Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Dúvidas sobre Telefonia IP

    Gostaria de saber, dos provedores de internet, como está o serviço de Telefonia IP atualmente. Se compensa implantar em um provedor já fibrado, (como um Triple Play, mas sem a TV, kkk). Se é melhor contratar linhas analógicas, linha E1 ou tentar algum contrato com a operadora.

    Obs: Não estou falando de revendas VoIP e etc, e sim do próprio provedor, digamos, "digitalizar" as linhas e passar para os clientes.

    Estive pensando em contratar linhas analógicas (ou E1 e etc) de uma operadora e distribui-las na rede do próprio provedor, como um pacote junto com a Internet e utilizar ATAs nos clientes.

    No caso da linha E1, cada ramal fornecido pela operadora (ex: 1001-0001, 1001-0002 e etc) seria redirecionado diretamente e exclusivamente para o cliente (mas creio que aqui se encaixaria a licença STFC, ai já começa a complicar).

    Independente disso, talvez colocar um desses ramais com uma URA (ex: 1001-9999), onde alguém possa ligar, a URA atende e o redireciona para o cliente em um ramal interno, desse modo, barateando o custo para o cliente final e podendo colocar um numero ilimitado de clientes.

    Mesmo que não seja muito lucrativo, creio que isso seja um chamativo para os clientes (que já estão aderindo a fibra). O cliente possui uma linha com telefone e ADSL, se ele se cansou do ADSL e quer aderir a fibra, ele pode aproveitar e mudar o seu telefone também. Se bem que ai entra a questão da portabilidade (onde o STFC seria útil).

    Vi alguns usuários utilizando a Oi e a Embratel, gostaria que se fosse possível, alguém me passar o contato da Oi, ou se pelo atendimento empresarial mesmo eu consigo falar (até agora sempre que eu ligo lá, ninguém consegue me ajudar).

    Peço que quem já possui um sistema como esse em funcionamento, que compartilhe sua experiência conosco.

    Obrigado.

  2. #2

    Padrão Re: Dúvidas sobre Telefonia IP

    funciona perfeitamente



  3. #3

    Padrão Re: Dúvidas sobre Telefonia IP

    Citação Postado originalmente por OMASTERTELECOM Ver Post
    funciona perfeitamente
    Poderia me informar mais detalhes? Você usa esse sistema? Qual operadora você utiliza?

    Obrigado.

  4. #4

    Padrão Re: Dúvidas sobre Telefonia IP

    Gostaria de saber, dos provedores de internet, como está o serviço de Telefonia IP atualmente. Se compensa implantar em um provedor já fibrado, (como um Triple Play, mas sem a TV, kkk). Se é melhor contratar linhas analógicas, linha E1 ou tentar algum contrato com a operadora.
    - É preciso ter uma E1, pois permite fazer ddr, vale lembrar que no caso da E1 o número de canais não quer dizer o número de linhas ( ramais ), mas sim o número de ligações que poderão ser servidas por segundo para outras operadoras de telefonia.Então é possível você ter uma E1 de 10 canais e 400 ddrs, ou 30 canais e 400 ddrs. Veja com a operadora de telefonia a quantidade de canais e ddrs possíveis na sua região.

    Obs: Não estou falando de revendas VoIP e etc, e sim do próprio provedor, digamos, "digitalizar" as linhas e passar para os clientes.

    Estive pensando em contratar linhas analógicas (ou E1 e etc) de uma operadora e distribui-las na rede do próprio provedor, como um pacote junto com a Internet e utilizar ATAs nos clientes.
    - A ideia é justamente esta.

