+ Responder ao Tópico



  1. Boa noite... A tempos venho lendo sobre ondas eletromagnéticas... divisões das frequências... MAs até hoje não consegui realizar um mapa em minha cabeça que mostra a verdadeira maneira que ela se encaixa... Vou usar como exemplo o wickpedia:

    Ex:
    existe essa divisão

    Região do Espectro Principais Interações com a Matéria
    Radio Oscilações coletivas de partículas (oscilação plasma). Um exemplo seria a oscilação de elétrons em uma antena.
    Microondas Oscilação plasma, rotação molecular
    Infravermelho Vibração molecular, oscilação plasma (apenas em metais)
    Visível Excitação de elétron molecular, oscilação plasma (apenas em metais)
    Ultravioleta Excitação molecular e de elétrons de valência, incluindo ejeções de elétrons (efeito fotoelétrico)
    Raio-x Excitação e ejeção de elétrons, Efeito Compton (para números atômicos baixos)
    Raios gama Ejeção energética de elétrons do átomo, Efeito Compton (para todos os números atômicos), excitação do átomo do núcleo, incluindo dissociação do núcleo
    Raios gama de alta energia Criação de pares de partícula-antipartícula. Um único foton de alta energia pode criar várias partículas de alta energia e antipartículas através da interação com a matéria

    Depois dessa divisão:

    Vejo que o espectro visível se divide em:
    http://upload.wikimedia.org/wikipedi...ico-pt.svg.png



    Mas surge a primeira dúvida...

    Ondas de Rádio e Micro-ondas... no Wickpedia coloca a seguinte Frequencia:

    ondas de Rádio:
    Ciclos por segundo: 3 kHz a 300 GHz
    Comprimento de onda: 10 km a 1 mm


    Micro-ondas:
    Ciclos por segundo: 0,3 GHz a 300 GHzComprimento de onda: 1 m a 1 mm

    1º - é certo isso, uma se sobrepor sobre a outra??????


    2º - Onde que entra os Raios T: Raios T

    Que o Wickpedia coloca....









    Depois é compreensível:

    O intervalo do espectro abaixo do Infravermelho é denominado espectro de ondas de rádio. Este intervalo se subdivide da seguinte forma:

    Faixa
    Sigla
    Frequência
    Comprimentode onda (λ) Tipo de comprimento Sigla
    Extremely High Frequency
    (Frequência Extremamente Alta)
    EHF 30 - 300 GHz 10 - 1 mm Micro Ondas
    Super High Frequency
    (Frequência Super Alta)
    SHF 3 - 30 10 - 10
    Ultra High Frequency
    (Frequência Ultra Alta)
    UHF 300 - 3000 MHz 1 - 0,1 m Decimetric Wave
    (Onda Decimétrica)
    Very High Frequency
    (Frequência Muito Alta)
    VHF 30 - 300 10 - 1 Metric Wave
    (Onda Métrica)
    High Frequency
    (Frequência Alta)
    HF 3 - 30 100 - 10 Short Wave
    (Onda Curta)
    SW
    (OC)
    Medium Frequency
    (Frequência Média)
    MF 300 - 3000 kHz 1 000 - 100 Medium Wave
    (Onda Média)
    MW
    (OM)
    Low Frequency
    (Frequência Baixa)
    LF 30 - 300 10 - 1 km
    Long waves

    (Onda Longa)
    LW
    (OL)
    Very Low Fequency
    (Frequência Muito Baixa)
    VLF 3 - 30 100 - 10
    Ultra Low Frequency
    (Frequência Ultra Baixa)
    ULF 300 - 3000 Hz 1 000 - 100
    Super Low Frequency
    (Frequência Super Baixa)
    SLF 30 - 300 10 000 - 1 000
    Extremely Low Frequency
    (Frequência Extremamente Baixa)
    ELF 3 - 30 100 000 -
    10 000
    O intervalo do espectro de do final de UHF, SHF e EHE é sub-dividido em bandas:
    Banda
    Faixa de Frequência (GHz)
    L 1 - 2
    S 2 - 4
    C 4 - 8
    X 8 - 12
    Ku 12 - 18
    K 18 - 26,5
    Ka 26,5 - 40
    Q 40 - 60
    U 60 - 90
    V 40 - 75
    W 75 - 110
    D 110 - 170




