Na prática imagino que dê pra chegar em 800m, cascateado em 8 switches com 100m entre cada, no fim disso tudo teria uns 17 ou 18V, ainda suficientes pra uma fonte DC-DC que tem dropout de 2 ou 3V (Precisaria no mínimo 14 ou 15V, então)), acho que mais barato conseguir conversor DC-DC que opera com tensão de entrada de até 60V, do que conseguir nobreak de 160VDC, mas acho que meu maior problema é o medo de choque de 160VDC, dói demais :-)

    Quanto a proteção contra curto, cascatear fusiveis as vezes faz um fusivel distante queimar, eles tem variação na fabricação tipo 5%, não sei se é culpa da variação mas já trabalhei em local com fusiveis cascateados e metade das vezes um fusivel distante queimava, ao invez de queimar o fusivel proximo ao local do curto, gastava um bom tempo vendo os fusiveis no caminho do cabo, como era camera de segurança e tinha tensão sobrando coloquei um diodo antes de cada fusivel e a principio resolveu.



  17. #17

    Padrão

    Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Se for "rede cabeada" externa, com postes alugados, tem que ver se a concessionaria de energia aprova projeto com tensão DC alta.
    Em 2011 eu consultei minha concessionaria local, a Rede (Hoje Energisa) e a resposta do depto técnico é que não costumam aceitar nada além de "uns" 50VDC (Na prática os 56 ou 57V dos sistemas 48V é o ideal que me citaram por lá), e exigem proteção contra curto (Fusivel, ou controle inteligente tipo um Triac ou SCR que desliga a alimentação quando há consumo alto, e se rearma quando o curto é desfeito).

    Convenhamos que 48VDC vai longe (Com conversor DC-DC com 12V de saída dá pra atender uns 500m tranquilo, com 40W de consumo a tensão cairia de uns 56V (Dum nobreak 48V em flutuação) pra uns 30V em 500m de POE (Cascateado com 5 switches). Na prática imagino que dê pra chegar em 800m, cascateado em 8 switches com 100m entre cada, no fim disso tudo teria uns 17 ou 18V, ainda suficientes pra uma fonte DC-DC que tem dropout de 2 ou 3V (Precisaria no mínimo 14 ou 15V, então)), acho que mais barato conseguir conversor DC-DC que opera com tensão de entrada de até 60V, do que conseguir nobreak de 160VDC, mas acho que meu maior problema é o medo de choque de 160VDC, dói demais :-)

    Quanto a proteção contra curto, cascatear fusiveis as vezes faz um fusivel distante queimar, eles tem variação na fabricação tipo 5%, não sei se é culpa da variação mas já trabalhei em local com fusiveis cascateados e metade das vezes um fusivel distante queimava, ao invez de queimar o fusivel proximo ao local do curto, gastava um bom tempo vendo os fusiveis no caminho do cabo, como era camera de segurança e tinha tensão sobrando coloquei um diodo antes de cada fusivel e a principio resolveu.
    Essa de colocar o diodo é boa, pois no caso a energia corre so para um lado, os pds da volt são dessa forma.
    Porem se vc quiser colocar mais de um ponto de alimentação na rede, ai não funciona, ja que a energia corre apenas 1 sentido.
    O pd da volt é justamente o contrario do PD fiber da CCN, que a alimentação eletrica corre de um pd ao outro sem sentido unico, uma via de mao dupla, onde a fonte POE que esta na casa do cliente ajuda alimentar o pd anterior a casa do mesmo e o proximo pd, dividindo a carga eletrica.

    Uma proteção simples que pode ser feita, é o uso de fusivel de vidro, Fusivel rearmavel PTTC, e varistor.
    Os dois fusiveis são colocados em linha no positivo, na entrada eletrica vc coloca o fusivel de vidro, em uma perna dele vc coloca o pttc, com 0,5 A maior que o de vidro, e o varistor vc coloca entre o + -, se vc alimenta sua rede com 165v vc coloca o varistor de 175 ou 185v.

  18. #18
    André Andrade*MikrotikRio Avatar de interhome
    Ingresso
    Oct 2008
    Localização
    Brasil.
    Posts
    1.094
    Posts de Blog
    15

    Padrão

    Os switch foram pensados com a finalidade de atender equipamentos ubnt, intelbras, mikrotik, ubiquiti. Que possuem em seus datasheet o máximo de entrada 28V. Consumindo em media 250 mA.

    Como o switch tem um regulador de entrada para baixar a tensão que vai o alimentar para 12V. Nas portas POE trabalha com "bypass". Trabalhando com 24 V por mais que tenha 50% da tensão de entrada na rede. Conseguiríamos chegar a uma extensão maior para realimentação. Lembrando que não é o invento da "roda" e as ligações estão claras por baixo da placa. Podendo qualquer um copiar. O mais importante é o funcionamento correto da comutação dos pacotes no switch.

    Para Calculo para uso de POE:
    http://www.novanetwork.com.br/suport...nergia-poe.php



  19. #19

    Padrão

    http://produto.mercadolivre.com.br/M...cameras-ip-_JM

    comprei aqui e esta funcionando a mais de 4 meses sem problema algum....perfeito o produto!

    o vendedor tem mais um monte de opções!

  20. #20

    Padrão Re: Switch de 4 ou 8 portas com injetoor de Poe

    Citação Postado originalmente por interhome Ver Post
    André Andrade, vocês ainda tem esses switchs? Procurei no site indicado e não tem mais lá.