    No caso da linha E1, cada ramal fornecido pela operadora (ex: 1001-0001, 1001-0002 e etc) seria redirecionado diretamente e exclusivamente para o cliente (mas creio que aqui se encaixaria a licença STFC, ai já começa a complicar).
    - 1) Não precisa de STFC, pois a terminação não é sua. 2) 1001-0001, 1001-0002 isto é exatamente o ddr


    Independente disso, talvez colocar um desses ramais com uma URA (ex: 1001-9999), onde alguém possa ligar, a URA atende e o redireciona para o cliente em um ramal interno, desse modo, barateando o custo para o cliente final e podendo colocar um numero ilimitado de clientes.
    - Não vale a pena. Como o cliente vai divulgar o número dele ? Imagine seu cliente passando o telefone para a namorada: meu numero é 1001-0001 ramal 2425.

    Mesmo que não seja muito lucrativo, creio que isso seja um chamativo para os clientes (que já estão aderindo a fibra). O cliente possui uma linha com telefone e ADSL, se ele se cansou do ADSL e quer aderir a fibra, ele pode aproveitar e mudar o seu telefone também. Se bem que ai entra a questão da portabilidade (onde o STFC seria útil).
    - Portabilidade só é possível entre contas de mesma titularidade, isto quer dizer, para o número ser transferido para o seu serviço você tem que ser o dono da linha. Qualquer custo da linha passa a ser seu.

    Vi alguns usuários utilizando a Oi e a Embratel, gostaria que se fosse possível, alguém me passar o contato da Oi, ou se pelo atendimento empresarial mesmo eu consigo falar (até agora sempre que eu ligo lá, ninguém consegue me ajudar).
    - Não sei na sua região, mas aqui na PB, os melhores são GVT e Embratel, a OI é uma verdadeira bomba, não tem preço nem qualidade técnica.

    Peço que quem já possui um sistema como esse em funcionamento, que compartilhe sua experiência conosco.

    Para o seu serviço funcionar se fosse aqui na PB:
    R$ 585,00 ( Link E1 30 canais 50 ddrs - pode chegar a 100 ddrs )
    1 servidor que rode asterisk ( servidor voip ) com o a2billing ( programa de bilhetagem ) instalado.

    Bem simples.


    Obrigado.



  5. #5

    Padrão Re: Dúvidas sobre Telefonia IP

    Me passe seu email para falarmos melhor

  6. #6

    Padrão

    Citação Postado originalmente por amaia Ver Post
    Gostaria de saber, dos provedores de internet, como está o serviço de Telefonia IP atualmente. Se compensa implantar em um provedor já fibrado, (como um Triple Play, mas sem a TV, kkk). Se é melhor contratar linhas analógicas, linha E1 ou tentar algum contrato com a operadora.
    - É preciso ter uma E1, pois permite fazer ddr, vale lembrar que no caso da E1 o número de canais não quer dizer o número de linhas ( ramais ), mas sim o número de ligações que poderão ser servidas por segundo para outras operadoras de telefonia.Então é possível você ter uma E1 de 10 canais e 400 ddrs, ou 30 canais e 400 ddrs. Veja com a operadora de telefonia a quantidade de canais e ddrs possíveis na sua região.

    Obs: Não estou falando de revendas VoIP e etc, e sim do próprio provedor, digamos, "digitalizar" as linhas e passar para os clientes.

    Estive pensando em contratar linhas analógicas (ou E1 e etc) de uma operadora e distribui-las na rede do próprio provedor, como um pacote junto com a Internet e utilizar ATAs nos clientes.
    - A ideia é justamente esta.

    No caso da linha E1, cada ramal fornecido pela operadora (ex: 1001-0001, 1001-0002 e etc) seria redirecionado diretamente e exclusivamente para o cliente (mas creio que aqui se encaixaria a licença STFC, ai já começa a complicar).
    - 1) Não precisa de STFC, pois a terminação não é sua. 2) 1001-0001, 1001-0002 isto é exatamente o ddr


    Independente disso, talvez colocar um desses ramais com uma URA (ex: 1001-9999), onde alguém possa ligar, a URA atende e o redireciona para o cliente em um ramal interno, desse modo, barateando o custo para o cliente final e podendo colocar um numero ilimitado de clientes.
    - Não vale a pena. Como o cliente vai divulgar o número dele ? Imagine seu cliente passando o telefone para a namorada: meu numero é 1001-0001 ramal 2425.