    Minhas dúvidas então são:
    1º - é certo isso, As ondas de Rádio sobrepor as micro-ondas, uma se sobrepor sobre a outra??????

    2º - Onde que entra os Raios T: Raios T

    3º - As ondas de rádio se dividem dessa forma mostrada acima .... e onde entra a Micro-ondas??????

    4º - Depois... onde que entra FM e AM nessa história...

    5º - Onde que entra - Onda contínua ·Onda portadora · ·Onda tropical (OT)

    Onda Tropical - 2300 kHz e 5060 kHz - Dentro de HF (3 a 30Mhz) -- Mais 2300 kHz é menor que 3Mhz da HF... daí então entraria a MF, que é de 300 a 3000Khz...



    No final da história, sei que o VHF é dividido... FM acredito que é dividido... e devem existir várias outras divisões...

    Gostaria que alguém me ajuda-se elucidar essas divisões...


    Usei como base essa tabela...



  2. Essa separação dando nome pras bandas é coisa antiga, não é lá muito técnica pros padrões de hoje, mas não teria motivo pra "reformar" esses padrões, tipo mudar a semana pra 10 dias, oi o mes pra 50 ou pra 28 dias (Mes lunar, 4 semanas), ia parecer mais lógico mas não tem motivo pra gastar com isso hoje.

    Não tem nenhuma mudança física exatamente entre, DIGAMOS, 2,999MHz e 3,001MHz, muda de MW (Ondas medias) pra SW (Ondas curtas) pra simplesmente ficar mais facil classificar o equipamento, na época que isso foi posto em praxe existia muita diferença entre transmitir em MW e precisar antena gigante, e transmitir em SW com antena bem menor, o mundo do radio começou com AM, quando essa faixa ficou lotada (E AM permite potencias altas e alcance mundial) se partiu pra frequencias mais alta, com ondas "curtas" pro padrão de AM. É meio absurdo chamar onda CURTA uma frequencia tipo 3MHz, afinal isso é uma onda de 100 metros. Se isso é "curto" eu que não quero conhecer o Kid Bengala. Era curto pro "padrão AM", onde 500KHz são 600m. As frequencias mais altas foram sendo "dominadas" aos poucos, até hoje não é simples você conseguir componente pra fazer em casa um walkie-talkie de 30GHz, não é que exige componentes raros, é que toda nossa eletronica cresceu com base da não-necessidade de frequencias altas, MW e SW atendiam todo mundo, depois VHF e FM atendiam, depois UHF... hoje o maximo que o cidadão comum usa é algo na casa dos 10GHz, que é TV via satelite, mas essa faixa não é usada porque é a melhor pro cidadão, simplesmente foi o que se convencionou usa, podiamos ter destinado a frequencia de 2,4GHz pra isso decadas atras, mas esse tipo de planejamento a longo prazo não é feito, você vai definindo as frequencias conforme vai precisando, usos militares e científicos tem prioridade, pro cidadão sobra o que ficar sem requisição. Enfim, é só nomeclatura, AM e FM são formas de modulação, mas chamamos 2 faixas meios estranhas de MW e VHF com esses nomes, isso confunde, AM é um tipo de modulação e a faixa que leva seu nome vai de 0,4 a 1,5MHz, FM é outro tipo de modulação e sua faixa vai de 87 a 108MHz (Tem país que usa FM extendido, acho que alguns a partir de uns 67MHz!), a faixa de SW dos radio, tipo 2 a 22MHz, usa modulação em AM, mas o nome "AM" é de outra faixa, por isso se usa nomes como ondas medias ou ondas tropicais (Faixa de frequencias (2-5MHz) que funciona melhor na região tropical, mas "melhor" pra época que era novidade, e melhor que AM).

