Página 4 de 19 PrimeiroPrimeiro 123456789 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Citação Postado originalmente por kfdigital Ver Post
    Hãn 3 nanostation 2? cara você e um sortudo. aqui já tenho em torno de 40 antenas que ja pifaram, quem e seu fornecedor? quantas antenas dessa vc tem na rede? explicar ai como você ligar elas no clientes pode servir para ajudar outros usuários a trabalhar melhor com esse produto.
    90% dos casos os radios queimam por sobretensao na fonte causado pela rede eletrica. Se nao utilizar estabilizador em cada cliente vai ter sempre problemas no Brasil.

  2. Bom dia, aqui utilizo apenas Mikrotik, tanto no cliente como na torre, mas sinto lhe informar que sofria com o mesmo problema, até que fui atraz de ver o que estava acontecendo.
    Em época de chuva chegava da trocar de 20 a 30 SXT com a porta lan em 10M, e repetia os cliente apos a próxima chuva, resolvi mudar o cabo de rede, que na época utilizava o Lan Expert (Lixo expert) melhor dizendo. Troquei pelo da Própria marca mas Blindado (Hercules). Acabou resolvendo meu problema, mas aproveitei e fui atrás de um cabo melhor e hoje utilizo um cabo de cobre com capa dupla, não é blindado, mas meus problemas com rede a 10M acabaram, o cabo é da marca MPT segue o link: http://www.mptcondutores.com.br/prod...-bobina-1000m/
    Resistente ao tempo e o melhor cabo de cobre pelo mesmo preço do Hercules da lan expert que é de aluminio.



  3. independente de isolamento ou não, a verdade é que equipamentos baratos não são tão confiáveis assim...
    Houve uma popularização de UBNT e Mikrotik nestes últimos anos, mas estes ainda deixam a desejar.
    É raro o provedor que não tem dúzias de UBNT ou RBs nas gavetas porque não funcionam mais de maneira confiável. Agora estamos começando a juntar SXT ineficientes.
    Nem falo de radinhos clientes...

    Tinhamos uma RB 450G das primeiras que funcionou perfeitamente durante alguns anos. Não tenho do que reclamar dela.
    Quando precisou trocar colocamos uma 433AH que também confiamos... Mas pecamos num ponto. Atualizamos a versão para a 6.15
    E pudemos constatar que esta versão não trabalha tão redondinho como a 5.25 que tinhamos antes.
    1- não reconhecem tão facilmente a inatividade do usuário para derrubá-lo do hotspot. Amanhece sempre com um número elevado de usuários conectados sem atividade, coisa que na versão 5.25 era bem menor.

    2 - não obedece fielmente ao Queues.

    3 - No pppoe tem clientes que ficam desconectando e não é sinal nem MTU como citado em alguns tópicos pois funcionavam antes.

    Seguidamente lemos sobre versões do MK que foram feito upgrade e surgiram novos problemas.

    Então os problemas não são só um privilégio de UBNT.
    Estamos brincando de provedor com equipamentos mais baratos que acabam saindo caro.

  4. Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    independente de isolamento ou não, a verdade é que equipamentos baratos não são tão confiáveis assim...
    Houve uma popularização de UBNT e Mikrotik nestes últimos anos, mas estes ainda deixam a desejar.
    É raro o provedor que não tem dúzias de UBNT ou RBs nas gavetas porque não funcionam mais de maneira confiável. Agora estamos começando a juntar SXT ineficientes.
    Nem falo de radinhos clientes...

    Tinhamos uma RB 450G das primeiras que funcionou perfeitamente durante alguns anos. Não tenho do que reclamar dela.
    Quando precisou trocar colocamos uma 433AH que também confiamos... Mas pecamos num ponto. Atualizamos a versão para a 6.15
    E pudemos constatar que esta versão não trabalha tão redondinho como a 5.25 que tinhamos antes.
    1- não reconhecem tão facilmente a inatividade do usuário para derrubá-lo do hotspot. Amanhece sempre com um número elevado de usuários conectados sem atividade, coisa que na versão 5.25 era bem menor.