    Mesmo que não seja muito lucrativo, creio que isso seja um chamativo para os clientes (que já estão aderindo a fibra). O cliente possui uma linha com telefone e ADSL, se ele se cansou do ADSL e quer aderir a fibra, ele pode aproveitar e mudar o seu telefone também. Se bem que ai entra a questão da portabilidade (onde o STFC seria útil).
    - Portabilidade só é possível entre contas de mesma titularidade, isto quer dizer, para o número ser transferido para o seu serviço você tem que ser o dono da linha. Qualquer custo da linha passa a ser seu.

    Vi alguns usuários utilizando a Oi e a Embratel, gostaria que se fosse possível, alguém me passar o contato da Oi, ou se pelo atendimento empresarial mesmo eu consigo falar (até agora sempre que eu ligo lá, ninguém consegue me ajudar).
    - Não sei na sua região, mas aqui na PB, os melhores são GVT e Embratel, a OI é uma verdadeira bomba, não tem preço nem qualidade técnica.

    Peço que quem já possui um sistema como esse em funcionamento, que compartilhe sua experiência conosco.

    Para o seu serviço funcionar se fosse aqui na PB:
    R$ 585,00 ( Link E1 30 canais 50 ddrs - pode chegar a 100 ddrs )
    1 servidor que rode asterisk ( servidor voip ) com o a2billing ( programa de bilhetagem ) instalado.

    Bem simples.


    Obrigado.
    Olá amaia, obrigado pela sua resposta.
    Eu sabia que 30 canais não significam somente 30 clientes, por isso eu falei diretamente e exclusivamente, mas não sabia que eu poderia ter mais ddr do que canais. Achei que cada canal seria um DDR estático.

    Infelizmente aqui na minha região (interior do PR) só tem a Oi como operadora fixa. Não resta muita opção.

    Você disse R$585,00 mas isso já está incluso os minutos? Se sim, quantos e como são distribuídos (Local, LDN, Móvel)?

    Muito obrigado novamente.



  7. #7

    Padrão Re: Dúvidas sobre Telefonia IP

    Na gvt funciona como crédito, sendo que cada tipo de ligação (Local, LDN, Móvel) consume um valor diferente.

  8. #8

    Padrão Re: Dúvidas sobre Telefonia IP

    Citação Postado originalmente por amaia Ver Post
    Na gvt funciona como crédito, sendo que cada tipo de ligação (Local, LDN, Móvel) consume um valor diferente.
    Seria o Vono?



  9. #9

    Padrão Re: Dúvidas sobre Telefonia IP

    Desconheço Vono, portanto não sei dizer.

    Mas funciona assim:

    Se o minuto local custar R$ 0,12 o R$ 585,00 vai permitir usar 4.875 antes de ser cobrado o minuto adicional. Usando um termo comum no ramo é um prometimento mínimo.

    Se não for usado os 4.875 minutos a conta vai ser de R$ 585,00 e os minutos não consumidos não transportados para o mês seguinte.

  10. #10

    Padrão

    Citação Postado originalmente por amaia Ver Post
    Desconheço Vono, portanto não sei dizer.

    Mas funciona assim:

    Se o minuto local custar R$ 0,12 o R$ 585,00 vai permitir usar 4.875 antes de ser cobrado o minuto adicional. Usando um termo comum no ramo é um prometimento mínimo.

    Se não for usado os 4.875 minutos a conta vai ser de R$ 585,00 e os minutos não consumidos não transportados para o mês seguinte.
    Sim, mas qual é esse serviço? É da GVT?



  11. #11

    Padrão Re: Dúvidas sobre Telefonia IP

    Sim, eh da GVT e o servico eh de tronco digital, nao sei o nome que eles dao ao servico, se vc for falar com alguma operadora pergunte por tronco digital ou E1. Sempre pergunte por numero de canais e quantos ddrs estarao disponiveis.