    Alias. "ondas curtas" seriam 3 a 30MHz, mas a faixa comercial chamada "Ondas curtas" é na verdade 5-26MHz, fica acima de "Ondas tropicais". É só o nome da faixa, não tem nada de tropical hoje em 5MHz, e nada de "curto" em 6MHz (São 50m!). Quando a frequencia sobe, o tamanho da onda diminui, num mundo onde 50m é curto, que nome uma onda de 1m merece? 1m é 300MHz, e 1m é "micro" nesse padrão. Se fosse pra ter logica "micro-onda" devia ser onda na faixa dos micrometros (1000 micrometros formam 1mm), mas esses nomes não seguem essa lógica. Enfim, onda pequena é uma onda "micro", logo, micro-ondas.

    O que tem menor que micro? Nano, pico, femto, atto... mas se o tamanho de onda não se refere exatamente a nanometros, picometros e femtometros, e "precisa" nomear as faixas com frequencias de 3 elevado a alguma coisa, que tal chamar uma frequencia que passa dos 1000 gigahertz como "faixa dos terahertz"? Boa. Mas é um nome longo, MW, SW, UHF são nomes curtos, vamos então transformar a faixa dos terahertz em "raios T". Simples assim. Nomeada a faixa de modo criativo, de modo que fique facil lembrar a frequencia a que se refere (Eu tenho dificuldade em entender 1m como "micro").

    Só questão de ter que dar nome às faixas. Infelizmente começou mal a 150 anos, nunca fizemos uma reforma na nomeclatura, os nomes são bem esquisitos hoje. Temos essa bagunça com as cores. Como assim "azul claro"? Se as variações de vermelho são laranja, rosa e roxo, porque azul ou verde não tem sub-divisões? Tá, hoje tem cor de tudo que é tipo, coisa tipo "areia molhada", "beijo de primavera", tanto em esmalte feminino como tinta pra pintar sua casa (Tinta automotiva também, mas geralmente tem a cor na frente, "azul san marino", "vermelho cobalto").

    Mas enfim, o ponto exato onde uma cor vira outra é quase impossível ver, você sabe que entre amarelo e verde tem diferença, tipo entre 3 e 30MHz, mas achar o ponto exato da mudança é complicado, nem vale a pena ficar se preocupando com isso, você sabe que 3MHz reflete na ionosfera e 30MHz não (Vai pro espaço!), isso já é suficiente pra merecer um nome pra frequencia (Podia ser "frequencia espacial" se fosse coisa dos anos 50 ou 60, mas essas definições são muito mais antigas).



  3. Rubem que grande explicacao camarada! Parabens!

  4. Boa tarde @rubem, deu para tirar muitas dúvidas... andei lendo algumas coisas a respeito e consegui tirar várias outras dúvidas... Até a próxima...



  5. A trocando de pai isso no vale kkkk.
    Rubem é monstro, eu sou monstrinho...
    Mais eu chego la.






Tópicos Similares

  1. Uso descriminado do Espectro 5.8Ghz
    Por SuporteClinitec no fórum Redes
    Respostas: 9
    Último Post: 24-09-2015, 09:40
  2. Respostas: 0
    Último Post: 10-02-2014, 11:06
  3. Respostas: 1
    Último Post: 03-01-2013, 19:59
  4. Poluição do Espectro na Frequência 2.4 Ghz
    Por laurence669 no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 18
    Último Post: 10-01-2012, 17:38
  5. Divisão do Link por cotas ou velocidade minima.
    Por sunnetwork no fórum Redes
    Respostas: 0
    Último Post: 14-12-2008, 15:43

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L