+ Responder ao Tópico






  1. Web fonte :
    http://g1.globo.com/economia/noticia...efonia-4g.html

    Faixa de 700 MHz

    O 4G é sucessor do 3G e a principal diferença entre eles está na velocidade da conexão, que pode ser 10 vezes mais rápida na quarta geração. O 4G também é chamado de banda larga móvel, por ter qualidade parecida com a maioria dos acessos domésticos. Enquanto a tecnologia 3G alcança velocidades de até 21 Mbps (megabits por segundo), o 4G pode chegar a 100 Mbps, sendo que a média de velocidade fica em 50 Mbps. Isso significa que os usuários do 4G podem acessar mapas, carregar dados e imagens de forma quase instantânea.

    Com o leilão desta terça, o governo abre espaço para a expansão da oferta dessa internet mais rápida. O serviço de 4G disponível hoje no país é operado por meio da faixa de frequência de 2,5 GHz (gigahertz), que foi leiloada em 2012. De acordo com a Anatel, o Brasil tinha ao final de julho (dado mais recente) 132,89 milhões de smartphones e tablets ativos com acesso à banda larga móvel, sendo 3,67 milhões, ou 2,8% do total, com 4G.
    Agora, o governo vai vender "pedaços" ou lotes da frequência de 700 MHz para empresas. As frequências são como estradas e cada serviço trafega em uma faixa. Alguns países, como os Estados Unidos, também decidiram usar essa frequência porque ela exige menor quantidade de antenas para cobertura de sinal.

    Como será o leilão

    Na primeira fase do leilão, serão oferecidos seis lotes de 10 MHz mais 10 MHz cada um, três com abrangência nacional (possibilidade de oferta do serviço de 4G em todo o país) e outros três regionais.

    Um dos lotes regionais permite cobertura em todo país, menos as áreas de atendimento da Sercomtel no Paraná (cidades de Londrina e Tamarana) e da Algar (CTBC) em 87 municípios do interior de São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. Já os lotes cinco e seis são regionais e cobrem, respectivamente, as áreas da Sercomtel e da Algar.
    Abertos os envelopes para cada lote, as propostas serão classificadas da maior para a menor. As empresas cujas ofertas tenham valor igual ou superior a 70% da primeira colocada, têm direito a participar da disputa por esse lote. Nela, as empresas vão poder elevar o valor de seus lances quantas vezes quiserem. Vence a que, ao final, tiver oferecido o maior.
    Se nenhuma oferta alcançar a margem de 70% da primeira colocada após a abertura dos envelopes, apenas a segunda maior será chamada para a disputa, independente da diferença de valores.
    Caso algum dos lotes não seja arrematado na primeira fase, ele será oferecido às quatro empresas participantes em uma segunda rodada, mas em pedaços menores da faixa, de 5 MHz mais 5 MHz.
    Os vencedores terão direito de uso da faixa arrematada por 15 anos, com possibilidade de renovação por igual período. A outorga (valor do lance) poderá ser paga em até 8 anos.


  2. e sobre a frequência de 3.5ghz, alguma novidade?
    Será que eles vão sepultar de vez?
    É nesta que poderíamos ter alguma chance.



  3. @1929 estou esperando uma resposta dos advogados sobre questoes juridicas mas sim temos chance e o custo ficara por volta de 17milhoes pagos em 10 anos para os 150 associados que vai dar coisa de 1000 reais por mes para cada associado .

    O meu problema agora tb é falta de tempo ter provedor em 5 cidades e nao ter gente suficiente para trabalhar nao é brincadeira muita coisa sobra pra mim ai ja viu né tempo para outras coisas nao sobra tem epoca que esta tudo bem mas tem epoca amigo que é zica em cima de zica vc sabe como é .......

  4. Outra coisa a verificar com o jurídico é a questão do CNPJ.
    O SCM é outorgado por CNPJ. E numa associação o CNPJ é outro.
    Daí teria que requerer uma outorga para o CNPJ da associação e depois está terceirizar para os CNPJ dos associados?



  5. Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Outra coisa a verificar com o jurídico é a questão do CNPJ.
    O SCM é outorgado por CNPJ. E numa associação o CNPJ é outro.
    Daí teria que requerer uma outorga para o CNPJ da associação e depois está terceirizar para os CNPJ dos associados?
    Sim @1929 a propria resoluçao 537 diz que a " controladora podera ter controladas" em tese a ideia da associaçao será a controladora e os 150 provedores as empresas controladas entao deverá ter um contrato de "prestaçao de serviço" dos 150 provedores para com a controladora e com isso poderiamos trabalhar tranquilos juridicamente agora em termo de receita ja seria outra historia ....

    Desculpe a demora nas respostas camarada é pq Graças a Deus estou com muito trabalho por aqui e nao estou com tempo para o under por estes dias ....






Tópicos Similares

  1. Respostas: 0
    Último Post: 07-08-2010, 22:43
  2. Link via Satelite faz Download e para de Navegar
    Por rodrigofsantos no fórum Redes
    Respostas: 1
    Último Post: 17-07-2007, 13:06
  3. Para descontrair - Afinal hoje é dia de BRASIL !!!!!!!!!!
    Por panther no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 2
    Último Post: 13-06-2006, 13:26
  4. Segundo placa de rede no Debian 3.1
    Por aprendiz_ce no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 6
    Último Post: 21-03-2006, 13:50
  5. segundo drive de Cd
    Por ZECA no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 28-08-2003, 15:29

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L