  12. #12

    Padrão Re: Dúvidas sobre Telefonia IP

    Citação Postado originalmente por amaia Ver Post
    Desconheço Vono, portanto não sei dizer.

    Mas funciona assim:

    Se o minuto local custar R$ 0,12 o R$ 585,00 vai permitir usar 4.875 antes de ser cobrado o minuto adicional. Usando um termo comum no ramo é um prometimento mínimo.

    Se não for usado os 4.875 minutos a conta vai ser de R$ 585,00 e os minutos não consumidos não transportados para o mês seguinte.
    Não sei qual tipo de serviço você utiliza, mas o valor que tenho do minuto pela IP CORP é de 0,09 o minuto local, olhando assim parece pouco a diferença porém eu falaria 6500 minutos, e caso passe o valor cobrado continua sendo o mesmo de 0,09.



  13. #13

    Padrão Re: Dúvidas sobre Telefonia IP

    Citação Postado originalmente por euwell Ver Post
    Não sei qual tipo de serviço você utiliza, mas o valor que tenho do minuto pela IP CORP é de 0,09 o minuto local, olhando assim parece pouco a diferença porém eu falaria 6500 minutos, e caso passe o valor cobrado continua sendo o mesmo de 0,09.
    Cara, acho que vc nao entendeu, usei o minuto a R$ 0,12 como exemplo ( existe um "Se o minuto local custar R$ 0,12 o R$ 585,00 vai permitir usar 4.875" ), pois nao sei quanto custa o minuto e nem sou vendedor da GVT. E se observar mais um pouco vera que estamos falando a mesma coisa, que depois de acabada a franquia/comprometimento minimo, o minuto vai ser cobrado pelo valor base.


    Don't feed the trolls.

  14. #14

    Padrão Re: Dúvidas sobre Telefonia IP

    Citação Postado originalmente por JuniorZancan Ver Post
    Gostaria de saber, dos provedores de internet, como está o serviço de Telefonia IP atualmente. Se compensa implantar em um provedor já fibrado, (como um Triple Play, mas sem a TV, kkk). Se é melhor contratar linhas analógicas, linha E1 ou tentar algum contrato com a operadora.

    Obs: Não estou falando de revendas VoIP e etc, e sim do próprio provedor, digamos, "digitalizar" as linhas e passar para os clientes.

    Estive pensando em contratar linhas analógicas (ou E1 e etc) de uma operadora e distribui-las na rede do próprio provedor, como um pacote junto com a Internet e utilizar ATAs nos clientes.

    No caso da linha E1, cada ramal fornecido pela operadora (ex: 1001-0001, 1001-0002 e etc) seria redirecionado diretamente e exclusivamente para o cliente (mas creio que aqui se encaixaria a licença STFC, ai já começa a complicar).

    Independente disso, talvez colocar um desses ramais com uma URA (ex: 1001-9999), onde alguém possa ligar, a URA atende e o redireciona para o cliente em um ramal interno, desse modo, barateando o custo para o cliente final e podendo colocar um numero ilimitado de clientes.

    Mesmo que não seja muito lucrativo, creio que isso seja um chamativo para os clientes (que já estão aderindo a fibra). O cliente possui uma linha com telefone e ADSL, se ele se cansou do ADSL e quer aderir a fibra, ele pode aproveitar e mudar o seu telefone também. Se bem que ai entra a questão da portabilidade (onde o STFC seria útil).

    Vi alguns usuários utilizando a Oi e a Embratel, gostaria que se fosse possível, alguém me passar o contato da Oi, ou se pelo atendimento empresarial mesmo eu consigo falar (até agora sempre que eu ligo lá, ninguém consegue me ajudar).

    Peço que quem já possui um sistema como esse em funcionamento, que compartilhe sua experiência conosco.

    Obrigado.
    Citação Postado originalmente por JuniorZancan Ver Post
    Gostaria de saber, dos provedores de internet, como está o serviço de Telefonia IP atualmente. Se compensa implantar em um provedor já fibrado, (como um Triple Play, mas sem a TV, kkk). Se é melhor contratar linhas analógicas, linha E1 ou tentar algum contrato com a operadora.

