PTT é para grandes operações .

Até porque não é com 100 Mbps que o provedor faz economia neste tipo de conexão.


Então,, muito papo e esforço para nada. Virou panaceia que conectar-se ao PTT reduz custo....


Reduz, e mesmo assim em certos casos, mas para velocidade de no mínimo 400 /500 Mbps .


Então os clientes sonhadores nunca realizam o que os clientes empreendedores realizam....


Como consultoria a todos neste mercado, não há que se perder tempo inventando a roda para levar 30 Mbps para Lapa ou Londrina pegando no PTT e comprando o transporte com alguém. Até porque, para ter transporte mais em conta, ou se investe um valor desproporcional para baixa velocidades, ou tem a Resolução do CONFAZ e poupa a parcela do ICMS que, em nosso Estado do Paraná, chega a 29%.


Mais lucro obtém o provedor que, nesta fase de crescimento procura exatamente isto: crescimento, em detrimento de levar link para o seu pequeno (muitas vezes pequeníssimo) Provedor.


Crescimento , nesta fase é atender bem o cliente, usar o link (porta IP, transporte + impostos) de grandes operadoras, e investir mês a mês, no máximo a cada 60 dias em pequenos up grades. Assim, em um ano , o Provedor que segue este caminho do ganha ganha , do ciclo virtuoso sai dos 10 Mbps para, em ano, atingir o patamar de , no mínimo , 70 a 80 Mbps. Investimento e uso da capacidade de articulação no sentido produtivo proporciona resultados, sem sombra de dúvidas. O CAMINHO DO SUCESSO


Temos 20 anos neste segmento, ou seja desde 1994, vimos BBS's se tornarem gigantes, e também provedores que deixaram de crescer. O recurso está disponível a todos, com suas limitações e características. Uns tomam o caminho virtuoso, outros o vicioso. Em que lado você deseja que sua empresa esteja?
Estamos juntos com o Provedor , para crescer e aparecer no mercado.

Nosso email:comercial@daspre.com.br (41) 3151 0016 / Ligações são sempre bem-vindas.
DASPRE - liderança em links dedicados no Estado do Paraná.