Página 1 de 5 12345 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico

  1. Olá.

    Dando continuidade a minha sequência de posts de pesquisa de viabilidade para montar um provedor por aqui, segue:

    Existe régua PoE que funcione ao contrário das tradicionais, ou seja, que receba alimentação por várias portas Ethernet e distribua por algumas outras?
    Algo semelhante àquele esquema das redes cabeadas Volt, CCN, etc., onde os clientes alimentam o switch por injeção PoE, porém procuro uma forma de fazer aquilo sem usar essas soluções prontas. Ao meu ver, precisaria de uma régua PoE que, na maioria de suas portas, receba a energia que vem dos clientes, e em uma última porta alimente o switch.

    Resumindo, há algo com 1 porta PoE ativo (alimentação do switch), e todas as restantes PoE passivo (recebe energia dos clientes)?

    Algo assim seria bem útil, visto que ele cuidaria em escolher o cliente para alimentar a porta PoE ativa, ou dividir a tarefa entre os que estivessem conectados, e ainda poderia ser aterrado, protegendo os equipamentos alimentados por ele em caso de descarga na casa de algum cliente, visto que a carga fugiria para a terra antes mesmo de chegar neles.

    E aí, existe algo que faça isso?

  2. Você quer dizer que vc ou seu switch alimentaria os modens dos clientes até aí td bem, mas se um determinado cliente trocar o modem ou este mesmo o cabo entrar em curto, terá toda a rede inoperante.



  3. VOLT e CCN tem

  4. Se quer "fazer em casa", e só colocar um diodo entre cada cliente e a caixa no poste, de modo que se houver curto no cliente o diodo não permite consumo reverso (De um cliente pro outro).

    Mas tem que usar fonte boa nos clientes, porque devido às diferentes resistencias internas conforme o comprimento do cabo o consumo será maior, muito maior, na fonte mais proxima, e as fontes mais distantes só fornecerão energia quando as proximas tiverem queda de tensão ou estiverem desligadas.
    Problema é que fonte chaveada barata de digamos 24V 1A, ao ter consumo tipo 0,5A tá tranquila, o problema é com consumo tipo 1A, o ripple sobe muito, bate 400 ou 500mV facil, se chegar em 1,5A de consumo a fonte fica quente o dia todo e dura menos, fora que vai fornecer alimentação com muito ripple pro equipamento local.

    Eu diria que "coloca um diodo" é informação suficiente pra quem tem o conhecimento necessario pra fazer isso, mas se precisa desenho mesmo:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Sem título.jpg
Visualizações:	472
Tamanho: 	22,1 KB
ID:      	54039

    Esse diodo pode ficar no cliente, pode ficar no meio do cabo, mas é mais facil colocar no injetor POE adaptado, um diodo 1N4007 suporta 1A, acho que não é ético pegar muita energia dos clientes, 24V 1A já é até demais (Porque o cliente de cabo mais curto, portanto de resistencia interna menor, tende a entregar mais energia, ele que teria o gasto maior). Enfim, 1N4007 custa uns R$ 0,05 a 0,10, se tiver um injetor POE é só remover a trilha que une todos os pinos 4 e 5, e colocar um diodo entre esses pinos e a trilha, em meia hora no máximo você faz isso num injetor de 8 portas.

    Se quiser usar fontes baratas, e colocar um limitado de digamos 0,5A de consumo, seria um circuito com um LM350 ou LM317, um por cliente, também é mais facil acrescentar isso no injetor POE, mas como precisa mais espaço acho que já justifica pegar uma placa cobreada, corroer e furar direitinho, fazer a coisa decente, com jacks RJ45, do outro lado pode colocar 4 pinos pra soldar um palmo de cabo pra ir pro switch (Via RJ45, pra manter o switch ou RB original, ou mesmo roteador (Roteador 4 portas sem wifi custa R$ 25-30 nos distribuidores ainda? 2 deles, com QoS ativos, ficam mais em conta que switch 8 portas gerenciado, mais barato que RB750, enfim, se quiser fazer o controle de banda perto do cliente isso pode ser uma boa).

    Sou adepto de fazer pequenas placas com um jack rJ45, capacitores e LM317 pra limitar tensão, led indicando que o cliente está com fonte ligada e que o lm317 está ok, e por fim um diodo pra isolar das outras placas. E ao invez de sair outro jack pra fazer um cabo de rede de 1 palmo, porque não só 4 furos pra soldar um cabinho de 1 palmo? Cabo 2 pares.
    Se tiver switch 8 portas mas só tiver 4 clientes põe só 4 plaquinhas, modularidade. Em caso de raio é o LM317 que vai queimar, e se for fazer placa, porque não colocar logo centelhador pra evitar queima de lan? Se queimar centelhador da placa e só trocar ela, modularidade garante isso, troca e repara depois na bancada, sem pressa, garante qualidade.
    (Afinal trocar regua POE 8 portas ou switch 8 portas porque 1 porta deu problema é burrice, se for construir como existe dano isolado é mais inteligente fazer um sistema modular)

  5. acompanhando...






Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L