    Obs: Não estou falando de revendas VoIP e etc, e sim do próprio provedor, digamos, "digitalizar" as linhas e passar para os clientes.

    Estive pensando em contratar linhas analógicas (ou E1 e etc) de uma operadora e distribui-las na rede do próprio provedor, como um pacote junto com a Internet e utilizar ATAs nos clientes.

    No caso da linha E1, cada ramal fornecido pela operadora (ex: 1001-0001, 1001-0002 e etc) seria redirecionado diretamente e exclusivamente para o cliente (mas creio que aqui se encaixaria a licença STFC, ai já começa a complicar).

    Independente disso, talvez colocar um desses ramais com uma URA (ex: 1001-9999), onde alguém possa ligar, a URA atende e o redireciona para o cliente em um ramal interno, desse modo, barateando o custo para o cliente final e podendo colocar um numero ilimitado de clientes.

    Mesmo que não seja muito lucrativo, creio que isso seja um chamativo para os clientes (que já estão aderindo a fibra). O cliente possui uma linha com telefone e ADSL, se ele se cansou do ADSL e quer aderir a fibra, ele pode aproveitar e mudar o seu telefone também. Se bem que ai entra a questão da portabilidade (onde o STFC seria útil).

    Vi alguns usuários utilizando a Oi e a Embratel, gostaria que se fosse possível, alguém me passar o contato da Oi, ou se pelo atendimento empresarial mesmo eu consigo falar (até agora sempre que eu ligo lá, ninguém consegue me ajudar).

    Peço que quem já possui um sistema como esse em funcionamento, que compartilhe sua experiência conosco.

    Obrigado.
    Olá juniorZancan! blz?

    Com base no que explicou, acredito que a melhor solução técnicamente e profissionalmente falando, seria você comprar tráfego telefônico diretamente com empresas de wholesale.

    Wholesale são empresas atacadistas de tráfego telefônico no Brasil e no mundo, que oferecem rotas para tráfego de voz e SMS para operadoras de grande, médio e pequeno porte, inclusive terceirizar sua plataforma para atender as necessidades de seus clientes.

    Fazendo um contrato com as wholesale você conseguira valores de minutagem muito mais baixo que os oferecidos pela GVT, VIVO, OI, Brt e as demais.

    Aliás operadoras como GVT, vivo e demais, comprar tráfego telefônico diretamente com as wholesales para poder revender para os clientes;

    E caso vá comprar tráfego telefônico seja de quem for, peça por um entroncamento SIP Trunk e não por E1. Usando E1 você irá se limitar a 30 chamadas por link e terá de adquirir equipamentos de comutação especializados fazendo com que você precise comprar mais equipamentos e gastar mais financeiramente.

    Compare:
    E1 - 30 canais de voz. Se quiser mais canais, terá de comprar outro link;
    SIP - Canais ilimitados, pois pode usar a rede ethernet ou Ip para transporte. Vou dar um exemplo, usando um link 100Mps ethernet você conseguiria ter aproximadamente 1560 canais de voz.Isso conssiderando que você utilizaria o mesmo codec que o E1 usa, g703. Se usar um codec VOIP e não TDM, por exemplo, g729, você dobra sua capacidade de canais de voz para 3120.

    Espero ter ajudado.

    Obs: Não recomendo a provedores ofertar serviço de voz sem licença STFC. Diferente da fiscalização de internet, os serviços de STFC são muito bem fiscalizados e tem multas altíssimas de não cumprimento de indicadores de qualidade, cobrança indevida e de venda de serviço não licenciado. Provedor vender serviços de Voz sem STFC é o mesmo que levar uma bomba relógio pra dentro de casa. Agora a decisão é contigo.



    Regards



  15. #15

    Padrão

    Citação Postado originalmente por telmetrics Ver Post
    Olá juniorZancan! blz?