    2 - não obedece fielmente ao Queues.

    3 - No pppoe tem clientes que ficam desconectando e não é sinal nem MTU como citado em alguns tópicos pois funcionavam antes.

    Seguidamente lemos sobre versões do MK que foram feito upgrade e surgiram novos problemas.

    Então os problemas não são só um privilégio de UBNT.
    Estamos brincando de provedor com equipamentos mais baratos que acabam saindo caro.
    -------------
    É mais ou menos isso @1929. Quem é que vai gastar pelo menos mil reais numa CPE comodata? Qual é o cliente que vai pagar caso venda? E na Base Station que passa de 5 mil reais fácil da Cambium Networks, RedLine Communications, RADWIN, Exalt, Alvarion, Proxim Wireless?
    --
    Acho que se esses equipamentos fornecessem uma maior banda por cada Base Station reduziria seus custos para serem implantados pois, atenderia mais clientes por uma menor quantidade de Base Station. Não só isso mas também deveria ter fábricas destes fabricantes no Brasil só com isso reduziria em 40% os custos destes equipamentos.
    --



  5. Citação Postado originalmente por vitorfagundes Ver Post
    -------------
    É mais ou menos isso @1929. Quem é que vai gastar pelo menos mil reais numa CPE comodata? Qual é o cliente que vai pagar caso venda? E na Base Station que passa de 5 mil reais fácil da Cambium Networks, RedLine Communications, RADWIN, Exalt, Alvarion, Proxim Wireless?
    --
    Acho que se esses equipamentos fornecessem uma maior banda por cada Base Station reduziria seus custos para serem implantados pois, atenderia mais clientes por uma menor quantidade de Base Station. Não só isso mas também deveria ter fábricas destes fabricantes no Brasil só com isso reduziria em 40% os custos destes equipamentos.
    --
    É esta a discussão que eu queria provocar.
    Ter acesso a equipamentos mais confiáveis.... mais profissionais.
    Está se espalhando pelo país a instalação de hotspots pelas operadoras grandes...
    Também se multiplicam os projetos de cidades digitais.
    Quais os projetos que funcionam tranquilo? São os baratinhos? ( não estou aqui falando de falcatruas que muitas vezes ocorrem com orçamentos superestimados e no fim não funcionam.)
    Projetos profissionais, que garantam um SLA elevado. Também não me refiro as CPEs clientes...
    É com relação aos equipamentos nas torres. Precisam ser 802.11. Não dá para protocolo proprietário como o Cambium que vem a ser o mesmo Canopy que foi vendido pela Motorola.
    Tenho me informado sobre equipamentos 802.11 mais confiáveis e notei que algumas empresas que trabalham com centenas de hotspot no país usam equipamentos "Pro".
    Alguns destes:

    ENH700 da Engenius http://pt.engeniustech.com/business-...6454-enh700ext

    Alvarion http://www.alvarion.com/products/product-portfolio/wbsn

    A Alvarion comprou a Wavion e incorporou o WBS a sua linha e aperfeiçoou o equipamento.
    Eles lançaram até versão em 700mhz que será uma frequencia licenciada que promete uma alta performance.
    Quem lança rádio nesta faixa não está brincando.
    Quem sabe como se comportam as transmissões em frequências mais baixas sabe do que estou falando. Cobertura.
    http://www.alvarion.com/products/product-portfolio/wbs

    Não são muitos que tem potencial econômico para enfrentar um projeto assim, mas não vejo outro caminho...






Tópicos Similares

  1. Respostas: 22
    Último Post: 07-07-2009, 12:48
  2. Cache full! Solução ou problema?
    Por JHONNE no fórum Redes
    Respostas: 20
    Último Post: 12-11-2008, 06:33
  3. Solução para problemas com Hotmail
    Por SSiNET no fórum Redes
    Respostas: 11
    Último Post: 23-08-2008, 15:45
  4. Respostas: 41
    Último Post: 17-08-2008, 23:11
  5. Respostas: 12
    Último Post: 15-10-2007, 13:04

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L