    Com base no que explicou, acredito que a melhor solução técnicamente e profissionalmente falando, seria você comprar tráfego telefônico diretamente com empresas de wholesale.

    Wholesale são empresas atacadistas de tráfego telefônico no Brasil e no mundo, que oferecem rotas para tráfego de voz e SMS para operadoras de grande, médio e pequeno porte, inclusive terceirizar sua plataforma para atender as necessidades de seus clientes.

    Fazendo um contrato com as wholesale você conseguira valores de minutagem muito mais baixo que os oferecidos pela GVT, VIVO, OI, Brt e as demais.

    Aliás operadoras como GVT, vivo e demais, comprar tráfego telefônico diretamente com as wholesales para poder revender para os clientes;

    E caso vá comprar tráfego telefônico seja de quem for, peça por um entroncamento SIP Trunk e não por E1. Usando E1 você irá se limitar a 30 chamadas por link e terá de adquirir equipamentos de comutação especializados fazendo com que você precise comprar mais equipamentos e gastar mais financeiramente.

    Compare:
    E1 - 30 canais de voz. Se quiser mais canais, terá de comprar outro link;
    SIP - Canais ilimitados, pois pode usar a rede ethernet ou Ip para transporte. Vou dar um exemplo, usando um link 100Mps ethernet você conseguiria ter aproximadamente 1560 canais de voz.Isso conssiderando que você utilizaria o mesmo codec que o E1 usa, g703. Se usar um codec VOIP e não TDM, por exemplo, g729, você dobra sua capacidade de canais de voz para 3120.

    Espero ter ajudado.

    Obs: Não recomendo a provedores ofertar serviço de voz sem licença STFC. Diferente da fiscalização de internet, os serviços de STFC são muito bem fiscalizados e tem multas altíssimas de não cumprimento de indicadores de qualidade, cobrança indevida e de venda de serviço não licenciado. Provedor vender serviços de Voz sem STFC é o mesmo que levar uma bomba relógio pra dentro de casa. Agora a decisão é contigo.



    Regards
    Olá telmetrics. Mas utilizando isso eu não conseguiria oferecer um numero fixo para o cliente, certo? (Na verdade, nem do outro jeito eu não poderia, precisaria do STFC)

    Mas usando esse exemplo, (sem oferecer um numero fixo) eu poderia tranquilamente ofertar o serviço com o SCM, correto? Mas sem a possibilidade de retorno da ligação para o cliente.

  16. #16

    Padrão Re: Dúvidas sobre Telefonia IP

    Citação Postado originalmente por JuniorZancan Ver Post
    Olá telmetrics. Mas utilizando isso eu não conseguiria oferecer um numero fixo para o cliente, certo? (Na verdade, nem do outro jeito eu não poderia, precisaria do STFC)

    Mas usando esse exemplo, (sem oferecer um numero fixo) eu poderia tranquilamente ofertar o serviço com o SCM, correto? Mas sem a possibilidade de retorno da ligação para o cliente.
    Isso mesmo Junior! Está correto em suas duas colocações.

    É exatamente o oque o serviço skype-out faz, ofertar o serviço como VAS(serviço de valor agregado), vende a minutagem pro cliente fazer ligação, mas não oferta um número fixo ao cliente.

    Acho a maneira mais adequada e legalmente correta onde você poderá oferecer serviço de voz ao cliente sem ter que investir muita grana ou ser caçado pela anatel.


    Regards
    Rafael
    Skype: rafaelthemistocles
    Mail: [email protected]



  17. #17

    Padrão Re: Dúvidas sobre Telefonia IP

    Citação Postado originalmente por telmetrics Ver Post
    Isso mesmo Junior! Está correto em suas duas colocações.

    É exatamente o oque o serviço skype-out faz, ofertar o serviço como VAS(serviço de valor agregado), vende a minutagem pro cliente fazer ligação, mas não oferta um número fixo ao cliente.

    Acho a maneira mais adequada e legalmente correta onde você poderá oferecer serviço de voz ao cliente sem ter que investir muita grana ou ser caçado pela anatel.


    Regards
    Rafael
    Skype: rafaelthemistocles
    Mail: [email protected]
    Legalmente e tecnicamente, a única maneira de ofertar um número fixo para o cliente (usando o transporte via IP, com ATAs e etc), seria com o STFC e uma linha E1 ou uma parceria com uma operadora (o que é praticamente impo$$ível)?

    Mas como funciona o Número Skype (eles te fornecem um numero para receber as ligações, e está disponível aqui no brasil), eles teriam um STFC ou seria uma parceria com alguma operadora?

    Obrigado.

  18. #18

    Padrão Re: Dúvidas sobre Telefonia IP

    Citação Postado originalmente por JuniorZancan Ver Post
    Legalmente e tecnicamente, a única maneira de ofertar um número fixo para o cliente (usando o transporte via IP, com ATAs e etc), seria com o STFC e uma linha E1 ou uma parceria com uma operadora (o que é praticamente impo$$ível)?

    Mas como funciona o Número Skype (eles te fornecem um numero para receber as ligações, e está disponível aqui no brasil), eles teriam um STFC ou seria uma parceria com alguma operadora?

    Obrigado.
    Eles tem parceria com operadoras aqui no Brasil! Desde 2011 a Skype atua no Brasil em conjunto com o grupo GT telecomunicações.



  19. #19

    Padrão Re: Dúvidas sobre Telefonia IP

    Mesmo sendo um processo burocrático a oferta de serviços de voz em redes de provedores WISP, é perfeitamente possível ofertar esse tipo de serviço desde que o projeto e suas variáveis sejam bem analisados e pontuados.

    Se quiser analisar essas possibilidades me add lá no skype que trocamos idéias e quem sabe achamos uma solução legalmente, tecnicamente e financeiramente viável para seu provedor ofertar voz usando números fixos das empresas de wholesale.

    Dependendo posso ate checar com algumas das empresas de wholesale que conheço e tenho relacionamento se existe a possibilidade de alguns provedores comprarem pacotes de tráfego de voz em atacado e eles liberarem uma quantidade X de números de telefone pra uso dos clientes do provedor.

  20. #20

    Padrão Re: Dúvidas sobre Telefonia IP

    Citação Postado originalmente por telmetrics Ver Post
    Mesmo sendo um processo burocrático a oferta de serviços de voz em redes de provedores WISP, é perfeitamente possível ofertar esse tipo de serviço desde que o projeto e suas variáveis sejam bem analisados e pontuados.

    Se quiser analisar essas possibilidades me add lá no skype que trocamos idéias e quem sabe achamos uma solução legalmente, tecnicamente e financeiramente viável para seu provedor ofertar voz usando números fixos das empresas de wholesale.

    Dependendo posso ate checar com algumas das empresas de wholesale que conheço e tenho relacionamento se existe a possibilidade de alguns provedores comprarem pacotes de tráfego de voz em atacado e eles liberarem uma quantidade X de números de telefone pra uso dos clientes do provedor.
    Enviei o meu skype por MP pra você aqui no fórum.

    Eu li o regulamento do STFC (Está aqui para quem se interessar > http://legislacao.anatel.gov.br/reso...-resolucao-283), não li por completo mas já deu pra ter uma ideia de que é um pouco mais complicado que o SCM. Mas digamos que eu consiga o STFC, pra Local, LDN e LDI. Como eu faria a interconexão com as operadoras? Existe algum tipo de "PTT" de telefonia? Pelo que eu vi, uma forma é como você falou antes, através de empresas de wholesales, o tráfego flui através da internet mesmo, correto?

    A ligação sai do ATA do cliente, vai até o provedor via fibra (Protocolo SIP), chegando no provedor o asterisk faz os redirecionamentos e etc e repassa pela internet até a empresa de wholesale, lá eles se viram, estou certo?

    Mais duas coisas, portabilidade e código de seleção de prestadora (14 = Oi, 21 = Embratel, 41 = Tim e etc).